Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Pavilhão do Maxaquene novamente operacional

 

 

 

 

O PAVILHÃO do Maxaquene já pode ser utilizado para a prática do desporto. O recinto beneficiou no último semestre de obras de reparação do parquet, da cobertura, bem como trabalhos de abertura de canais para o desvio da água da chuva para longe dos acessos ao recinto.

 

A constatação foi feita pela nossa Reportagem na manhã de ontem na companhia do director executivo da extinta Comissão Organizadora dos Jogos Africanos (COJA), Penalva César.

 

 

O parquet, que havia sido retirado para reparar o piso de betão que estava completamente encharcado decorrente das águas da chuva, foi completamente reposto e realmente ficou a impressão de que há qualidade no trabalho efectuado.

 

 

Entretanto, o parquet, do tipo caixa-de-ar, que havia sido colocado aquando dos Jogos Africanos não foi recolocado, algo que segundo Penalva César ficará ao critério do Maxaquene, proprietário do recinto, visto que já estão criadas as condições para servir todas as modalidades de salão, citando o caso do hóquei que, de acordo com o dirigente, já manifestou a vontade de organizar na “cadetral” o “Africano” da modalidade e com “caixa-de-ar” não seria possível.

 

 

O que acontece é que houve peças do parquet que ficaram destruídas com as águas da chuva. Neste momento não há como encaixá-lo, pois tinha que se encontrar um novo material e tendo o parquet original do pavilhão do Maxaquene qualidade para acolher competições internacionais seria viável mantê-lo. Mas cabe ao Maxaquene, dono do campo e a Federação Moçambicana de Basquetebol, uma vez que decorre em Setembro o Campeonato Africano, decidirem em conjunto se valerá a pena voltar a colocar o piso de caixa-de-ar”.

 

 

Penalva César acrescentou que a única coisa em falta é a colocação das tabelas de basquetebol nas respectivas áreas.

Fonte:Jornal Noticias