Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

JOGOS AFRICANOS DE MAPUTO-2011 - Criadas condições para remo e canoagem em Chidenguele


O MINISTRO da Juventude e Desportos assegurou que estão criadas as condições mínimas para que a Lagoa de Nhambavale acolha as provas de remo e canoagem integradas nos Jogos Africanos de Maputo-2011.



Falando no final de uma visita que efectuou sábado àquele local, situado em Chidenguele, na província de Gaza, Pedrito Caetano disse ter constatado haver potencial, em vários prismas, para que as competições decorram sem sobressaltos, mas chamou a atenção para a necessidade de os diversos actores, entre políticos, desportistas, empresários e a sociedade civil, se envolverem com afinco na preparação deste evento, cujo sucesso prestigiará, acima de tudo, Moçambique e os próprios moçambicanos
.

Na Lagoa de Nhambavale, para onde se deslocou na sequência da visita de três dias que efectuou à província de Gaza, escalando sucessivamente os distritos de Bilene, Chókwè, Guijá, Chibuto, Manjacaze e Xai-Xai, Pedrito Caetano inteirou-se das obras em curso para que aquelas duas modalidades sejam uma realidade, com destaque para os balneários na zona reservada às competições. Paralelamente, teve um encontro com os operadores turísticos locais, com a finalidade de lhes dar a conhecer o que efectivamente irá acontecer em Chidenguele com a realização da maior festa desportiva do Continente Africano.



Estando já sensibilizados sobre o facto, os agentes do turismo de Gaza, particularmente de Chidenguele, manifestaram a sua disposição de trabalhar para que aquela zona seja um exemplo no quadro dos Jogos Africanos, através do seu alto profissionalismo e oferta do melhor que a região possui tanto em termos desportivos, neste caso específico para a prática de modalidades aquáticas como remo e canoagem, como do ponto de vista de hospitalidade, que, afinal, é apanágio dos moçambicanos.

Tal como acontece com o resto do país, o Ministro da Juventude e Desportos constatou, em Gaza, que ainda há um défice em termos de divulgação da Olimpíada continental, daí ter apelado para que a mensagem que o Governo leva à volta dos Jogos Africanos chegue a toda a gente, nas cidades e vilas, nos bairros e nas comunidades, até aos lugares mais recônditos de Moçambique.

Queremos que o país participe de forma massiva em todos os momentos dos Jogos Africanos de 2011, prestando um grande apoio aos nossos atletas, assim como contribuir de forma multifacetada na organização do próprio evento. É responsabilidade de todos nós lutar para vencer em diversas frentes, no campo de jogos e na organização, como forma de dignificar Moçambique, na qualidade de anfitrião”, disse Pedrito Caetano.

No entanto, o ministro mostrou-se preocupado com a falta de campos relvados naquela província, particularmente na sua capital, Xai-Xai, numa altura em que o Clube de Gaza está empenhado na ascensão ao Moçambola, uma vez que disputa a “Poule” de Apuramento da Zona Sul. A-propósito, Pedrito Caetano referiu que o problema da falta de campos relvados não é exclusivo de Gaza, mas sim uma preocupação do país inteiro, daí o Governo estar a trabalhar no sentido de se minimizar esta questão, que concorre para a má qualidade do nosso futebol.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.