Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

16.Jul.09

Zoran Pesic abandona Maxaquene

O SÉRVIO Zoran Pesic já não é treinador principal do Maxaquene, terminando em menos de um mês uma relação repleta de promessas, como a de que conquistaria o Moçambola ainda na presente época… De acordo com o clube, a rescisão do contrato foi de iniciativa do técnico, que colocou o seu cargo à disposição na última terça-feira evocando razões pessoais.

O SÉRVIO Zoran Pesic já não é treinador principal do Maxaquene
O comando da equipa técnica dos “tricolores” foi então confiado a Zainadine Mulungo, adjunto de vários técnicos que passaram pelo Maxaquene nos últimos tempos (incluindo Pesic e o seu predecessor Litos, português que também se demitiu recentemente).

O ex-atleta terá como adjuntos Alcides Chambal, também preparador físico, e Hélder Cossa, responsável pela preparação dos guarda-redes. A estes a direcção dos actuais sétimos classificados no campeonato nacional de futebol pede que aguentem o que sobra da época.

Zoran Pesic, de 48 anos, foi anunciado há menos de um mês, mais concretamente a 25 de Junho, treinador principal da equipa de futebol do Maxaquene, em substituição do português Litos, que rescindiu o contrato com o clube devido a desentendimentos com os dirigentes. Sobre este técnico, os responsáveis “tricolores” descreveram como a pessoa certa para realizar os objectivos do clube e “com competência para treinar qualquer equipa do topo do futebol mundial”.

Para além de dirigir a equipa principal, o sérvio tinha também por missão orientar o futebol de formação do clube, por forma a integrar, num futuro breve, novos jogadores na equipa sénior.

Na sua primeira intervenção como treinador do Maxaquene, Zoran Pesic afirmara que o seu principal desejo é ser campeão ainda esta época. Contudo, em três jogos que orientou a equipa no “Moçambola” não chegou a conhecer o sabor da vitória, empatando dois e perdendo um, na última jornada, frente ao Ferroviário de Maputo.

O novo treinador do Maxaquene foi jogador no Estrela Vermelha de Belgrado durante 11 anos, tendo actuado também nos campeonatos da Alemanha e Suíça.

Em África, Pesic trabalhou nos últimos anos no Zimbabwe, onde orientou o Dynamos e Amazulu do Zimbabwe. Foi igualmente técnico principal do Inter de Luanda, de Angola, e de equipas sul-africanas da segunda liga.