Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

09.Out.09

QUALIFICAÇÃO PARA CAN E “MUNDIAL” DE 2010 - Estancar a euforia nigeriana!

OS “Mambas” chegam hoje a Abuja provenientes de Acra, Gana, onde cumpriram um estágio preparativo, desde segunda-feira, para o jogo de amanhã diante da temível formação da Nigéria, a contar para a quinta e penúltima ronda do Grupo B de qualificação para o CAN e “Mundial” de 2010.

 Estancar a euforia nigeriana(Paito)!
Esta tarde, à hora do jogo (17.00 horas locais e 18 de Maputo), a Selecção Nacional vai descer ao majestoso Estádio Nacional de Abuja para testar e adaptar-se ao piso, que nos parece estar bem tratado para grandes embates como é o caso deste.

O objectivo principal é conhecer os cantos da casa alheia, onde os “Mambas” serão chamados amanhã a mostrarem ao público nigeriano que o empate da primeira volta, sem abertura de contagem, no Estádio da Machava, em Maputo, não foi fruto do acaso.

Mart Noiij, certamente, vai tentar ensaiar algumas jogadas corridas e de bola parada para se aperceber para que lado o relvado está “inclinado”! e por onde os jogadores moçambicanos deverão lançar os seus “mísseis” para abaterem as “Super Águias”.

Este, entretanto, será o culminar de um trabalho iniciado segunda-feira em Acra, onde a equipa técnica teve o cuidado de trabalhar em todos os aspectos, incidindo principalmente no ensaio de tácticas que possam travar a possível avalancha atacante dos donos da casa que com o empate de Maputo sentiram o seu orgulho ferido, atendendo o seu estatuto no continente e por que não no mundo?

A anteceder a este último ensaio, já em território nigeriano, onde a batalha será travada amanhã, os “Mambas” refizeram as energias no El Wac Stadium, onde habitualmente treina o Gana, potenciando, em sessões bi-diárias, estratégias que possam permitir que os nigerianos não assumam na totalidade o comando da partida, apesar de se saber que jogam no seu reduto e com tudo a seu favor.

A ideia principal, segundo a equipa técnica, é não deixar que os jogadores mais preponderantes e perigosos desbobinem o seu futebol.

O esquema táctico a ser montado vai potenciar a defensiva, sem, contudo, descurar de questões ofensivas.
Ainda hoje, o “mister” vai conversar com os jogadores como forma de moralizá-los para uma boa prestação, naquilo que igualmente será o prosseguimento do trabalho psicológico.

GIL CARVALHO, em Abuja