Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

14.Jan.09

Marta eleita pela terceira vez

COM apenas 22 anos, Marta foi eleita pela terceira vez consecutiva a melhor jogadora do mundo pela FIFA. O anúncio ocorreu nesta segunda-feira, em Zurique, na Suíça, durante o FIFA Gala, a festa organizada pela entidade para premiar os destaques do mundo da bola.

COM apenas 22 anos, Marta foi eleita pela terceira vez consecutiva  a melhor jogadora do mundo pela FIFA
Marta chorou ao receber o troféu. Como no ano passado, a alemã Prinz ficou novamente em segundo e Cristiane, em terceiro.

Marta venceu com facilidade. A brasileira teve 1002 pontos, bem mais que o dobro da segunda colocada Birgit Prinz, que somou 328. A brasileira Cristiane ficou com 275 pontos. A goleira alemã Nadine Angerer ganhou 198 e a inglesa Kelly Smith foi a quinta colocada com 150 pontos. No total, 139 técnicos e capitãs das seleções do mundo votaram na eleição.

- Todo mundo está de parabéns por estar aqui. Todas são vencedoras. É a quinta vez que venho para aqui e a terceira que ganho. Mas sempre parece que é a primeira vez (pausa para Marta começar a chorar). Queria agradecer a Deus, aos meus amigos, companheiros. Estou muito feliz - disse Marta, emocionada.

A brasileira venceu a disputa contra a compatriota Cristiane, as alemãs Angerer e Birgit, e a inglesa Kelly Smith.

O sinal de que Marta seria a grande vencedora poderia ser visto na distribuição das jogadoras no palco durante a apresentação das cinco finalistas. A craque brasileira ficou sentada no meio de todas, no centro das atenções. Era a única com um vestido mais curto.

-Passa tudo pela cabeça na hora. Ver as imagens dos jogos, relembrar tudo é muito emocionante. A gente nunca tem a certeza de que vai ganhar. A gente tem muito chão pela frente. Quero estar aqui outras vezes. Tem espaço para mais lá em casa - disse Marta.

Foi a oitava edição do prémio no feminino. Com a vitória em 2008, Marta iguala-se à alemã Birgit Prinz, também três vezes eleita a melhor do mundo, como a jogadora que mais vezes conquistou o troféu. Prinz venceu de 2003 a 2005 e Marta facturou de 2006 a 2008. Marta ainda disputou o prémio outras duas vezes: a brasileira ficou em terceiro lugar em 2004 e em segundo lugar em 2005.