Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

JOGOS AFRICANOS DE MAPUTO-2011 - Mais selecções para o estágio

coja 2011

 

MAIS selecções nacionais estarão em estágio no estrangeiro, a partir de Abril, no quadro da sua preparação para os X Jogos Africanos de


Maputo-2011, a decorrerem entre os dias 3 e 18 de Setembro. Trata-se das equipas de atletismo, basquetebol feminino, boxe, judo, karate, tae kwon do, natação, vólei de praia e futebol, que estarão espalhadas por vários países do mundo.

 
 

A priorização do estágio fora de portas para estas modalidades tem a ver com o facto de terem sido eleitas para o Grupo A, isto é, aquelas em que Moçambique é susceptível de conquistar medalhas.

 

O chefe da missão Moçambique, António Munguambe, disse que decorridos três meses de actividade é chegado o momento de dar mais tarimba às modalidades que concorrem para a conquista de medalhas, o que passa por lhes conferir estágio no estrangeiro e muita competição.

No rol dos vários atletas e selecções existem os que estão a evoluir no âmbito da Solidariedade Olímpica, dentro da cooperação com o Comité Olímpico de Moçambique. Figura neste grupo o nadador Shakil Camal, que esteve adstrito à selecção da Austrália, enquanto se equaciona, igualmente, o envolvimento da também nadadora Mónica Bernardo. Por seu turno, o barreirista Kurt Couto treina na vizinha África do Sul e o judoca Edson Madeira, na França, juntamente com dois atletas pré-seleccionados para os Jogos Africanos.

 

 

kurt couto

Enquanto isso, a selecção de boxe parte a 10 de Abril para Cuba, onde permanecerá até 31 de Agosto, último dia de preparação das selecções nacionais. Para Portugal seguirão as equipas de atletismo, com três elementos, atletismo para pessoa portadora de deficiência (quatro atletas) e voleibol de praia (quatro). A nadadora Jéssica Vieira, que evoluiu em terras lusas, juntar-se-á a este grupo, devendo, por sua vez, a selecção feminina de basquetebol estagiar em Portugal entre 1 e 31 de Agosto.

 

 

 

 

ESTÁGIOS DE CURTA E MÉDIA DURAÇÃO


No quadro da preparação para a Olimpíada africana, a Missão Moçambique vai também contemplar estágios de curta e média duração, estando já definidas para o efeito as modalidades de futebol, 45 dias, em Abril, num país ainda por indicar; e tae kwon do, um mês antes do evento, na Coreia. Paralelamente, está-se a trabalhar para o enquadramento das modalidades inseridas no Grupo B, casos do basquetebol masculino e do andebol, que poderão estagiar em Angola.

 

Ainda neste âmbito, e no quadro da cooperação com Portugal, a Missão Moçambique espera receber, em Maio, técnicos lusitanos que permanecerão em Maputo até ao final dos Jogos Africanos. O treinador de ténis, Luís de Sousa, que durante um mês orientou a selecção, regressa em Junho e treinará o combinado nacional até às vésperas da competição.

Segundo António Munguambe, no âmbito da Solidariedade Olímpica já está a trabalhar entre nós o técnico espanhol de basquetebol Luís Hernández, a orientar a selecção feminina.

 

Recebemos técnicos cubanos para o boxe, voleibol e atletismo. Trabalhámos, entre Janeiro e Fevereiro, com quatro técnicos coreanos, que criaram a base da selecção de tae kwon do e que trabalharão com ela durante o estágio na Coreia”, explicou Munguambe, reiterando que a Missão Moçambique está a cumprir com o calendário de preparação inicialmente estabelecido com as federações nacionais.

 

Até aqui nada falhou daquilo que as federações nos propuseram. Temo-nos esforçado para ultrapassar certas dificuldades, no que respeita às condições de treinamento, equipamentos e instalações. Como sabem, muitas infra-estruturas estão em reabilitação, ao mesmo tempo que precisamos de espaço para treinos. É por essa razão que temos recorrido a instalações de alguma escolas para suprir o problema”, concluiu.

 

 

 

ANDEBOL TESTA-SE NA RAS

 

AS selecções nacionais masculina e feminina de andebol vão fazer jogos de controlo na vizinha África do Sul nos dias 1 e 2 de Abril próximo. Os combinados nacionais defrontarão as congéneres sul-africanas de sub-18 com o objectivo de testar a sua capacidade competitiva neste período em que se preparam para os Jogos Africanos.

 

As equipas moçambicanas partem para a África do Sul amanhã. Esta é a primeira oportunidade de rodagem das selecções nacionais de andebol desde que se iniciou a preparação para os Jogos Africanos em finais do ano passado.

 

SUB-21 DISPUTAM APURAMENTO EM KIGALI


Enquanto isso, a selecção feminina de sub-21 vai participar, em Maio, em Kigali, capital do Ruanda, nos jogos de qualificação – fase continental – do torneio “Challenge Trophy”. A turma moçambicana tomará parte no evento na qualidade de vencedora da zona VI, no ano passado.

Disputarão o apuramento o Congo Brazavile, Madagáscar, Cabo Verde, Etiópia, Ruanda e Costa de Marfim. O país vencedor ganha direito de estar presente, no próximo ano, na fase intercontinental do torneio, que é promovido anualmente pela federação internacional da modalidade par rodar as selecções menos cotadas a nível mundial.

 

 

andebol
A selecção masculina, eliminada na fase continental no ano passado, em Congo Brazavile, após vencer a fase zonal em 2009, vai disputar, por seu turno, o apuramento regional ainda este ano  num local e data ainda por decidir.

 

 

JÁ HÁ ZONAS QUALIFICADAS PARA JOGOS AFRICANOS


Algumas zonas africanas já procederam ao apuramento dos seus representantes para os Jogos Africanos Maputo-2011. Na zona I está apurado o Egipto, em ambos os sexos; na II, Senegal, também em masculinos e femininos; na III qualificaram-se Nigéria, em masculinos, e Gana, em femininos; na IV estão apurados Congo Brazavile, em masculinos, e Congo Democrático, em femininos.

No entanto, faltam por apurar os da zona V, enquanto na VI Angola assegurou o lugar em ambos os sexos, à semelhança de Madagáscar, na zona VII.

 

De salientar que Moçambique pertence à zona VI e teve qualificação automática na qualidade de anfitrião.

 

HOTELARIA PREPARA-SE PARA MELHOR SERVIR

 

 
 

RECEPCIONISTAS hoteleiros nacionais estiveram recentemente envolvidos numa palestra/seminário enquadrada no âmbito da preparação dos profissionais daquele ramo e similares para fazerem face aos desafios prementes, particularmente aos que se referem à realização dos X Jogos Africanos Maputo-2011, cujo objectivo central é aprimorar as suas competências e o seu saber profissional para a melhor prestação dos seus serviços durante o evento.

 

Fonte:Jornal Noticias