Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Nacir Armando treina Desportivo de Nacala

O TÉCNICO Nacir Armando, que nos últimos dois anos esteve ao serviço do Ferroviário de Maputo, acaba de assinar com o recém-promovido ao Moçambola, Desportivo de Nacala, outro representante da província de Nampula na fina-flor do futebol nacional.

 

O treinador assinou por um ano e mais um de opção, dependendo do desempenho, pois trata-se de um contrato por objectivos. Aliás, são metas dos “canarinhos” de Nacala a manutenção no Moçambola, prova que irão tomar parte pela primeira vez, pelo menos desde que é disputada nos moldes actuais.

 

 

Nacir Armando é um técnico experiente, que para além do Ferroviário já passou por vários clubes nacionais, como são os casos do Costa do Sol, Estrela Vermelha, FC de Lichinga, Matchedje, Ferroviário de Nampula, entre outros.Tem no seu palmarés dois títulos de campeão nacional pelo Costa do Sol (2000 e 2001), uma Taça de Moçambique e duas Supertaças pelo mesmo emblema.

 

 

Uma Taça de Moçambique pelo Ferroviário de Maputo, conquistada em 2011. Já ajudou duas equipas a chegarem ao Moçambola, o Estrela Vermelha (2004) e o FC de Lichinga (2006).

 

 

É um treinador que se encaixa perfeitamente naquilo que são os objectivos do Desportivo de Nacala, que pode não jogar em sua casa este ano, dado que ainda não tem campo em condições para acolher partidas do Moçambola.

 

 

Com a integração de Nacir em Nacala, apenas a HCB e Têxtil de Púnguè é que restam na lista das equipas sem treinadores. No Têxtil fala-se de Victor Cepeda que exerce actualmente as funções de secretário-técnico do Clube de Chibuto, enquanto na HCB, o zambiano Keagan Mumba é que está mais próximo de assumir a equipa. Mas Akil Marcelino é uma outra possibilidade para os “hidroeléctricos”.

 

Refira-se que o Moçambola 2013 se inicia em Março, restando a data e o local das cerimónias da abertura.

 

 

Conceituados técnicos como Artur Semedo, Euroflin da Graça, Augusto Matine, Mussá Osman deverão, por enquanto, ficar sem emprego, pelo menos no Moçambola.
Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.