Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

17.Mar.10

AFROTAÇAS-2010 - Já chega de sermos campeões internos – desabafa Chiquinho Conde, expressando o seu desejo de ir longe

 





O FERROVIÁRIO está, desde segunda-feira, a preparar-se para enfrentar o Supersport United, da África do Sul, em desafio marcado para a tarde de sábado, em Joanesburgo, a contar para a primeira “mão” dos dezasseis-avos-de-final da Liga dos Campeões. Os objectivos dos “locomotivas” nesta eliminatória passam por vencer e seguir em frente, tal como vem deixando expresso Chiquinho Conde, segundo o qual a sua equipa dará tudo por tudo para superar o campeão sul-africano.



“Passámos a primeira pré-eliminatória com todo o mérito. Temos agora o tricampeão sul-africano, um adversário mais forte e com um orçamento muito superior ao nosso”, afirmou Chiquinho Conde, realçando, no entanto, que a sua experiência, enquanto atleta e agora como treinador, leva-lhe a crer que a eliminatória será decidida dentro das quatro linhas. “A experiência diz-me que o favoritismo deve ser traduzido dentro do campo. Por isso, não vamos deixar de perseguir o nosso objectivo. Partimos com as mesmas chances e vamos procurar ganhar vantagem”, referiu.

Perspectivando ainda o desafio com o Supersport, disse que uma equipa da dimensão do Ferroviário, e com jogadores de bom nível, não pode pensar apenas em ser campeão nacional; deve ambicionar prestações brilhantes extramuros. “Temos ambições nesta prova. Chega de sermos campeões a nível interno. Quem tem jogadores de bom nível, tem que pensar em voos mais altos”, vincou.


TONI E HAGY JÁ TREINAM


Depois do susto face à lesão de Tony e Momed Hagy, duas pedras angulares nos campeões nacionais, Chiquinho Conde ter-se-á sentido aliviado ontem com a integração desta dupla nos treinos.

Assim, o “mister” contou com um grupo quase completo, isto porque Sissoko, com uma rotura de ligamentos internos, voltou a não se apresentar no relvado do Ferroviário da Baixa e é certo que não viajará para a África do Sul.

O Ferroviário realiza hoje e amanhã as últimas sessões de treino, estando a partida para Joanesburgo prevista para a tarde de amanhã, com 18 jogadores.