Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

24.Fev.09

Moçambola-2009 abre em Tete

Ministro Fernando Sumbana premiando o melhor marcador Luís (C. BILA)
O CAMPEONATO Nacional de Futebol da época 2009 conhecerá o seu pontapé de saída na cidade de Tete, no próximo dia 7 de Março, tendo como protagonistas da partida inaugural as formações do Chingale e do Maxaquene.

O sorteio da prova, havido sábado à noite, na capital do país, no decorrer da gala de estrelas promovida pela Liga Moçambicana de Futebol, colocou o campeão Ferroviário de Maputo a iniciar a defesa do título no Estádio da Machava, diante do seu homónimo de Nampula.

Numa cerimónia bastante concorrida e na qual estiveram o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana, e o presidente do Município de Maputo, David Simango, o momento mais espectacular e revestido de solenidade e particular atenção foi exactamente aquele que ditou o escalonamento dos jogos para as 26 jornadas do campeonato, com Chingale e Maxaquene a encontrarem-se novamente em Tete, na primeira jornada e no desafio escolhido para a inauguração do Moçambola-2009.

Para além deste embate, destaque igualmente para o facto de o Ferroviário de Maputo receber o Ferroviário de Nampula, enquanto o Costa do Sol se reencontra com o Textáfrica, desta vez em Maputo. Outros encontros são: Ferroviário da Beira-Matchedje, Liga Muçulmana-HCB do Songo, Ferroviário de Nacala-Atlético Muçulmano e Desportivo-FC Lichinga.

Entretanto, pode dizer-se que o campeonato começará praticamente com um “derby”, pois na segunda jornada teremos o Maxaquene-Ferroviário de Maputo, ao qual se juntará o encontro entre os rivais Atlético Muçulmano e Liga Muçulmana.

Do Moçambhola-2008, foram premiados o ponta-de-lança Luís, melhor marcador com 15 golos (100 mi meticais); Muhamad, guarda-redes menos batido (100 mil); Faife, jogador mais popular (50 mil); Ruben, jogador mais valioso (50 mil), Estêvão Matsinhe, árbitro mais regular (50 mil) e Ferroviário de Nampula, equipa “fair play” (50 mil).