Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Detentor do título fica pelo caminho

O FERROVIÁRIO de Maputo, detentor da Taça de Moçambique/mcel, ficou, na tarde de ontem, afastado desta competição, ao perder com o Costa do Sol, nos penaltes, por 4-2, após um empate a zero golo no tempo regulamentar e prolongamento.

 

Com os “locomotivas” eliminados nos oitavos-de-final é um dado adquirido que a Fase Nacional da Taça de Moçambique/mcel terá um novo dono. Além do Costa do Sol, que festejou pela última vez a conquista desta prova em 2008, Clube do Chibuto, Ferroviário da Beira, Incomáti, Ferroviário de Quelimane, Ferroviário de Pemba, Liga Muçulmana e Mandimba FC continuam na corrida pela conquista da segunda mais importante competição futebolística nacional. A surpresa da ronda foi protagonizada pela formação da Incomáti, que a jogar em casa, bateu o Maxaquene, por 1-0. A equipa da vila de Xinavane assumiu-se, assim como o tomba-gigante, e quiçá, na próxima ronda, volta a causar calafrios a mais um dos potenciais candidatos. Sublinhe-se que com a eliminação do Ferroviário de Maputo e do Maxaquene, restam apenas dois sérios favoritos.

 

 

Além do Costa do Sol está a Liga Muçulmana que goleou as Águias Especiais, por 4-0. Os “muçulmanos” regressaram às vitórias depois de um prolongado jejum de sete jogos no Moçambola. De referir que a Liga, bicampeã nacional, tem as baterias viradas exclusivamente para a Taça visto que está praticamente arredada da luta pelo Moçambola. Noutros jogos da zona sul, o Chibuto venceu a Associação Desportiva da Maxixe, por 1-0. Já na zona centro, o Ferroviário da Beira goleou o Têxtil do Púnguè, por 3-0, enquanto o Ferroviário de Quelimane bateu o Chingale, por 1-0. Quem também seguiu em frente foi a HCB que foi a Chimoio arrancar um triunfo suado sobre o Téxtáfrica, por 1-0.

 

O norte do país assistiu-se a uma meia-surpresa com a eliminação do Ferroviário de Nampula frente ao seu homónimo de Pemba. A jogarem em casa, os nampulenses eram os favoritos mas acabaram por sucumbir nos penaltes com uma derrota de 5-4. Os pembenses vão agora disputar frente ao Mamdimba FC, o acesso à Fase Nacional. O Mandimba FC deixou pelo caminho o Benfica de Moma graças a uma vitória tangencial de 1-0.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias