Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

04.Ago.09

AFCM desvenda práticas ilícitas na inscrição de atletas

FALSIFICAÇÃO de idades e identidades são duas ilegalidades gravosas que a Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM) descobriu estarem a ser postas em prática por alguns dos seus filiados.

Sem avançar nomes, Victor Miguel, presidente da AFCM, revelou existirem clubes que estão a cometer graves irregularidades que em nada abonam o desenvolvimento do desporto no país, em particular o futebol.

No balanço semanal dos jogos realizados em Campeonatos da Cidade de Maputo, o dirigente afirma terem sido detectados três casos confirmados em seniores masculinos e femininos de inclusão irregular de atletas. Denuncia que as equipas estão a utilizar atletas de forma fraudulenta, que não estão devidamente inscritos na associação, usando licença-cartão que não lhes pertence, o mesmo que dizer que os titulares verdadeiros não participam nos jogos.

Estamos a descortinar situações muito complexas que estão a ser praticadas pelos clubes. Julgamos que os dirigentes desses clubes nem sabem disso, pois é de admitir que os delegados e os treinadores desses clubes estejam à frente dessas ilegalidades. Por isso, queremos alertar os dirigentes no sentido de se inteirarem sobre aquilo que se passa nos respectivos clubes.

As falsificações de idade e identidade são as mais frequentes, uma prática que, aliás, tem sido comum sobretudo nas camadas de formação (juniores, juvenis, iniciados e escolas). No entanto, Vitor Miguel admite haver falsificação de identidades de atletas seniores (Campeonato da Cidade de Maputo) de várias formas, com o objectivo de ganhar provas injustamente.

Perante este cenário nocivo, o presidente da AFCM defende que serão aplicadas multas às irregularidades já identificadas e terão um prazo para liquidar tal dívida sob pena de serem suspensas das provas em que participam. ´

Para colmatar situações do género, o dirigente incentiva aos clubes a denúncia de mais casos desta natureza.