Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 20 DE Fevereiro 2017

 

A União Desportiva do Songo foi na noite de sábado afastada da Taça CAF ao perder, no estádio nacional do Zimpeto, por 1-0, diante do Platinum Stars da África do Sul em jogo da segunda mão da pré-eliminatória de qualificação a fase de grupos.


A equipa sul-africana segue em frente com um agregado de 2-0, depois de na primeira mão ter ganhado por 1-0. O único golo do encontro foi apontado por Mabena aos 80 minutos, numa altura em que a UD do Songo procurava chegar o 1-0 e empatar a eliminatória.


A estreia da equipa treinada por Chiquinho Conde nas competições africanas termina da pior forma.


Domingo será a vez do Ferroviário da Beira defrontar o Zimamoto FC de Zanzibar na segunda mão da Liga dos Campeões Africanos. Os locomotivas têm a missão de anular a desvantagem de 2-1.
Álvaro da Costa, Maputo
 
 
Fonte:Abola
publicado por Vaxko Zakarias às 13:30
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Quarta-feira, 08 DE Abril 2015

valy.png

 

O FERROVIARIO da Beira recebeu e venceu no último domingo no seu campo principal a formação do AS Vitta, da RD do Congo, por 1-0 em jogo pontuável para 2.ª mão da Taça das Confederações Africanas de Futebol, resultado insuficiente para o combinado moçambicano seguir em frente na prova. Mesmo assim, houve alguma festa na capital provincial de Sofala.

 

A turma beirense, que era único sobrevivente moçambicano nas Afrotaças, ficou por terra com um agregado final de 1-3. Apesar da desqualificação dos “locomotivas” do Chiveve, os adeptos não deixaram de festejar a vitória diante de um colosso do futebol africano que se chama AS Vitta. O “caldeirão” registou um ambiente de verdadeira festa, no último domingo desde o tempo da entrada ao recinto do jogo até à saída, o público presente, que quase lotou a capacidade do campo, mostrava o seu calor humano e expectativas em relação ao encontro algo transmitido não só por palavras, mas também em vestes rigorosas e semblantes de felicidades. No final do encontro a nossa Reportagem colheu o sentimento de algumas pessoas que estiveram presentes no campo.

 

A SORTE FOI MADRASTA – afirma Valy Ramadane, técnico-adjunto dos “locomotivas”

 

Foi um bom jogo, em que durante os noventa minutos foi dividido. Entrámos de rompante nos primeiros 30 minutos e depois caímos, criámos oportunidades claras do golo, mas não soubemos aproveitar. Poderíamos marcar mais golos, mas nos faltou sorte. Na segunda metade operámos algumas substituições que resultaram naquele que foi o único golo da partida. Ficámos por terra, mas de cabeça erguida e com dignidade. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance, mas não conseguimos. Agora é levantar a cabeça e pensar no “Moçambola’’- explicou Valy Ramadane.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:37
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

florent.png

 

Era do nosso conhecimento que iríamos enfrentar muitas dificuldades aqui na Beira, porque o Ferroviário queria se redimir da derrota que sofreu em Kinshasa. Não nos deixou a jogar e dou os meus parabéns. Conseguimos atingir o nosso objectivo, que era de passar a eliminatória, mas isso resultou da entrega e dedicação dos meus jogadores. Agora nos resta treinar e esperar o próximo adversário”, referiu o treinador do AS Vitta. 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

valdemar.png

 

Foi um jogo em que confirmámos a nossa maturidade, porque não foi tarefa fácil suplantar esta equipa, que é um dos colossos do futebol africano. Criámos imensas oportunidades de golo que não soubemos aproveitar devido à ineficácia dos nossos avançados.

 

Notei que em algum momento os jogadores perdiam concentração porque já estavam nervosos. Os números que trazíamos de três a zero eram demasiados. Se fosse um ou dois teríamos uma palavra a dizer. Por agora já é pensar no objectivo de atacar o “Moçambola”, mãos no ar e vamos trabalhar” - prometeu o presidente do Ferroviário da Beira.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:24
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Segunda-feira, 16 DE Março 2015

NOT03162015P39-3.gif

 

 

O FERROVIÁRIO da Beira comprometeu o apuramento à segunda eliminatória e última de acesso à fase de grupos da Taça CAF ao perder, ontem, por 3-0, com o AS Vitta Club da República Democrática do Congo em jogo da primeira “mão” da primeira eliminatória.

