Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

06.Jan.10

Arnaldo José Salvado: Morreu um embondeiro da arbitragem nacional



SUBITAMENTE, os desportistas moçambicanos, em particular a tribo do futebol, foram acolhidos, segunda-feira, com a chocante notícia da morte de um dos embondeiros da arbitragem nacional: Arnaldo José Salvado, pai de um dos maiores ícones da classe de treinadores moçambicanos, José Arnaldo Salvado.

Salvado-pai, como era carinhosamente tratado, há muito que não gozava de boa saúde, tendo inclusive chegado a estar em Portugal em tratamento médico. Nos primeiros dias deste novo ano de 2010 a sua saúde se deteriorou, levando-o ao internamento no Hospital Central de Maputo, onde viria a perder a vida na manhã de segunda-feira.

O seu funeral realiza-se hoje, pelas 11.00 horas, no Cemitério de Lhanguene, antecedido de missa de corpo presente na Capela do HCM, às 10.00 horas.

Arnaldo José Salvado, contemporâneo de grandes nomes da arbitragem nacional, como o falecido Freitas Branco, Gil Milando, José Ferreira Garrincha, Issufo Costa, entre outros, notabilizou-se pela sua correcção, alto sentido de responsabilidade e um relacionamento pedagógico com os jogadores, particularmente os das camadas mais jovens, atributos que lhe permitiram granjear extraordinária simpatia junto dos dirigentes, treinadores, atletas e adeptos de futebol.

No plano internacional, Arnaldo Salvado foi o único árbitro moçambicano a marcar presença numa fase final do Campeonato Africano das Nações, facto que sucedeu no CAN de 1982, na Líbia, na qualidade de juiz auxiliar.

Neste momento de luto, não somente os árbitros e o futebol choram esta partida para sempre do grande senhor do apito, como também todos os desportistas moçambicanos, pois as qualidades de Salvado-pai entanto que desportista foram francamente exemplares.

Profundamente chocados com a triste ocorrência, os jornalistas do “Notícias”, que durante vários anos conviveram com Arnaldo Salvado no quotidiano do nosso futebol, apresentam à família enlutada as suas mais sentidas condolências.