Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MOÇAMBOLA-2010 - Matchedje, 0-Textáfrica, 1: "Militares" caem na teia fabril

 


OS dois intervenientes haviam perdido na jornada anterior e eram obrigados a colocar todos os seus argumentos em campo para conseguirem pontuar. Para ambos, uma derrota colocaria a sua situação mais complicada na tabela classificativa e, consequentemente, nas contas para a manutenção no Moçambola.



O Textáfrica conseguiu e bem dominar a primeira parte, criando inúmeras oportunidades para marcar, mas os seus avançados não conseguiam ter calma no momento da verdade.

No meio-campista Boto foi o principal orquestrador dessa forma de estar em campo dos “fabris” da Soalpo, que também desfrutou de duas oportunidades para fazer o golo com remates, que infelizmente não tomaram a direcção certa.

O Matchedje andou perdido no jogo, mas foi conseguindo impedir que o adversário marcasse e até quase marcou. Todavia, Pery foi egoísta, numa situação em que Jojó estava em melhor posição para fazer o toque final.

A segunda parte começou com a lesão do guarda-redes Chumaikel, que teve um choque violento com o avançado Jojó, numa bola dividida.

Depois desta situação, Jordão teve a melhor oportunidade para marcar, mas o seu gesto técnico não foi perfeito e a bola perdeu-se para a linha de fundo. Esta seria a jogada que chamaria o golo que decidiu a partida. Dondo e Boto desenharam uma jogada que terminou nos pés de Bay (que substituiu Ernest) e perante a hesitação dos defensores contrários, à espera de um hipotético fora-de-jogo, desferiu um remate sem hipóteses para Zacarias.

Correndo atrás do prejuízo, o Matchedje empurrou o adversário para o seu meio-campo, criou uma mão cheia de oportunidades claras de golo, mas não conseguiu convertê-las.

Jacinto e Jojó ainda tiveram uma jogada de insistência no tempo de compensação, mas não conseguiram marcar, ditando a segunda derrota “militar”.

FICHA TÉCNICA


Arbitragem: Felisberto José, coadjuvado por Francisco Machel e Meque Muchate. Quarto árbitro: Sérgio Lopes;

MATCHEDJE
: Zacarias, Caló, Cufa, Matofe, Edmundo (Vasco), Jojó, Tchotchó, Silva, Gregório, Pery (Zico) e Leonel (Jacinto);

TEXTÁFRICA
: Chumaikel (Tone), Casimiro, Ernest (Bay), Tawinha, Dondo, Phondo, Mangate, Cesarito, Boto (Ângelo), Lalito e Jordão;

Golo de Bay, aos 12 minutos da segunda parte;

Acção disciplinar
: amarelo para Edmundo, Jordão e Lalito.

JOCAS ESTÊVÃO
 
Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.