 

A equipa moçambicana sofreu um golo na primeira parte, nos primeiros segundos, e os outros dois na segunda. O 2-0 nasceu da marca da grande penalidade quando o jogo estava equilibrado, sendo que a decisão do árbitro gerou protestos da turma beirense que não queria acreditar que o juiz da partida, proveniente do Ruanda, tivesse assinalado mão de um defensor beirense.

 

O certo é que a derrota por 2-0 deixa a turma “locomotiva” em maus lençóis para chegar à próxima etapa. Dentro de 15 dias, na Beira, será preciso que os pupilos de Lucas Barrarijo anulem esta desvantagem, uma missão que se antevê árdua, a avaliar pelo nível da equipa congolesa.

 

Contudo, a jogar em casa nada está perdido, até porque o vencedor da Taça de Moçambique mostrou ter plantel com capacidade para dar a volta por cima.

 

Refira-se que esta partida esteve interrompida por mais de 10 minutos devido à invasão do campo dos adeptos do AS Vitta em protestos contra as decisões do árbitro. Foi preciso a intervenção da Polícia para que tudo voltasse à normalidade. A turma da RD Congo corre sérios riscos de sofrer uma dura sanção do corpo disciplinar da Confederação Africana de Futebol (CAF). 

 

Essa paragem fez com que o árbitro concedesse 15 minutos de compensação, período em que o AS Vitta fez o terceiro e último golo. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:52
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Segunda-feira, 02 DE Março 2015

 

BEIRA.png

 

FERROVIÁRIO da Beira transitou ontem para a primeira eliminatória da Taça CAF em futebol ao vencer no jogo da segunda “mão” da pré-eliminatória a equipa do Petit Revière das Maurícias por 5-2, depois de ter igualmente vencido no terreno deste por 2-1 há sensivelmente 15 dias.

 

 

Depois de transpor este obstáculo, os “locomotivas” da capital de Sofala vão medir forças com a equipa da AS Vita da RD Congo naquilo que será um verdadeiro teste, pois os congoleses fazem parte da elite futebolística africana.

 

No jogo de ontem os beirenses mostram mais uma vez a sua raça diante de um adversário tecnicamente fraco e sem argumentos suficientes para contrapor o fulgor dos treinados de Lucas Bararijo desde o princípio até ao fim.

 

O Ferroviário entrou praticamente a marcar, pois aos dois minutos o “capitão” Maninho fez o 1-0 na conclusão de uma bela jogada que terminou com um cruzamento do lateral direito Elísio para o “coração” da pequena área, onde apareceu com grande sentido de oportunismo o jogador “locomotiva” a dar o gosto ao pé.

 

Seguidamente, o atacante moçambicano Nelito tirou um adversário da jogada, mas o seu remate foi defendido com classe pelo guardião visitante para canto, que não resultou.

 

Aos 17 minutos e numa jogada genial, Gildo desferiu um portentoso remate que foi devolvido pela barra transversal. Até ao minuto 30 só dava Ferroviário da Beira, embora os mauricianos tentassem, de vez em quando, chegar à baliza contrária, mas sem muito perigo.

 

O segundo golo dos beirenses aconteceu aos 39 minutos. Jogada bem idealizada a partir da defensiva, passando pelo meio-campo e que na dianteira encontrou mais uma vez o génio do “capitão” Maninho em combinação com Nelito, este que por sua vez serviu Edson para fazer o 2-0.

 

Quando se pensava que este resultado, de 2-0, levaria as duas equipas ao intervalo, eis que a equipa do Petit, numa jogada de insistência, reduz para 2-1 através de Calambe.

 

Depois do intervalo as duas equipas entraram para o segundo período com a mesma disposição táctica. Numa jogada também de efeito laboratorial, Maninho voltou a estar em voga aos 48 minutos com um cruzamento para dentro da área em que colocou Nelito em luta com um contrário que, na tentativa de desviar a bola para canto, introduziu-a na sua própria baliza para 3-1.

 

O quarto golo dos “locomotivas” da Beira surgiu aos 70 minutos. O “capitão” Maninho novamente esteve na cena. Tabelou com perfeição com Nelito e este mandou para Reinildo, que apenas teve a missão de empurrar a bola para o 4-1, para o gáudio dos locais.

 

A festa “locomotiva” ainda não tinha acabado. Foi assim que aos 79 minutos Maninho volta a dar o gosto ao pé, marcando o quinto golo da sua equipa, deixando o guardião visitante Louis Romaro, que instante antes entrou a substituir o seu colega (lesionado), José Marie, sem hipóteses para a defesa.

