Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

24.Fev.10

AFROTAÇAS-2010 - Jornada de confirmação ou ainda de sobressalto?


 

O DESNÍVEL futebolístico entre os nossos representantes nas Afrotaças-2010 e os seus adversários ficou bem expresso nos desafios da primeira “mão” da pré-eliminatória, disputados há sensivelmente duas semanas.

 

Imagem Corporativa do Clube Costa do Sol de Maputo
Para além das suas vitórias, Ferroviário e Costa do Sol vincaram, do ponto de vista competitivo, que possuem mais e melhores argumentos para meritoriamente transitarem para os dezasseis-avos-de-final.


Neste momento, a expectativa dos adeptos moçambicanos gravita em torno dos números que “locomotivas” e “canarinhos” brindarão os seus opositores, quando na tarde de sábado – e não no domingo, como habitualmente – enfrentarem AC Mitsamiouli, das Ilhas Comores, no Estádio da Machava, em Maputo, e União Flamingo Santos, do Botswana, em Gaberone.

 

Os triunfos conseguidos pelo Ferroviário (5-3) em Moroni e pelo Costa do Sol (2-0), no seu terreno, são tranquilizadores, daí “todo o mundo” esperar que a presente jornada seja apenas de confirmação da supremacia exercida pelos moçambicanos.

 

No entanto, por uma questão de prudência – e não de receio – estes desafios de sábado podem também ser de sobressalto e de desencanto para as nossas aspirações, pelo que é extremamente importante não embandeirar em arco, principalmente a turma de João Chissano, pelo facto de actuar fora de portas e num ambiente que lhe será absolutamente hostil.

 

O Ferroviário de Maputo redimiu-se da derrota com a Académica

Os campeões nacionais far-se-ão ao relvado do Vale do Infulene com cinco tentos marcados – uma verdadeira obra –, utilíssimos em caso de necessidade de empate. Os comorianos são claramente menos dotados, em todos os aspectos, todavia, importa recordar que, no desafio da primeira “mão”, mesmo a perder por duas bolas sem resposta não baixaram os braços, tendo lutado com galhardia e logrado chegar à igualdade (2-2), embora os “locomotivas”, mais maduros e experientes nestas andanças, tenham depois dado o “xeque-mate”com um desfecho que lhes tranquiliza.

 

Em relação aos “canarinhos”, pelo que se viu do Flamingo Santos, não resta a menor dúvida que as dificuldades serão muito grandes, até porque a vantagem de 2-0 não recomenda um sossego total. Depois das partidas da primeira “mão”, Ferroviário e Costa do Sol estiveram envolvidos na disputa da Taça de Honra, tendo jogado no sábado e na quarta-feira.

 

Esta semana, enquanto a equipa de Chiquinho Conde vem se preparando afincadamente no seu campo, os “canarinhos” preferiram um estágio competitivo na África do Sul, tendo em vista, também, a adaptação à altitude, viajando hoje para Gaberone.