Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Vilankulo FC, 1-Estrela Vermelha da Beira, 0: Treinador espanca juíz

O TÉCNICO principal da Estrela Vernelha da Beira, Abdul Omar, protagonizou sábado, em Vilankulo, um espectáculo gratuito nunca visto na história do futebol em Moçambique ao agredir fisicamente o juiz do jogo que opunha a sua equipa e o Vilankulo FC.

 

Tudo aconteceu aos 26 minutos da contenda, quando Arlindo Silvano, juiz da partida convidou Abdul Omar a abandonar o banco técnico depois de proferir palavras injuriosas alegadamente por não ter assinalado algumas faltas a favor da sua equipa.

 

 

Com dois muros, um na face e outro no pescoço, Silvando ficou estatelado no relvado e peredeu sentidos, depois de dez minutos de assistência pelo banco técnico da casa, recuperou os sentidos, mas sem condições físicas, nem mentais para reatar a partida. Aliás, cinco minutos depois foi levado ao Hospital local para a devida assistência e o quarto árbitro sem habilitações para o efeito, por deliberação da LMF, o jogo foi interrompido para ser reatado ontem no mesmo local com o mesmo árbitro e aos 26 minutos depois das 15 horas.

 

 

Vilankulo FC que vinha de uma onda de três jogos sem ganhar, retomou o jogo da mesma maneira como terminou sábado antes das zargatas de Omar. Aos dois minutos depois do reatamento, ou seja 28 minutos, o VFC chega ao golo por intemédio de Tenday que concluiu um cruzamento de Machael do lado direito do ataque. Neste lanche, o guarda-redes visitante lesionou-se com gravidade e também foi levado ao hospital e no seu lugar foi chamado Lama.

 

 

Depois do golo, o Vilankulo aumentou o seu caudal onfensivo, mas a ansiedade tomou conta da rapaziada de Chiquinho Conde até ao intervalo.Na segunda parte, a equipa da casa, continuou na mó de cima, procurou chegar ao segundo golo, mas de balde. O Estrela Vermelha, orientado por Rogério Chapo, adjunto de Abdul Omar, tentou dar ar da sua graça, teve duas oportonidades para marcar, mas tudo saiu torto.

 

 

Aos 85 minutos, o VFC introduziu a bola, mas Arlindo Silvano, por indicação de Francisco Machel, anulou e a partida viria a terminar com o resultado de uma bola sem resposta a favor dos anfitriões.Arlindo Silvando, depois de recuperar das dores dos pesados golpes desferidos por Abdul Omar, realizou uma boa partida, temos dúvidas no golo anulado, se havia motivos para isso ou não. Exibiu duas cartolinas amarelas a Luís e Mauricio.

 

 

FICHA TÉCNICA:

 

ÁRBITRO: Arlindo Silvano, auxiliado por Francisco Machel e Alberto Muiambo. Quarto árbitro: Salvador  Cumbe.

 

VILANKULO FC: Martinho, Norberto, Madeira, Ali Cadre, Sergito, Abdul, Abílio, Cumbula (Pires), Osvaldo, Michal (Francisco), Tenday (Dilo).

 

ESTRELA VERMELHA DA BEIRA: Dawida (Lama) Hagy, Samito, Luís, Bhao, Óscar, Calos (Juvêncio), Yussui, Maurício, Dário e Betinho.

 

Acção Disciplinar: Cartão amarelo para Maurício e Luís, todos do Estrela Vermelha da Beira.

 

Golo de Tenday aos 28 minutos do jogo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias