Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

14.Jan.09

Vamos privilegiar a formação - afirma Felisberto Botão, novo presidente do clube

O NOVO presidente do Ferroviário da Beira, Felisberto Botão, eleito na Assembleia Geral (AG) de sábado passado, garantiu que o seu “staff”, composto maioritariamente pelo elenco anterior que vinha sendo liderado por Geremias Rego (neste mandato passa a desempenhar as funções de relator do Conselho Fiscal), vai apostar em escalões de formação que poderão alimentar os seniores na colectividade.

Campo do Clube Ferroviario da Beira
Botão, que falava momentos depois da sua eleição, com 46 votos, dos 47 sócios activos presentes na AG (um optou pela abstenção), disse que apostando em escalões de formação, o Ferroviário da Beira estaria a rumar para uma independência na altura de contratação de jogadores.

Paralelamente a isso, o novo presidente dos “locomotivas” do “Chiveve” acredita que o seu clube estaria a garantir lugares cimeiros em todas as provas em que estará envolvido, tendo em conta que a cidade da Beira possui um potencial invejável de talentos.

Com efeito, referiu que a formação contínua de técnicos e pessoal auxiliar deverá estar presente para garantir o sucesso almejado. Sendo assim, a contribuição dos sócios, segundo ele, é vital.

Relativamente à temporada 2009, o novo presidente do Ferroviário da Beira não entrou em pormenores, mas disse ser vontade do seu “staff” consolidar os resultados obtidos na época anterior.

Em relação às infra-estruturas, disse estar num passo bastante avançado o projecto de reabilitação do Complexo Desportivo da Beira, que vem sendo discutido pelo Conselho de Administração dos Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM).

Entretanto, Felisberto Botão foi candidato único à presidência do Ferroviário da Beira. Botão foi proposto pela Direcção Executiva dos CFM-Centro. Aliás, o seu “staff” é praticamente composto por membros vindos do patronato. Durante o AG alguns sócios esclareceram que desta vez não sugeriram outras candidaturas sob alegação de que nos últimos anos a sua lista não passava.

Refira-se que o sistema de votação no Clube Ferroviário é aberto (não é secreto) e acontece com a presença de membros seniores da Direcção Executiva dos CFM-Centro.