Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

20.Jul.09

MOÇAMBOLA 2009: Costa do Sol e Ferroviário “derrapam” no centro

DOIS dos crónicos candidatos a conquistarem o Campeonato Nacional de Futebol (Moçambola), nomeadamente o Costa do Sol e o Ferroviário de Maputo marcaram passo na corrida pelo título ao empatarem frente a HCB (2-2) e Textáfrica (0-0), respectivamente, em desafios realizados ontem a contar para 16ª jornada.

O tanzaniano Victor Costa, tentando livrar-se de Toni II
Tanto “canarinhos” como “locomotivas” jogaram com adversários que têm vindo a demonstrar qualidade ao longo do campeonato, embora para o caso dos “fabris” isso contraste com a modesta posição que ocupam na tabela classificativa.

Os comandados de João Chissano eram os que teoricamente tinham a missão mais espinhosa, visto que a HCB, orientada pelo último técnico a conquistar a prova, Mussá Osman, no ano passado ao leme do barco do Ferroviário de Maputo, está claramente a subir de forma, ocupando a sexta posição.

Já o Ferroviário não foi capaz de desencravar a espinha que tem na garganta desde aquela surpreende desaire da primeira volta ante o Textáfrica, que foi ao Estádio da Machava vencer os campeões nacionais por 2-0.

Quem tirou maior proveito das derrotas do Costa do Sol e o Ferroviário foram a Liga Muçulmana e o Desportivo, que deram um salto qualitativo na classificação.

Os muçulmanos, que já eram líderes, consolidaram este estatuto ao venceram fora o FC Lichinga, por 2-0, enquanto o Desportivo saltou da quarta para a segunda posição ao ganhar ao “lanterna vermelha”, Ferroviário de Nacala, por 1-0, em partida realizada no Estádio 25 de Junho em Nampula. Os comandados de Artur Semedo reagiram de forma categórica ao percalço sofrido na quarta-feira passada ao serem eliminados da Taça de Moçambique.

O Maxaquene, outro crónico candidato ao “título”, regressou às vitórias no Moçambola ao bater em casa o Ferroviário de Nampula, por 1-0. Os “tricolores” puseram fim a um jejum de quatro jogos sem ganhar e subiram na classificação da sétima para a quinta posição graças também ao empate do HCB e às derrotas do FC Lichinga e do Ferroviário da Beira.

Os beirenses perderam no sábado, na abertura da ronda, diante do Atlético Muçulmano por 1-0. Sublinhe-se que o Atlético foi orientado por Danito Nhamposse, que passou a desempenhar as funções de jogador e treinador após as suspensões de Arnaldo Salvado e Garrincha, técnico principal e adjunto, respectivamente.

O Matchedje obteve a vitória mais avolumada da jornada ao superar o Chingale, por 3-1 e passou da nona para a sétima posição.

Na próxima jornada, a 17ª, estão agendados os seguintes jogos: Desportivo-Maxaquene; Fer. de Nampula-Textáfrica; Fer.de Maputo-Matchedje; Chingale-HCB; Costa do Sol-Atlético Muçulmano; Fer. da Beira-FC Lichinga e Liga Muçulmana-Fer. de Nacala.