Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Atlético Muçulmano: Plantel ainda por definir

 

Equipe do AtleticoO ATLÉTICO Muçulmano já abriu as suas oficinas tendo em vista a presente época futebolística. As sessões de treino decorrem no campo do Maxaquene (baixa) e incidem na consolidação do plantel.

 
 

Ao que tudo indica, Garrincha ainda terá muito trabalho pela frente, se se atender que tem às suas ordens neste momento 30 jogadores, um número acima daquele que o técnico pretende venha a formar o plantel (24). Aliás, quando começou a preparação, na semana passada, a equipa técnica chegou a contar com 100 jogadores.

Assim sendo, mais de metade dos atletas serão dispensados ou emprestados para rodarem noutros clubes.

 

Importa referir que os jogadores à disposição da equipa técnica passaram por uma pré-eleição visto que na semana passada, Garrincha e Freddy tiveram que orientar treinos com cerca de 100 jogadores. Conforme se pode constatar, as dores de cabeça já foram bem maiores para dupla técnica.

 

Na semana passada, Garrincha trabalhou com dois grupos. A preparação física foi privilegiada, mas houve espaço para uma “peladinha” de 15 minutos. Neste período, Garrincha aproveitou para tirar mais algumas conclusões em relação aos que serão dispensados. Mas pelo que foi dado a observar a tarefa do técnico não será fácil visto haver muita qualidade.

 

É com base nessa “legião” de jogadores que Garrincha que irá formar um plantel forte e capaz de melhorar a 11ª posição obtida no Moçambola 2010. Em 2009, o Atlético foi a equipa-sensação ao conquistar a Taça de Moçambique.

 

A equipa “muçulmana” é uma das que mais viu sair jogadores de extrema importância. Os defesas centrais Hilário e Chico rumaram para o Matchedje e Ferroviário da Beira, respectivamente. O médio defensivo Moka também foi para os “locomotivas” da Beira, enquanto os avançados Patrício e Chez saíram para o Desportivo e Costa do Sol, respectivamente. O guarda-redes Anivaldo rumou ao Chingale. Ao todo saíram do Atlético sete jogadores titulares da temporada passada.

 

Garrincha está a batalhar no sentido de encontrar substitutos à altura para estes lugares. As entradas dos médios Rocha (ex-Desportivo da Matola), Orlando (ex-FC Lichinga), Ngoni (ex-HCB), Julinho (ex-Matchedje), Macome (ex-Ferroviário de Maputo), e do guarda-redes Romeu (ex-Chingale) podem servir para cobrir sobretudo as lacunas a meio-campo e na baliza, mas a zona central da defesa continua a carecer de reforços.

 

Segundo, o técnico o plantel está aberto a saídas e entradas de jogadores. “Ainda esperamos contar com alguns jogadores experientes. Aguardamos a cedência por parte do Maxaquene de um sul-africano e outros que possam nos servir”.

A equipa do Atlético está nesta altura a participar no Torneio “O Treinador”, tendo ganho ao Incomáti, por 1-0 e perdido com o Matchedje pelo mesmo resultado. Na quinta-feira defronta o Ferroviário em partida da terceira e última jornada.

OCUPAR O MEU ESPAÇO

 
 

RomeuACEITEI este convite porque vejo que o Atlético é formado por um grupo jovem e bastante competitivo”, palavras do guarda-redes Romeu, ex-Chingale.

Romeu afirma que lutará para merecer a confiança do treinador. “A concorrência é sempre bem-vinda. Não tenho que me preocupar com isso. Tenho é que me empenhar nos treinos. Só assim posso conquistar o meu espaço.”

RELANÇAR A MINHA CARREIRA

 
 

JulinhoESTOU no Atlético para relançar a minha carreira e ajudar o clube a ter uma boa prestação esta época”, afirma Julinho.

 

Julinho acredita que depois de estar durante dois anos com uma lesão no joelho, está agora em condições de voltar a atingir a “perfomance” registada no Costa do Sol há três anos.

 

Sinto-me em perfeitas condições para jogar e dar o meu máximo. Sei que posso voltar a ser aquele jogador combativo”.

 

MOSTRAR O MEU VALOR

 
 

MacomeQUERO mostrar o meu valor. No Ferroviário não tive oportunidade de jogar, mas acredito que no Atlético tenho mais ‘chances’ de mostrar as minhas qualidades”, diz o jovem Macome, emprestado pelos “locomotivas”. 

 

Fonte:Jornal Noticias