Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

07.Dez.09

Basquetebol – Liga Nacional Vodacom: Final inédita


INÉDITA, eis como será a final da segunda edição da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, em seniores masculinos.

Frente-a-frente, pela primeira vez, numa competição desta natureza, estarão Maxaquene e Ferroviário da Beira, que na próxima sexta-feira, no Pavilhão dos “tricolores”, iniciam a discussão do título em regime de “play-off” à melhor de três. No sábado, o pavilhão dos desportos da capital sofalense viveu uma noite inolvidável, com a qualificação dos “locomotivas” locais, mercê do triunfo sobre o Desportivo de Maputo pela marca de 76-74, ao cabo de uma partida extremamente renhida e com muitas picardias de permeio.

A história da meia-final entre Desportivo e Ferroviário da Beira tem muito que se lhe diga. No primeiro embate, em Maputo, e quando menos se esperava, a turma do Chiveve ganhou por 86-83, situação que imediatamente deixou expressas as dificuldades que os “alvi-negros” teriam para assegurar a transição para a final, depois de terem sido a melhor equipa da fase regular. No segundo desafio, o Desportivo venceu pela marca de 115-100, remetendo a decisão para um terceiro encontro, desta feita na cidade da Beira.

E foi no sábado que esta partida aconteceu, acabando por se confirmar aquilo que “todo o mundo” conjecturava: a queda da formação que em melhores condições se apresentava para conquistar o título. O basquetebol bem elaborado do Desportivo, com os irmãos Matos (Augusto e Pio Jr.), a par de David Canivete, acabou por se render ao pragmatismo dos beirenses, fortemente apoiados pelo seu público, que no final da contenda protagonizou uma festa bastante rija, venerando os seus jogadores por este feito extraordinário.

A decisão do título contemplará três jogos, caso seja necessário, estando já marcados para sexta, sábado e segunda, este último condicionado a uma possível necessidade de desempate. Recorde-se que o Maxaquene pôs fora da corrida o tetra campeão Ferroviário de Maputo, com derrota (81-87) no primeiro desafio e vitórias nos dois subsequentes por 78-73 e 93-82.