 

Já quase ao “apagar das luzes” o Petit conseguiu marcar mais um golo, novamente através de Calambe, numa jogada aparentemente inofensiva, fixando o resultado em 5-2.

 

Quanto à equipa de arbitragem do Quénia, não há nada a realçar uma vez que não teve problemas no ajuizamento da partida.

 

FICHA TÉCNICA

ARBITRAGEM(proveniente do Quénia): Nelson Emile Fred, auxiliado por Steve Marie, Gilbert Lista e Alliter Barra.

FERROVIÁRIO DA BEIRA: Willard; Elísio, Cufa, Mambucho, Edson; Reinildo (Jacob), Paito (Tchitcho), Fabrice, Gildo; Nelito e Maninho (Dayo).

PETIT REVIÊRE: José Marie (Romaro); Bazerke, Paxate (Manqueth), Mabote, Tarejeau; Lew (Hangley), Calambe, Louis, George; Pierre e Hollingui.

Amarelospara Cufa, do Ferroviário da Beira, e Louis, do Petit Reviere das Maurícias.

 

 ANTÓNIO JANEIRO

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:50
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Segunda-feira, 20 DE Maio 2013
A LIGA Muçulmana perdeu, na tarde de ontem, em Lubumbashi, cidade da Rep.Democrática do Congo, com o TP Mazembe, por 4-0-, em jogo da primeira “mão” da segunda e última eliminatória de acesso a fase de grupos da Taça CAF. Ao intervalo, a Liga perdia por 2-0 e na etapa voltou a sofrer o mesmo número de golos.



Dentro de 15 dias, sensivelmente, a Liga procurará virar a eliminatória, uma missão espinhosa, na medida em que precisa de vencer por uma diferença de cinco golos ou, no mínimo, igualar a eliminatória, levando a decisão para os penaltes.

Na segunda “mão”, a Liga não poderá contar com os préstimos de Josimar. O médio viu o segundo cartão amarelo na competição e terá que cumprir um jogo de castigo.

Refira-se que a Liga tem sido muito forte a jogar em casa e já virou uma eliminatória, nesta prova, que parecia perdida ao seu favor. Depois de ter sido derrotada na Nigéria pelo Lobi Stars, por 3-1, venceu no seu campo, por 7-1. Litos e seus pupilos podem se agarrar desse feito brilhante para encararem o jogo da segunda “mão” com muita fé.


Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Quinta-feira, 16 DE Maio 2013

A LIGA Muçulmana adiou, para amanhã, a partida para Lubumbashi, cidade da República Democrática do Congo. A direcção da colectividade optou por alterar a partida para aquela cidade africana, prevista para ontem, por temer o mau comportamento dos adeptos do TP Mazembe, equipa que no domingo defronta, a partir das 15.30 horas, em jogo da primeira “mão” da última eliminatória de acesso aos grupos da Taça CAF.

 

Com esta mudança, a direcção da Liga acredita que poupará os jogadores da pressão (a roçar a violência) dos fanáticos apoiantes do TP Mazembe, na medida em que ficará menos dias em Lubumbashi. Chega ainda amanhã, sexta-feira, para sábado realizar o habitual treino de adaptação ao relvado do Estádio La Kenya.

 

 

De acordo com Rafik Sidat, presidente da Liga, antes de tomar a decisão da alteração do dia da partida de quarta (ontem) para sexta-feira (amanhã) houve contactos com a direcção do Orlando Pirates no sentido de perceber sobre as condições logísticas a encontrar em Lubumbashi.

 

A apreciação feita pelo campeão sul-africano no aspecto logístico no hotel e até dentro do campo foi das piores. Segundo o presidente da Liga, o treinador do Orlando Pirates, Orlando Sá, conta ter havido uma invasão ao hotel onde os jogadores da equipa sul-africana estavam hospedados. Terão sido alvo de ataques verbais que visavam intimidar os atletas.

 

 

Por aquilo que ouvi do treinador do Orlando Pirates, Orlando Sá, percebi que os nossos jogadores não iam aguentar com a pressão. Para procurar minimizar os maus bocados que já estou a prever que iremos passar, fizemos de tudo para conseguirmos um voo na sexta-feira e ainda bem que o conseguimos”.

 

 

Refira-se que o Orlando Pirates eliminou o TP Mazembe da Liga dos Campeões Africanos na derradeira fase de qualificação à etapa de grupos e passou por momentos amargos em Lubumbashi, acontecimento que levou a Federação Sul-Africana de Futebol (ASAFA) a endereçar à CAF uma queixa contra o mau comportamento dos adeptos do TP Mazembe, bem como aspectos ligados à arbitragem.

