Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

COPA COCA-COLA - Favoritos fora da final

 

copa coca cola

APÓS o afastamento de prestigiados estabelecimentos de ensino como Francisco Manyanga e Polana, que não passaram dos quartos-de-final, ninguém vaticinava que a final da Copa Coca-Cola na Cidade do Maputo fosse disputada por dois conjuntos que “a priori” não constavam do grupo dos favoritos.

 

 
Mas a verdade manda dizer que, com a eliminação, ontem, da tradicional Noroeste II, o título será agora disputado pelas Escolas Secundárias Eduardo Mondlane e Quisse Mavota, as maiores surpresas da prova.

A realizar-se amanhã de manhã, no campo do Ferroviário da Baixa, a partir das 10.00 horas, a final, mesmo sem a nomenclatura habitual, não deixa de ser convidativa, pois tanto Quisse Mavota como Eduardo Mondlane esmeraram-se e acabaram, meritoriamente, por ganhar o direito de efectuar o derradeiro desafio da prova, na capital do país.

 

Ontem, para as meias-finais, Eduardo Mondlane afastou Noroeste II, numa partida em que, tendo terminado a zero bola, mesmo o desempate através de pontapés da marca de grande penalidade foi bastante renhido. Foi necessário o recurso à segunda série dos castigos máximos para se achar o vencedor, com a rapaziada da Eduardo Mondlane a vencer por 9-8. Muito complicado mesmo…

 

Noutra partida, igualmente muito equilibrada, Quisse Mavota sobrepôs-se à Escola Secundária Heróis Moçambicanos por 2-1, para gáudio dos seus adeptos, que certamente amanhã estarão em peso para puxar pela equipa na final.

 

Recorde-se que, nos quartos-de-final, disputados na quarta-feira, Eduardo Mondlane bateu Francisco Manyanga por 8-1, Quisse Mavota levou de vencida Mahlazine pela marca de 6-3 e Noroeste II derrotou Joaquim Chissano por 2-1. A Escola Secundária da Polana, apesar de ter batido Heróis Moçambicanos por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após igualdade a quatro bolas, acabou sendo desqualificado em virtude de ter utilizado um jogador não inscrito.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias