Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

10.Dez.09

COI deve redistribuir medalhas de Marion Jones


O COMITÉ Olímpico Internacional (COI) deve definir esta semana com quem ficarão as medalhas conquistadas pela norte-americana Marion Jones nas provas de velocidade e de salto nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000.

Segundo informou um integrante da entidade, a premiação, retirada da atleta por conta do escândalo de doping recentemente revelado, será redistribuída.

Marion Jones ganhou a medalha de ouro nos 100m e 200m planos, além do bronze no salto em comprimento.

De acordo com a agência Reuters, o COI está reunido desde ontem para definir e anunciar que as atletas que terminaram nas posições subsequentes durante os Jogos australianos serão novas donas das medalhas.

Nos 200m, a medalha de ouro deverá ficar com Pauline Davis-Thompson, das Bahamas, que terminou com a prata na ocasião. Já no salto em comprimento, o bronze deve acabar nas mãos da quarta classificada Tatyana Kotova, da Rússia.

A dúvida principal é sobre a definição nos 100m planos. Isso porque a medalha de prata na prova em Sidney, Katerina Thanou, da Grécia, não poderá ser favorecida, já que foi punida pelo COI - não se apresentou para os exames antidoping nos Jogos Olímpicos seguintes, em Atenas, na Grécia, e acabou banida também das Olimpíadas de Pequim, na China, em 2008.

Marion Jones também participou na conquista da medalha de ouro nas estafetas dos 4x100m, mas a equipa norte-americana luta para manter a posição junto à Corte Arbitral do Desporto. A velocista foi flagrada no escândalo de doping dos laboratórios Belco, por uso de esteróides. Chegou a ir para a prisão depois de mentir à Justiça.