 

 

Com a mudança da data da viagem, a Liga realiza hoje a última sessão de treino no seu campo, depois de ontem ter-se preparado no mesmo recinto.
Fonte:Jornal noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:06
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Quarta-feira, 15 DE Maio 2013

A LIGA Muçulmana parte hoje para Lubumbashi, República Democrática do Congo, onde no próximo domingo, defronta o TP Mazembe em partida da primeira “mão” da terceira e última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça CAF.

 

Ainda hoje a Liga deve desembarcar na RD Congo para amanhã realizar a primeira sessão de treino além-fronteiras. Dada a proximidade das eliminatórias da Taça CAF, a equipa moçambicana teve pouco tempo para preparar este jogo. Aliás, só ontem é que Litos deu início à preparação, visto que a Liga jogou domingo na Beira com o Estrela Vermelha para o Moçambola.

 

 

Assim sendo, é na capital congolesa onde a equipa “muçulmana” vai ter mais tempo para preparar o primeiro desafio com o TP Mazembe, mas sem dois dos habituais titulares. O guarda-redes Caio e o médio ofensivo Josimar, a cumprirem castigo, não vão jogar. Ambos viram o segundo cartão amarelo na eliminatória anterior frente ao Wydad Casablanca de Marrocos. Vão assim cumprir um jogo de castigo pelo que estarão disponíveis na segunda “mão”, em Maputo. O avançado Zicco ainda a recuperar de lesão vai também falhar o embate de domingo.

 

 

De resto, todo o plantel estará disponível, sendo de salientar o regresso de Miro, após ter cumprido um jogo de suspensão, na partida frente ao Wydad Casablanca.

 

 

A adaptação ao relvado do Estádio de la Kenya com capacidade para 35 mil espectadores, também conhecido como o “tout puissant” (todo-poderoso), será na sexta-feira.

 

 

Para chegar a esta fase, a Liga deixou pelo caminho o Wydad Casablanca, enquanto o TP Mazembe foi relegado da Liga dos Campeões para a Taça CAF ao ser eliminado pelo Orlando Pirates, da África do Sul.A equipa de arbitragem provém do Ruanda. O árbitro será Hudu Manyemana e será coadjuvado por Ndagimana Theoge e Simba Onore. O quarto árbitro é Hakizamana Louis.

 

 

O comissário da CAF é da vizinha África do Sul e dá pelo nome de Ian Mcleod.Nesta última eliminatória, a CAF reforçou o controlo do jogo dentro das quatro linhas e para tal nomeou um inspector gabonês, Pierre Alain, que trabalhará em estreita coordenação com o comissário da CAF.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:05
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

LITOS, treinador da Liga Muçulmana, espera dificuldades na eliminatória frente ao TP Mazembe, particularmente no jogo que a sua equipa irá efectuar no solo congolês.

 

 

O técnico aponta a arbitragem como uma das principais adversidades que a sua equipa terá pela frente no jogo da primeira “mão”, no qual o TP Mazembe jogará na condição de anfitrião.

 

 

O curriculum do TP Mazembe é impressionante. É uma grande equipa. Nesta primeira “mão” teremos muitas dificuldades, a começar pela arbitragem. É só olhar para o que viveu recentemente o Orlando Pirates”, vincou.

 

 

Litos resfriou dizendo que a Liga tem o jogo da segunda “mão” em casa, no qual pode tentar contrariar tudo o que poderá acontecer no Congo.

 

 

Teremos de ter muitas cautelas para passar esta eliminatória. A nossa estratégia será a habitual, que será tentar marcar em casa do adversário. Marcámos em todos os jogos fora, espero que continuemos assim”, realçou, ajuntando que os jogadores têm de estar preparados para uma arbitragem tendenciosa em casa do TP Mazembe”.

 

 

O técnico português foi mais longe acentuando que irá encarar a eliminatória, particularmente o jogo da primeira “mão”, com muito cuidado e com uma boa postura defensiva, sem descurar de ter a bola e atacar a baliza contrária, pois essa é a forma de jogar que a sua equipa nunca abdicou.

 

 

Com atitude, apesar do poderio do TP Mazembe penso que podemos passar para a fase de grupos, que é o osso principal objectivo. Mas não temos boas recordações das viagens que fizemos à Nigéria e Marrocos, onde fomos claramente prejudicados pela arbitragem”, finalizou.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:59
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO