Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

16.Out.09

MOÇAMBOLA-2009 - Quem descola?

AS emoções do Moçambola regressam este fim-de-semana depois de uma paragem de cerca de quinze dias para dar lugar ao jogo entre os “Mambas” e a Nigéria de qualificação para o CAN e Mundial de 2010.

Luta interessante pela posse do esférico(Luis)
O Desportivo e o Ferroviário de Maputo, o dueto da frente, recebem respectivamente o Atlético e Chingale, enquanto o Costa do Sol, que ainda sonha com o troféu, desloca-se a Nampula, onde se cruzará com os “locomotivas” locais. O Maxaquene, Matchedje, Textáfrica e HCB também actuam dentro de portas recebendo o Ferroviário da Beira, Ferroviário de Nacala, Liga Muçulmana e FC Lichinga.

Esta jornada, portanto a 25ª e penúltimo do Moçambola, reveste-se de grande importância, uma vez que poderá decidir quem permanece nesta maior e mais importante prova futebolística do país.

O Desportivo e o Ferroviário, actuais comandantes com 47 pontos, cruzam-se com adversários aparentemente acessíveis, embora aflitos. O Atlético Muçulmano luta pela sobrevivência e vai, no domingo, fazer tudo por tudo para conseguir pelo menos um empate, embora reconheça que o adversário está embalado rumo ao título. O mesmo acontece com o Chingale que ainda não garantiu a manutenção e tudo fará para pontuar na Machava.

O Costa do Sol, na sua deslocação à Nampula, para além de tentar desfeitear os “locomotivas”, vai jogar de ouvido em Maputo, para ver se consegue colar os comandantes, algo um tanto ou quanto difícil, pois os homens da capital do norte também procuram a manutenção. Vai ser um jogo muito difícil para os “canarinhos”.

O Maxaquene, apesar de jogar em casa, não terá vida facilitada. O Ferroviário da Beira tem sido um osso duro de roer, principalmente fora de casa e já provou que possui uma equipa bastante coesa e bem estruturada.

Quem tem vida fácil é o Matchedje que recebe o já despromovido Ferroviário de Nacala. Os “militares” ainda continuam trémulos, porque a permanência na divisão principal ainda é algo que está por garantir. A HCB, equipa sensação da prova, recebe o aflito FC Lichinga. Este vai ser um daqueles jogos de vida ou de morte para os representantes do Niassa, pois não querem ficar fora do Moçambola no próximo ano, enquanto os pupilos de Mussá já estão a pensar na próxima temporada.

O Textáfrica também continua com as calças na mão. Recebe a Liga Muçulmana. Os “fabris” do planalto de Chimoio têm sido muito aguerridos em casa e desta vez talvez aumentem a pressão, porque caso contrário correm o risco de irem jogar nos “quarteirões” no próximo ano.

Esta jornada, como se pode depreender, poderá provocar mudanças profundas no posicionamento das equipas, principalmente cá no fundo da tabela.

1 comentário

Comentar post