Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Máquina não resiste aos golpes búlgaros

Juliano Máquina não resistiu aos golpes búlgaros

O PUGILISTA nacional Juliano Máquina não resistiu na sua primeira aparição, ontem, nos Jogos Olímpicos de Londres, diante do búlgaro Aleksander Aleksandrov, perdendo nos três assaltos e sem deixar marcas de orgulho para os moçambicanos que acompanharam o combate pelos ecrãs, isto na categoria de menos de 49 quilos .

 

Máquina sucumbiu no primeiro assalto, por 8-2, perdendo o segundo e o terceiro, respectivamente por 7-3 e 7-2. Portanto, o pugilista moçambicano perdeu com uma margem de diferença de 15 pontos (22-7), resultado que denota a falta de experiência e um fraca capacidade combativa.

 

Embora tenha reagido com algum vigor, Máquina foi infantil nas suas reacções, actuando de forma precipitada e abrindo brechas para golpes fatais. Apesar de vontade expressa nos seus movimentos, partindo destemidamente ao ataque, Máquina demonstrou fraca capacidade técnica, o que condicionou o seu desempenho.

 

Portanto, Juliano Máquina é o segundo dos seis atletas que representam o país nas Olimpíadas de Londres a cair fora dos Jogos, depois do afastamento do judoca Neuso Sigaúque, que foi o primeiro moçambicano a entrar em competição, no passado sábado.

 

Entretanto, Moçambique volta a entrar em acção amanhã, na natação, através do atleta Chakil Camal, na prova de 50 metros livres. O nadador moçambicano compete na quarta eliminatória e vai nadar na pista sete do “Park Aquatics Centre”.

 

Chakil tem como melhor marca 24,40 segundos, sendo que o recorde olímpico é de 21,30 segundos e o mundial de 20,91.

A primeira ronda das provas de 50 metros tem início previsto para as 11.00 horas.Na sexta-feira, será a vez de Jéssica Vieira lançar-se as águas do “Park Aquatic Centre” também nos 50 metros livres. Jéssica vai competir na quinta eliminatória e vai partir da pista 2.

 

A nadadora tem como melhor tempo 27,11 segundos, a mais de três segundos do recorde olímpico 24,06. O recorde mundial é de 23,73 segundos.

 

Kurt Couto, a esperança de medalhas, entra em prova no sábado, nos 400 metros barreiras. A prova tem início previsto para as 11.15 horas.A jovem atleta Sílvia Panguane será a última a mostrar os dotes. A velocista dos 100 metros barreiras faz-se à pista do Estádio Olímpico de Londres no dia 6 de Agosto a partir das 10.05 horas.

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.