Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

16.Ago.12

Brasil, 4 - Moçambique,4: Deu marrabenta e samba!

O ENCONTRO entre Moçambique e Brasil teve momentos distintos, com o domínio a repartir-se para cada um dos lados. A equipa nacional teve um início de jogo de sonho, pois ainda não tinham sido jogados dois minutos e já ganhava por dois a zero, com golos de Marinho e Bruno Pinto. 

Parecia estar tudo encaminhado para uma goleada, mas de um momento para outro, talvez ainda nas “nuvens” pelas facilidades concedidas pelo Brasil, o combinado nacional desconcentrou-se e Jackson aproveitou para reduzir a desvantagem.

 

Na resposta, Marinho rematou para defesa de Lelo a bola ainda bateu na trave. Porém, a defesa moçambicana ia dando facilidades e, num minuto, o adversário colocou-se em vantagem com dois golos de rajada, ambos apontados por Diego.

 

Rápido a reagir, a equipa moçambicana esteve perto do empate, mas Lelo respondeu com segurança aos remates de Marinho e Bruno Pinto.

Maninho, que entrou para o lugar de Marinho, também teve duas oportunidades claras de golo, mas denotou falta de frieza e, desta forma, a equipa “canarinha” saiu ao intervalo a vencer, por 3-2.

 

A segunda parte começou com uma onda de falhanços de parte a parte, com a mais incrível perdida a ser de penalte. E ainda bem que Jackson não teve pontaria. Quem apareceu com o “stick” afinado foi o artilheiro Frederico Saraiva. Num espaço de um minuto, Saraiva voltou a colocar o combinado nacional na posição de vencedor (4-3).

 

Mas a equipa nacional voltou a facilitar e Ceara restabeleceu a igualdade. Já perto do final, Saraiva desperdiçou uma soberana oportunidade para marcar na conversão de um livre.

 

 

FICHA TÉCNICA


ÁRBITRO: Manuel Rios (Chile) e Eldefrides Cipriano (Angola), Tosh Froshel (Alemanha)

 

BRASIL: Lelo; Ceara, Jackson, André e Maurício

 

MOÇAMBIQUE: Igor Alves; Kiko, Bruno Pinto, Marinho e Frederico Saraiva

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

1 comentário

Comentar post