Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Ainda sobre o Barcelona-Real: Não temos de sair daqui a chorar - reacção de José Mourinho depois da humilhação por 5-0

JOSÉ Mourinho reconheceu a superioridade do Barcelona, mas não acredita que a diferença entre as duas equipas seja a dos cinco golos com que os catalães venceram o cMourinho sauda Guardiolalássico. O treinador português recorda que o Real Madrid está a apenas dois pontos do topo da classificação e tem de continuar a trabalhar para conquistar o título. O ideal, para Mourinho, era voltar a jogar já esta terça-feira (ontem), segundo o jornal português Maisfutebol.

 
 

Quanto às diferenças. “Como podem dizer isso? As diferenças são de um campeonato que vai ser equilibrado até final. Na semana passada tínhamos mais um ponto, agora temos menos dois e vai ser sempre assim até final. Sempre disse que o Barça era um produto acabado e sempre disse que ao Real Madrid faltava muito para sê-lo. Essa diferença é o resultado de hoje. O resultado é um prémio para quem jogou muito bem e um castigo para quem jogou muito mal. Já saí deste campo com resultados difíceis de digerir, com o Chelsea e com o Inter, mas hoje não. Não gosto de perder por estes números, mas esta derrota é fácil de digerir”, destacou.

 

Uma derrota pesada que pode afectar a equipa em termos psicológicos. “Espero que não, falei agora com os jogadores e disse-lhes isso. O campeonato não acabou hoje, a temporada não acabou hoje. Quem sabe se não voltamos a este estádio. O ano passado também perdi aqui com toda a gente a rir e, dois meses depois, joguei a final da Champions com toda a agente a ver na televisão. Quando perdes por 5-0 não tens de sair a chorar, mas com vontade de treinar e jogar o próximo jogo. Jogamos sábado (com o Valência), é pena, preferia jogar amanhã”, referiu.

 

Uma derrota que Mourinho diz que foi muito consentida, com falhas gritantes da sua equipa nos dois primeiros golos. “Oferecemos dois golos que estão perto do ridículo, pela facilidade como perderam no um contra um. São dois golos com culpas nossas. Depois, a perder por 0-2, diante de uma equipa que em contra-ataque é muito rápida, tens duas hipóteses: ou ficas por ali e fica 0-2 ou arriscas à procura de outro resultado. O Barça fez um jogo fantástico, mas tenho de me preocupar com a minha equipa que até hoje estava a jogar de forma fantástica e hoje esteve muito mal”, acrescentou.

 

O treinador português sentou-se no banco de suplentes e durante toda a segunda parte não se levantou. “Estava no banco e sabia que ia perder. Não é um jogo tenso em que se podem mudar as coisas. Não entramos mal no segundo tempo, mas quando fizeram o terceiro golo, o jogo acabou. A única coisa que queria era que a equipa não perdesse o equilíbrio em campo e chegasse com dignidade até final. Senti-me um pouco impotente para mudar o que não podia mudar”, comentou ainda.

 

Uma desilusão que Mourinho quer ultrapassar o mais rápido possível. “Fiquei desiludido porque esperava muito mais. Os jogadores também esperavam jogar muito mais. Não é difícil de entender que todos saímos com essa sensação, mas o jogo terminou. Depois de amanhã teremos muito que fazer. Temos de continuar num campeonato em que estamos a dois pontos do líder, não estamos a vinte, temos de continuar”, disse a finalizar.

 

Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.