Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

APCM “chumba” protesto do Desportivo

O PROTESTO do Desportivo sobre a utilização irregular do guarda-redes Lucas Cossa na partida com a Académica foi julgado improcedente pelo Conselho de Disciplina da Associação de Patinagem da Cidade de Maputo (APCM).

 

 

De acordo com um comunicado recebido ontem pela nossa Redacção, a APCM considerou o protesto inválido, sendo que a decisão foi tomada em conformidade com o seguinte: “As duas equipas (Desportivo e Académica), junto aos árbitros e delegados técnicos da mesa, informaram verbalmente sobre a necessidade da realização do jogo e que não havia nenhuma inconveniência por parte da Académica em jogar com aludido guarda-redes”.

 

 

De acordo com as regras de jogo de hóquei em patins, Federação Internacional da modalidade (FIRS), capítulo VII, Protesto do Jogo, Artigo 29, Definição e Enquadramento Normativo, para que um protesto administrativo possa ser considerado válido terá que ser notificado ao árbitro do jogo pelo delegado e capitão da equipa, que o formula antes do jogo ter o seu início”, refere o mesmo documento.

 

 

Refira-se que o jogador Lucas Cossa, filiado ao Estrela Vermelha, defendeu a baliza da Académica na partida frente ao Desportivo. O facto é que nesse jogo, pontuável para a primeira jornada do Campeonato da Cidade, os “alvi-negros” perderam por 5-3, esgotando por completo as possibilidades de conquistar o título.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.