Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Finalmente a concórdia no básquete inhambanense

TRÊS anos depois já há concórdia no seio da bola-ao-cesto da “terra da boa gente”. Na sequência de uma assembleia geral eleitoral convocada pelo Conselho Nacional do Desporto, foi eleito o novo elenco da Associação Provincial de Basquetebol de Inhambane, encabeçado por Pedro Cumbe, pondo-se assim cobro à crise de liderança que se vinha arrastando na liderança de Francisco Abel.

base
 

Para o escrutínio de sábado, para além da lista do vencedor Pedro Cumbe, professor na Escola Secundária Emília Daússe, na cidade de Inhambane, concorreu também Celso Martins, antigo praticante da modalidade e a residir na Maxixe.

Apesar de ter sido uma iniciativa bem aplaudida localmente, pois tinha em vista acabar com a crise na modalidade, o acto foi marcado por atitudes antidesportivas do candidato derrotado, Celso Martins, que abandonou a assembleia depois de a comissão eleitoral chumbar o seu pedido para verificar à boca da urna a legitimidade do seu adversário, proposto pelo Desportivo de Inhambane.

 

Celso Martins e seus apoiantes, sem mandato para o efeito, uma vez que o clube proponente, Sagrada Família, pura e simplesmente “gazetou” à reunião, quiseram inviabilizar o escrutínio, alegando que a outra lista estava ferida de ilegalidade, sustentando que a mesma não tinha sido depositada dentro do prazo estabelecido. Esta alegação foi prontamente desmentida pela Comissão Administrativa que dirigiu a modalidade, explicando que as duas candidaturas reuniam condições para serem submetidas à eleição, desbaratando-se, desse modo, os argumentos de Martins.

 

Assim, Pedro Cumbe, jovem bem conhecido na modalidade em Inhambane, acabou vencendo a eleição com três votos contra um.

Na sua primeira intervenção, na qualidade de presidente da Associação Provincial de Basquetebol de Inhambane (APBI), Cumbe disse que estava disposto a aglutinar todas as iniciativas com vista a devolver a reputação à modalidade na “terra da boa gente”, assim como mais massificação, não só nas grandes cidades, como também nos distritos, elegendo as escolas secundárias como principais pólos para a introdução da modalidade.

 

O novo elenco, que congrega figuras de destaque do basquetebol inhambanense, pretende já para este ano se candidatar a acolher algumas provas de nível nacional. “Temos talentos e infra-estruturas, pelo que, daqui para frente, vamos trabalhar com os clubes para juntos avançarmos na reconquista do nosso espaço no basquetebol nacional”, afirmou Cumbe, para quem a APBI terá, como actividade principal, coordenar apenas as actividades, mas os actores principais serão os clubes.

 

Recorde-se que Inhambane estava sem Associação desde 2008, altura em que houve ruptura entre Francisco Abel, antigo presidente, e Hermenegildo Luís, ex-secretário-geral.

 

Fonte:Jornal Noticias

1 comentário

Comentar post