Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MOÇAMBOLA-2010 - Costa do Sol, 3 –Fer.Beira,4: “Hat-trick” de Nené no regresso de Akil


O REGRESSO do técnico Akil Marcelino ao Ferroviário da Beira foi baptizado com um triunfo fora de portas, vencendo um Costa do Sol, que iniciava a sua recuperação por lugares cimeiros no Moçambola.



Num jogo incaracterístico, o Costa do Sol deu o primeiro sinal de perigo aos 14 minutos, num remate forte e seco de Josimar, que teve como destino as nuvens, e Escurinho, também fez melhor que o seu companheiro, dois minutos depois.

O Ferroviário da Beira ofereceu resistência e os donos da casa não conseguiram impor-se em campo, perdendo muitas bolas na zona do meio-campo. Seria TK a ser mais incómodo que Tó, do lado contrário, pois Ninito e Gildo não deixavam o baixinho fazer das suas.

O golo inaugural surgiu, aos 40 minutos, de uma jogada confusa dentro da área de Minguinho que viu a bola passar por cima do seu corpo, num chapéu de Ruben. Ninito tentou o corte, mas a bola já tinha ultrapassado a linha do golo.

Dois minutos antes do intervalo, Nené, de cabeça, repôs a igualdade no marcador, relançado a partida para uma segunda parte escaldante, na qual Nené colocou a sua equipa pela primeira vez em vantagem no marcador, quando decorria o minuto 61, num frango de Antoninho.

Em tempo de crise, o guarda-redes do Costa do Sol voltou a vacilar dez minutos depois do segundo golo beirense. Novamente Nené, numa jogada aparentemente fácil de deter, a bola acabou indo parar nas malhas dos donos da casa.

Com o 1-3, o Costa do Sol correu atrás do prejuízo e reduziu por Tó de cabeça, aos 76 minutos e aos 83 fez o empate, num penalte duvidoso, que foi concretizado por Josimar.

Confiante, o Ferroviário da Beira libertou-se das acções defensivas e quando faltavam três minutos para os 90 desfez a igualdade, novamente com culpas para a defesa “canarinha” que não tapou Degato, autor do remate e do golo, mas também para Antoninho, que não se fez conveniente ao lance.

O árbitro Arão Júnior devia ter expulso Degato, aos 38 minutos, na jogada em que Manuelito lesionou-se com gravidade. O penalte assinalado a favor do Costa do Sol foi forçado. Nota medíocre.

FICHA TÉCNICA

ÁRBITRO: Arão Júnior, coadjuvado por Célio Mugabe e Olívio Adriano. Quarto árbitro: Arlindo Silvano.

COSTA DO SOL: Antoninho; João Mazive, Kito, Manuelito (Jonas) e Dito; Payo (Maurício), Escuro (Gomes), David e Josimar; Ruben e Tó.

FER. BEIRA: Minguinho; Ninito, Gildo, Nené e Gervásio; Carlos (Timbe), Burramo, (João), Barrigana e Óscar; Degato e TK (Zola).

Acção disciplinar: Amarelos para Burramo, Degato, Óscar e Carlos.

Joca Estevão