Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Vitória da eficácia




Os “tricolores” entraram algo retraídos no encontro, a tentarem fazer o habitual estudo do seu adversário, que deu mostras desde cedo que queria resolver o jogo a seu favor.

Eram os “canarinhos” que mandavam no jogo, diante de uma total descoordenação do meio campo contrário, onde Nelsinho, Macamito e Liberty não conseguiam travar as investidas de Josimar, Ruben, David e Payó, que formavam o quarteto do meio campo “canarinho”. E fruto desse elevado pendor ofensivo, João Mazive, aos 22 minutos, de longe, vê muito bem o adiantamento de Soarito e desfere um portentoso remate, que só não deu em golo porque a bola embateu na trave. Este momento espevitou os comandados de David Madingora, que eram donos e senhores do jogo, perante um Maxaquene que tentava sacudir a pressão do Costa do Sol.

A partir do minuto 30, o Maxaquene começou a crescer no encontro e as suas jogadas passaram a ser mais elaboradas. O seu jogo começou a ter profundidade. Contudo, aos 32 minutos, foi o Costa do Sol que esteve perto do golo, num lance em que há uma perda de bola do central Gabito. Tó quase aproveita a oferta para fazer o golo, mas valeu a atenção de Soarito, que foi mais lesto que o avançado do Costa do Sol.

A partida ia decorrendo com domínio territorial do Costa do sol, embora o Maxaquene tentasse, de forma não organizada, incomodar o reduto defensivo dos “canarinhos”. O Costa do Sol continuava em cima dos “tricolores” sem, no entanto, conseguirem chegar ao almejado golo.

Sobre o minuto 45, Kito, do lado esquerdo, faz um centro para a área, onde surge Liberty livre de qualquer marcação a rematar por cima da baliza à guarda de Antoninho. Logo de seguida, José Maria Rachide, árbitro da partida, mandou as duas equipas recolherem ao balneário, para o merecido descanso, com o nulo a prevalecer.