Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MUNDIAL-2010 - FIFA não assume erros da arbitragem


A FEDERAÇÃO Internacional de Futebol (FIFA) recusa-se a comentar os erros da arbitragem nos oitavos-de-final, nomeadamente nos jogos Argentina-México e Alemanha-Inglaterra. “Não vamos abrir o debate sobre a arbitragem na Conferência de Imprensa diária”, avisou desde logo o organismo máximo do futebol aos jornalistas.



Por várias vezes, a Imprensa presente no encontro insistiu nos “erros dos árbitros” e no “não recurso ao vídeo” ou até na “vergonha que a FIFA devia sentir”. Outras tantas vezes a resposta foi negativa da parte da entidade máxima do futebol.

Se a FIFA está muda, há quem a acuse também de cegueira e de não querer ouvir. Nicolas Maingot, porta-voz do organismo, recorda que a recusa em utilizar o vídeo para ajudar nas arbitragens tinha a ver com a posição do “International Board”, a quem compete definir as Leis do Jogo.

Ironia do destino, a FIFA, que proíbe repetição de imagens nos estádios, permitiu que o lance protagonizado por Tévez, no primeiro golo da Argentina, em fora-de-jogo, fosse visto uma segunda vez. “Isso não devia ter acontecido. As repetições podem ser mostradas, mas não perante situações controversas”, reagiu Nicolas Maingot.

Joseph Blatter, presidente da FIFA, que já pediu desculpas à Argentina e à Inglaterra face ao sucedido, recusa recorrer à tecnologia com o argumento de que o futebol deve manter o seu lado humano.