Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

06.Jan.09

Época 2009 à porta: Desportivo sem Micas regressa ao trabalho


A AUSÊNCIA de Micas na primeira aparição da equipa de futebol do Desportivo de Maputo à Imprensa e adeptos foi, sem dúvida nenhuma, a nota dominante na lista dos 26 jogadores que foi apresentada pela direcção alvi-negra para a próxima época, cujo início está programado para 15 do mês em curso.

Micas andou de águia ao peito durante cinco épocas, teve o pico mais alto da sua carreira em 2006 quando se sagrou, ao serviço do seu clube de sempre o Desportivo campeão nacional, e venceu a Taça Moçambique. Fez parte do quinteto de luxo com Dominguez, Maurício, Josimar e Carlitos, todos já transferidos para outros emblemas. O atleta é assim o último a deixar o ninho da águia, provavelmente para a Liga Muçulmana.

Quanto a reforços, são ao todo seis os já confirmados, a saber: Marcelino (ex-Liga Muçulmana), Alex e César Bento (ex-Estrela Vermelha), Maninho (Benfica de Macúti) e Aníbal (ex-Atlético Muçulmano). Há ainda a ressalvar o nome de Sataca Júnior, um jovem promissor vindo das camadas de formação, que curiosamente é filho de Sataca que jogou na década 80 pelo Maxaquene e que actualmente trabalha no departamento técnico do mesmo clube.

Outra nota vai para a ausência de Cantona que nos últimos dias foi dado como reforço do Desportivo. O facto é que o extremo direito que na última época representou o Ferroviário de Maputo está mesmo a caminho do Desportivo, algo que deverá ficar definido nos próximos dias.

LÁ SE FOI O AMOR&# DE SEMEDO

Artur Semedo sempre fez questão de dizer que Micas é o melhor extremo direito do país. Sempre sublinhou o facto de ser um apreciador de Micas e que por isso pretendia vê-lo na equipa, mas o certo é que em 2009 não trabalhará com o jogador. Mas nem isso entristece Semedo, que disse estar feliz com os jogadores que tem à disposição.

Estou satisfeito com o plantel que tenho. São jogadores jovens e promissores. Vou procurar exponenciar as qualidades de cada um;, frisou.

ESPAÇO PARA MAIS DOIS

O plantel do Desportivo ainda está longe de ser fechado. Pelo menos foi isto que deu a entender Michel Grispos, presidente do Grupo Desportivo de Maputo. Nos próximos dias deverão chegar mais dois reforços para o ataque.

A quase certa saída de Micas fez crescer ainda mais essa possibilidade. No entanto, segundo Michel Grispos, é impossível adiantar nomes já que as negociações ainda decorrem.

O dirigente disse que existem no plantel vários jogadores que irão à experiência e podem se tornar em verdadeiros reforços. Um desses jogadores a experimentar é Leo, que depois de ter tentado a sua sorte no Atlético Muçulmano apalpa agora os ares do ninho da águia. Sublinhe-se que Leo é um médio e teve uma passagem infeliz pelo futebol egípcio e tenta relançar a carreira intramuros.

DUPLA INSEPARÁVEL

Artur Semedo/Ramalho Fumo, o mesmo que dizer unha e carne, é algo inseparável. Tem sido assim desde os tempos em que Semedo esteve no Ferroviário e depois no Maxaquene. Desde então nunca mais se separaram e agora voltam a estar juntos, desta vez, no Desportivo.

ESTÁGIO NA ÁFRICA DO SUL

A África do Sul deverá ser a base alvi-negrapara a preparação da época 2009. Segundo Hassane Jamaldine, Director do Departamento de Futebol, o estágio naquele país vizinho deverá concretizar-se numa data ainda a anunciar, sendo que o Desportivo poderá realizar jogos de controlo frente a equipas locais.

De acordo com o dirigente, a apresentação do plantel acontecerá após o estágio.

Hassane Jamaldine contará com um reforço de peso. Trata-se de Tomás Inguane, que desempenhará a função de gestor do Departamento de Futebol.

Eis a lista dos 26 jogadores já confirmados no plantel do Desportivo: Marcelino, Victor e Jaimito (guarda-redes); Josué, Alex, Mexer, Zainadine Júnior, Emídio, Mayunda e Muandro (defesa); César Bento, Maninho, Inocêncio, Tchitcho, Nelson, Abílio, Imo, Isac e Nelinho e Tchotchó (médios); Bito, Sonito, Aníbal, Binó, Santos e Sataca Júnior (avançados).