Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

22.Set.09

“Provinciais” de Futebol: Académica virtual campeã

A ACADÉMICA conquistou no último sábado o Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo ao vencer o 1º de Maio por 2-0, em partida da 17ª e penúltima jornada.

A ACADÉMICA, despromovida do último Moçambola
Assim, os “estudantes” arrumaram com questão do título quando falta um jornada para o final da prova, visto que com este triunfo ficaram com 39 pontos, mais quatro que o Mahafil e seis que o 1º de Maio, e por isso já não podem se alcançado na liderança.

A Académica ganhou direito a disputar a “poule” de acesso ao Moçambola 2010. Para regressarem à mais importante prova futebolística do país, os “estudantes” mediação forças com o Clube da Manhiça e Chibuto FC, campeões das províncias de Maputo e Gaza, respectivamente. Ainda falta apurar o representante da província de Inhambane, sendo que o Vilankulos está bem lançado para conquistar garantir presença na* “poule”.

Quem aproveitou o do “desaire” do 1º de Maio foi o Mahafil que após o triunfo sobre o Cape-Cape, por 1-0, ascendeu ao segundo lugar.

O Estrela Vermelha, que em princípio era tido com um dos potenciais candidatos a conquistar o título está a fazer um final de campeonato excelente. É que depois de ter passado mais de metade muitos furos abaixo seu real valor, já não perde a cinco jogos e nesta ronda obteve a vitória mais desnivelada da ronda sobre o União FC, por 4-0.

Noutros embates entre equipas que lutam para fugir aos últimos lugares, as Águias Especiais venceram o Beira-Mar por 2-1, enquanto o Zixaxa e Nova Aliança empataram a uma bola.

CONSAGRAÇÃO ADIADA EM INHAMBANE

O Vilakulo FC viu adiada a sua consagração como campeão da província de Inhambane ao perder com o Ferroviário de Inhambane, por 0-1, em partida da 11º jornada.

O Vilankulo FC soma 43 pontos mais três que os “locomotivas”, que ainda sonham com o título, quando faltam duas jornadas para o final.

O Centro Juvenil venceu o Nova Aliança da Maxixe por 3-0, enquanto a Massinga FC ganhou sem jogar por desistência da Liga Muçulmana. O mesmo cenário assistiu-se no encontro entre Temusa Costa do Sol da Massinga e Arsenal de Chicuque com a primeira equipa a ganhar por falta de comparência. O Palmeiras de Chilacua por sua vez, consolidou a terceira posição ao venceu o Vitoria de Guinjanta, por 3-0.

A ponta final do “provincial” **de Inhambane continua a ser caracterizada por faltas de comparência e desistências. A Liga Muçulmana da Maxixe retirou-se semana passada devido a motivos financeiros.

Na jornada anterior, o jogo entre o Nova Aliança da Maxixe e Ferroviário de Inhambane, dois tradicionais do futebol em Inhambane, por falta de dinheiro para pagar os árbitros. A equipa de arbitragem apitou a primeira não voltou para a segunda metade porque o Nova Aliança da Maxixe, que jogava em casa, não dispunha o valor necessário para pagar os árbitros. Sublinhe-se, que a formação da Maxixe vem acumulando dívidas com os árbitros desde ano passado Quem saiu a ganhar foi o Ferroviário de Inhambane que venceu, por 3-0 na primeira parte.