Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

MOÇAMBOLA-2010 - Matchedje, 1-Fer. Beira, 0: Vitória veio do banco

 


NUMA má propaganda de futebol, tendo como protagonistas Matchedje e Ferroviário da Beira, sobretudo na primeira parte, em que nada saiu bem a ambos os conjuntos, acabou ganhado a equipa que em momentos cruciais demonstrou ter mais frieza. Nesse capítulo, os “militares” foram superiores, já que conseguiram materializar em golo uma das jogadas de ataque, com Tchotchó a lançar Jojó e este, perante a saída de Chapepa, introduzir a bola na baliza beirense. O técnico Nacir Armando acabou acertando ao fazer entrar Jojó, visto que foi dos seus pés que surgiu o precioso tento, à passagem dos 80 minutos.



O Matchedje chegou à vantagem numa altura que tinha o controlo do jogo. Aliás, após uma primeira parte de péssimo futebol, a segunda ganhou ritmo e interesse. As entradas de Zacarias, do Matchedje, e de Burramo, do Ferroviário, para além de Jojó, ofereceram dinamismo à contenda. Burramo, umas das unidades mais esclarecidas em campo e quanto a nós a melhor unidade beirense, foi protagonista do lance que deu o penalte aos “locomotivas”, ainda nos primeiros minutos da segunda parte. Num lance de contra-ataque, driblou Zacarias, obrigando-o a fazer falta dentro da grande área. Só que Tokelo, chamado a marcar, rematou ao poste.

Na resposta, Tchotchó chegou a introduzir a bola na baliza, mas o árbitro Ribeiro Manuel anulou o golo prontamente, alegando fora-de-jogo. Os “militares” cresceram na partida e dispuseram de duas boas oportunidades para marcar, primeiro por Leonel e depois por Jacinto.

A avaliar pela produção dos comandados de Nacir Armando na segunda parte, a vitória acabou sendo bem entregue, embora os pupilos de Alex Alves não tenham nunca desistido de lutar pelo empate. Mesmo em cima dos 90 minutos, Burramo foi protagonista do lance que poderia ter valido um ponto aos beirenses.

O árbitro Ribeiro Manuel realizou um bom trabalho.

FICHA TÉCNICA


Árbitro: Ribeiro Manuel, auxiliado por Arsénio Marrengula e Júlio Muianga. Quarto árbitro: João Armando.

MATCJEDJE – Zacarias; Matofe, Nhabanga, Cufa e Vasco; West (Jojó), Tchotchó, Julinho (Jacinto) e Gregório (João); Perry e Leonel;

FER. BEIRA – Chapepa; Ninito, Gildo, Nené e Mupoga; Edson, Óscar (Timbe), Gervásio e Victor (Degato); Jerry (Burramo) e Tokelo;

Acção disciplinar
: cartão amarelo para Tchotchó.

Ivo Tavares
 
Fonte:Jornal Noticias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.