Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MUNDIAL-2010 - Adeus, Camarões!


A SELECÇÃO dos Camarões foi a primeira do Continente Africano a sair prematuramente do Campeonato Mundial de Futebol, na África do Sul, ao consentir a segunda derrota consecutiva, sábado, frente à Dinamarca, por 1-2, no grupo E. enquanto o Gana, no grupo D, empatou a um golo com a Austrália e manteve bem vivas as esperanças de se qualificar para os oitavos-de-final, depois de bater, na estreia, a Sérvia, por 1-0. A Costa do Marfim, por seu turno, no grupo de morte, depois de ter iniciado a prova com um empate frente a Portugal, ontem não resistiu perante a poderosa formação do Brasil, acabando por sair derrotada, por 3-1.



A participação africana neste “Mundial”, que acontece pela primeira vez no continente negro, não tem sido das melhores. A título de exemplo, a equipa camaronesa que, “a priori”, era tida como uma das mais fortes de África, teve um péssimo desempenho ao permitir uma reviravolta no marcador (1-2) diante da Dinamarca, perdendo desta forma a possibilidade de se qualificar para os oitavos-de-final. Na última ronda, os “Leões Indomáveis” cruzam-se com a Holanda, apenas para salvarem a sua honra.

O Gana, por sua vez, está a ser uma revelação desta prova. Com uma equipa jovem bastante coesa e tacticamente disciplinada, ainda não conheceu o sabor amargo da derrota. Na segunda jornada, os ganenses empataram com a Austrália a um golo, depois de um arranque impressionante com uma convincente vitória frente à poderosa Sérvia (1-0).

Na última ronda, os ganenses precisam de manter o mesmo ritmo de jogo que realizarão com a Alemanha, que vem de uma derrota comprometedora diante dos sérvios.

Para hoje, estão agendados os encontros Portugal-Coreia do Norte, para a conclusão do grupo G; Chile-Suíça e Espanha-Honduras, para o grupo H.