Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

Angolanos testam o nosso nível!

 


A cidade de Maputo acolhe, de 16 a 23 de Outubro, a fase preliminar da final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol em seniores masculinos e femininos.

É já no próximo sábado que arranca, no pavilhão do Maxaquene, catedral do basquetebol moçambicano, a fase preliminar da zona VI da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol em seniores masculinos e femininos. Uma prova em que, a nível de masculinos, os angolanos, numa análise despida de paixões, vão certamente ocupar as duas primeiras posições que dão acesso à fase final da prova.

O nosso país será representado, neste certame, pelo Maxaquene e Ferroviário da Beira, em masculinos, enquanto em femininos Desportivo e Ferroviário de Maputo vão lutar pelas duas vagas que dão acesso à fase final
.

As delegações estrangeiras, nomeadamente, de Angola, Zâmbia e Zimbabwe, começam a desembarcar na capital, hoje, devendo estar hospedadas num dos hotéis situados na zona da baixa, e as mesmas deverão utilizar os pavilhões do Maxaquene e Desportivo para os respectivos treinos.

Reforços na ordem do dia

Hoje é, digamos, o dia “D” para os últimos acertos de reforços! Com efeito, as direcções do Maxaquene, Desportivo e ferroviários de Maputo e da Beira reúnem-se com a Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), para o acerto final de questões relacionadas com a formalização de acordos que visam o empréstimo de alguns jogadores, de modo a reforçarem os clubes acima referidos. Mais: desembolso de valores que cada equipa vai contribuir para a organização da prova.

O Maxaquene, sabe-se, pretende contar com Gerson “Gone” Novela, atleta formado nas escolas do clube “tricolor” e que, actualmente, representa o Ferroviário de Maputo, e o valoroso atirador do Desportivo: Augusto Matos.

Nos femininos, o Desportivo, actualmente com um plantel jovem (média de 21 anos de idade), poderá apostar na prata da casa com horizontes no futuro. Os próximos dias serão decisivos! No Ferroviário de Maputo, Amélia Fernando Macamo, atleta que este ano se transferiu da A Politécnica para o Maxaquene, seu clube de formação, deverá reforçar as “locomotivas”. Rute Elias Muianga e Zinóbia Dulce Machanguana (Ducha), atletas que recentemente ficaram mães, já estão a trabalhar e deverão dar o seu contributo na prova.


Crescêncio José
 
Fonte:O Pais

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.