Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

04.Nov.08

Cento e cinco mil meticais para cada atleta

CENTO e cinco mil meticais foi o valor que cada uma das atletas integrantes da Selecção Feminina de Basquetebol de Sub-18, que conquistou bronze no último Campeonato Africano, realizado recentemente na cidade de Túnis, na Tunísia, recebeu como prémio.

Selecção Feminina de Basquetebol de Sub-18
O montante corresponde a 70 por cento dos 150 mil meticais que o Governo, através do Regulamento de Premiação Desportiva, definiu para o terceiro lugar num Campeonato de Africano de Nações. Esta percentagem é atribuída às selecções de formação.

David Simango lamentou o facto de a selecção não ter conseguido o almejado segundo lugar, que daria direito à participação no “Mundial” da categoria, mas realçou que o feito conseguido era de louvar, apelando às atletas para que continuassem a trabalhar, pois demonstraram que têm potencial.

“As selecções de básquete feminino já nos habituaram a isto. Tenho certeza que o básquete feminino em África tem algo a dizer no futuro. Sei que vocês são capazes, tentaram e não conseguiram. A selecção feminina de seniores também tentou e não conseguiu e tenho estado a ver que o problema é psicológico, pois quando chega a hora da verdade não conseguem superar o nervosismo. O desafio que coloco aos treinadores é que arranjem um “curandeiro” para acabar com o nervosismo nas atletas”, disse em tom de ironia, Simango.

A “capitã” da equipa, Cecília Saiene, destacou o esforço que os técnicos despenderam para a conquista do bronze, e convidou aos praticantes do desporto para que não parem de se esforçar, pois os melhores resultados só são alcançados com muita dedicação e perseverança.