Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

27.Jan.09

Em jogo de pré-temporada na África do Sul: Desportivo vence 1º de Agosto (2-1)


COM o objectivo central de apagar a pálida imagem que construiu na temporada passada, o Desportivo de Maputo começou da melhor maneira o seu estágio pré-competitivo na vizinha República da África do Sul, ao vencer o 1º de Agosto de Angola, no primeiro dos quatro jogos previstos até a próxima sexta-feira, dia em que termina a sua presença na terra do rand.


O jogo entre alvi-negros e militares teve lugar num dos campos do Centro de Alto-Rendimento da Universidade de Pretória, capital política do país que em 2010 vai tornar-se no primeiro de África a acolher o Campeonato do Mundo de Futebol. 


Diante dos vice-campeões angolanos e que no próximo sábado jogam em Luanda frente ao Renascense da República do Congo-Brazaville, para a primeira “mão” da pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos, a equipa moçambicana criou muitas oportunidades de golo, esteve bem em algumas situações de abordagem ofensiva e alcançou um resultado satisfatório.

Foram boas as indicações deixadas pelo Desportivo que em 2009 procura fazer melhor que o nono lugar registado no Mocambola-2008 e ir longe na Taça de Moçambique. 

Ao intervalo, registava-se uma igualdade sem abertura de contagem.

No entanto, durante a primeira parte, pertenceu ao Desportivo a primeira grande oportunidade de golo. À entrada do segundo quarto de hora do jogo, Isac, que jogou a médio direito, ficou na cara do golo, mas depois não teve destreza suficiente para escolher o melhor ângulo para rematar, acabando por chutar ao lado. 

Mas melhor preparado e com mais semanas de trabalho, visto que já está a cumprir a sua pré-época desde Dezembro, a equipa militar de Angola, mormente treinada pelo nosso bem conhecido técnico russo Vitor Bondarenko, assumiu o jogo e passou a pressionar o último reduto alvi-negro.

Foi então que por duas vezes, o guarda-redes Jaimito teve que se aplicar a fundo para evitar o golo do 1º de Agosto que, entretanto, não utilizou Love Cabungula, o seu goleador-mor e melhor jogador do Girabola-2008, segundo a eleição feita pelas autoridades desportivas do país irmão. 

No último Campeonato Nacional da I Divisão de Angola, Love Cabungula marcou 15 golos, menos cinco que Santana, avançado que depois de ajudar o Petro Atlético de Luanda a conquistar o Girabola, transferiu-se há pouco e na sequência da reabertura do mercado para o Vitória de Guimarães, formação que actua da I Divisão de Portugal.

A não utilização de Love Cabungula, ao que apurámos, ficou a dever-se ao facto de Vitor Bondarenko ter dividido a equipa em duas partes, de forma a que os que não fossem utilizados diante do Desportivo jogassem, já no período da tarde, frente ao Super Sport United, campeão sul-africano que tem no internacional moçambicano Dominguez uma das suas principais referências. 

TRÊS GOLOS NA SEGUNDA PARTE

Já na segunda parte, o Desportivo, que entretanto e até então havia feito qualquer tipo de substituição, viria a chegar ao primeiro golo aos 54 minutos, na sequência de um pontapé de canto cobrado por Josué pela direita.

Livre de marcação e dentro da grande área e de costas para a baliza militar, Mexer recebeu de Josué e tocou de calcanhar e com a bola a fazer um arco que surpreendeu o guarda-redes angolano e a anichar-se no fundo das suas malhas. 

Galvanizado pelo golo e já com o avançado Binó em campo, que entrou para o lugar de Lalá, que dos juniores procura um lugar na equipa principal, o Desportivo podia ter chegado aos dois-a-zero.

Em mais uma cobrança de pontapé de canto e sempre pela esquerda, Josué levantou à meia-altura e com intensidade, com a bola a sobrevoar a área angolana. 

Nesta jogada, Binó perdeu o timing de encostar a cabeça e facturar.

Aos 63 minutos, o D`Agosto chegou ao empate na sequência de uma descida rápida pela direita e em que Maninho foi batido por um contrário que viria a centrar baixo para o dianteiro Tuábi tabelar com o pé direito e bater Jaimito. 

Quem terá gostado do oportunismo de Tuábi foi o nosso bem conhecido Vitor Bondarenko, visto que o jogador está em processo de transferência, ido do Desportivo da Huíla.

O golo da vitória dos alvi-negros aconteceu aos 72 minutos, novamente na sequência de um canto cobrado por Josué, mas desta feita pela direita e em que a defesa do 1º de Agosto foi batida com facilidade, na medida em que falhou na marcação a Nelson que vendo-se com o guarda-redes adversário pela frente, remata forte e com a bola a passar por baixo do corpo deste e anichar-se no fundo das suas malhas. 

Depois de muitas substituições, principalmente do lado moçambicano visto que do banco saíram para o campo seis jogadores, todos na segunda parte, o jogo oscilou qualitativamente, mas sem que tivesse chegado ao fim com a vontade do Desportivo em assegurar a vantagem no marcador e com o 1º de Agosto a querer chegar, pelo menos, ao golo de igualdade.

Às 10.00 horas de hoje, os alvi-negros defrontam o Wits University, formação da Premier League sul-africana. 

Na quarta e quinta-feira, a equipa de Artur Semedo fará jogos de controlo diante do Jomo Cosmos e Inter de Luanda, respectivamente da África do Sul e Angola.

A equipa regressa sexta-feira ao país.

Ontem foram utilizados os seguintes jogadores: Jaimito, Josué, Maninho (Julinho), Zainadine Jr., Mexer, Isac (Secanhe), Muandro (Mayunda), Nelinho, Nelson (Tchitcho), Lalá (Binó) e Aníbal (Bito). 

NARCISO NHACILA, em Joanesburgo