Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

30.Nov.09

Taça do Mundo atrai adeptos de futebol


ESTE fim-de-semana, com particular enfoque para o dia de ontem, foi histórico para milhares de adeptos moçambicanos de futebol.

O Presidente da República, os "Mambas" e a Taça (C. Bila)
E não sem razão: desfrutaram da singular oportunidade de ver de perto e de se deixarem fotografar com a Taça do Mundo, a tal que estará em disputa no campeonato a ter lugar no próximo ano, na África do Sul. O Presidente da República, Armando Guebuza, que na noite de sábado, no Aeroporto Internacional de Maputo, foi ao avião buscar o troféu, figura entre as pessoas que ontem pousaram ao lado da taça, no início de uma sessão bastante concorrida e que atraiu as atenções do público para o recinto da Facim, local escolhido para este efeito.

Com o Campeonato Mundial de Futebol a ter lugar pela primeira vez em África, Moçambique teve o privilégio de figurar entre os países escolhidos para receber o dourado troféu, uma semana antes de estar na Cidade do Cabo, onde na próxima sexta-feira a Federação Internacional de Futebol (FIFA) levará a cabo o sorteio da prova, altura em que as 32 selecções participantes conhecerão os adversários, bem como as cidades onde farão os seus desafios.

Jogadores da selecção nacional, entre os que actualmente se encontram em actividade, bem como os da geração de Joaquim João e Chababe e de João Chissano, presentes na Facim, acompanharam o raro acontecimento de estar ao lado da Taça do Mundo, num momento especialmente destacado pelo Presidente da República, pois, segundo ele, acontece poucos dias depois de o país ter vivido um facto memorável, que foi a qualificação dos “Mambas” para o CAN Angola-2010.

As palavras enaltecedoras de Guebuza pelo feito, o prestígio que Moçambique goza no concerto das nações, ao conseguir tal proeza ombreando com equipas de renome, os desafios que agora se colocam aos nossos briosos rapazes, bem como a todos os moçambicanos, chamados a emprestar o seu contributo para o êxito desta gigantesca campanha, mereceram fortes aplausos dos participantes, porquanto entenderam que, apesar de o momento ser da Taça do Mundo, a referência a uma competição em que estaremos representados, como é o Campeonato Africano das Nações, é extremamente importante.

Cumprida a parte protocolar, seguiu-se a longa sessão de fotografias, atraindo para o local milhares de pessoas. É verdade que, de acordo com o estabelecido pelos organizadores, neste caso, a Coca-Cola, e por questões de segurança, muitíssimo apertadas, não era permitido tocar na taça, mas os adeptos não quiseram perder esta oportunidade de pousar ao lado do troféu, acto imediatamente seguido pela recepção da própria foto. Homens, mulheres, jovens e crianças afluíram à Facim com este propósito, sendo visível no seu rosto a satisfação por ter desfrutado de uma ocasião ímpar como esta.