Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

centro de documentação e informação desportiva de moçambique

Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo

07.Out.09

No “provincial” da Zambézia: Fer. Quelimane acusado de uso irregular dum atleta

O CLUBE 1º de Maio de Quelimane apresentou sexta-feira um recurso à Federação Moçambicana de Futebol (FMF), acusando o Ferroviário de Quelimane de usar indevidamente o atleta Sitoe Marcelino Norberto Cachewa no Campeonato Provincial da Zambézia, que terminou recentemente e foi ganho pelos “locomotivas”.

Uma vez provado culpado, o Ferroviário de Quelimane pode perder o título de campeão provincial a favor do 1º de Maio, que ficou em segundo lugar na classificação final.

Sitoe é acusado de usar a identificação do seu irmão mais novo, Merino Marcelino Norberto Cachewa, que o Clube 1º de Maio de Quelimane considera seu jogador.

É um caso que despoletou nas vésperas da conclusão do campeonato, tendo o Clube 1º de Maio de Quelimane endereçado uma exposição de denúncia à Associação Provincial de Futebol da Zambézia (APFZ) no dia 9 de Setembro último.

A APFZ reuniu-se na tarde do dia 12 de Setembro para analisar o documento, tendo-o considerado improcedente através de uma deliberação tornada público no dia 21 do mesmo mês.

Com este desfecho, o 1º de Maio viu-se obrigado a remeter o recurso à FMF, processo que deu entrada sexta-feira, aguardando pela devida apreciação pelo Conselho Jurisdicional da instituição que gere o futebol nacional.

O 1º Maio de Quelimane apresentou documentação que fundamenta a má inscrição do atleta Sitoe e algumas fichas de jogo em que ele utiliza o nome do seu irmão mais novo, tendo lamentado a indiferença da APFZ perante os factos que considera de verídicos por serem acompanhados de provas que juntou ao processo, incluindo o seu registo escolar.

Aliás, Sitoe está, segundo os documentos apresentados na denúncia pelo 1º de Maio, inscrito na APFZ com um talão do Bilhete de Identidade que ostenta o nome, data, mês e ano de nascimento do irmão mais novo. Ou seja, é acusado de utilizar a mesma ficha de inscrição de Merino.

Contudo, o Conselho Jurisdicional (CJ) da APFZ aponta, na sua deliberação, que o 1º de Maio juntou os documentos pertinentes que atestam a rasura da cópia do talão do Bilhete de Identidade, no qual consta que foi igualmente substituído o nome Merino pelo Sitoe.

O CJ refere ainda, na sua deliberação, que fez diligências junto dos Clubes 1º de Maio e Ferroviário de Quelimane para recolher mais detalhes sobre o jogador Merino Marcelino Norberto Cachewa tendo resumidamente apurado que este jogador pertence aos “locomotivas” da capital provincial da Zambézia desde 2001, conforme ficha de inscrição existente na APFZ.

Aquele órgão deliberativo apurou igualmente que não existe nenhum documento de identificação com o nome Sitoe Marcelino Norberto Cachewa, mas sim um talão de BI com aquele nome falsificado.

Contudo, caberá ao Conselho Jurisdicional da FMF apurar a veracidade perante os factos apresentados pelo 1º de Maio e a APFZ nos próximos dias.

De salientar que o 1º de Maio ficou em segunda lugar no “Provincial” ora findo com 35 pontos, menos cinco que o Ferroviário de Quelimane.

1 comentário

Comentar post