Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

26.Jan.10

“Traçámos como meta a manutenção”



“Traçámos como meta a manutenção”.
Sete anos depois da despromoção do Wane Pone de Inhassoro, a província de Inhambane volta ao convívio dos grandes do futebol moçambicano.

O Vilankulo FC, formação que conquistou a fase regional sul de apuramento para o Moçambola, com um total de 12 pontos, vai disputar esta prova com a manutenção no horizonte.

De acordo com Yassin Amuji, presidente do Vilankulo FC, “vamos encarar o Moçambola com a mesma humildade, responsabilidade e determinação que caracteriza o grupo de trabalho. Queremos assegurar a manutenção neste escalão. Sabemos que não vai ser fácil, mas estamos a envidar esforços no sentido de alcançarmos os nossos objectivos”, disse o dirigente.

Amuji ajuntou ainda que decorrrem, neste momento, contactos com alguns jogadores de equipas da capital, e não só, para reforçarem o Vilankulo. “O Moçambola, como sabemos, é uma prova bastante competitiva. Para que a gente tenha sucesso, é importante formar uma equipa à altura deste certame. Estamos no mercado à procura de alguns reforços indicados pela equipa técnica”, referiu.

O nosso interlocutor frisou, por outro lado, que “não vamos fazer grandes engenharias financeiras porque, na verdade, não estamos em condições de entrar em aventuras. Pretendemos, certo, jogadores que constituam uma mais-valia para a equipa.

“Mas também vamos manter a nossa filosofia que passa por proporcionar aos mesmos uma formação suplementar”, afirmou para, mais adiante, recordar: “ano passado, por exemplo, optámos por proporcionar a alguns jogadores cursos de inglês, para além de terem tirado a carta de condução. Quer dizer, estamos a pensar na formação destes jogadores. No seu futuro”.

Para já, estão asseguradas as contratações de Steven e Mustafá, dois jogadores que ano passado representaram o Maxaquene. “Pensamos que estes jogadores vão constituir uma mais-valia para o nosso clube. É por isso que estão a trabalhar connosco”, indicou.

O jovem presidente revelou que um dos principais objectivos passa pela conclusão das obras do Centro de Estágio de raiz para o Vilankulo FC.

“Este centro de estágio terá acomodação para 40 atletas, campo de treinos, refeitórios, salas de jogos e entretenimento, escritórios para técnicos e directores do clube e casas para os treinadores”, elucidou.

“Sei que há muita expectativa no seio dos adeptos do Vilankulo FC em relação à nossa participação no Moçambola. O público apoiou-nos incondicionalmente, pelo que vamos fazer de tudo para não decepcioná-lo. Desde o primeiro momento, digamos, os adeptos marcaram presença em peso no campo”, reconheceu Yassin Amuji.


Aristides Cavele