Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 25 DE Outubro 2011
logo do textil

 

 

FOI, de facto, um verdadeiro “show” dado pelo Têxtil do Púnguè diante do seu adversário, o Vila Pita, que culminou com uma goleada que até poderia ter sido bem gorda caso todas as oportunidades criadas tivessem sido aproveitadas da melhor forma, embora Brean Dean tenha sido o obreiro do jogo ao apontar quatro dos cinco golos.

 

Saiu o representante da Zambézia, mas acabou sendo o conjunto da Beira que se aproveitou da melhor maneira criando desde logo grandes oportunidades de golo, tendo Brean Dean, aos cinco minutos, aberto o caminho da goleada, com um toque subtil que deixou o guardião local sem hipótese para defesa, depois de uma defesa incompleta deste.

 

 

Sete minutos depois, os “fabris” poderiam ter dilatado o marcador, mas o atacante Quimbo tirou mal as medidas no seu “chapéu” ao guardião visitante depois de ter estado isolado na conclusão de uma jogada de contra-ataque dos locais.

 

 

A partir do minuto 20, o Vila Pita equilibrou os acontecimentos em campo, mas nunca chegou a constituir perigo junto à baliza contrária, acabando por serem os beirenses a comandar novamente as quatro linhas desperdiçando muitas oportunidades de golo, redimindo-se apenas aos 37 minutos novamente por Brean Dean que, fora da área, obteve um golo de se lhe tirar “chapéu”, tendo Quimbo aumentado a vantagem para 3-0 aos 43 minutos, resultado com que terminou a primeira parte.

 

 

No reatamento, os visitantes tiveram uma reacção oportuna e aos 57 minutos reduziram para 3-1 por intermédio de Tete que se aproveitou da melhor forma da desatenção da defensiva contrária.

 

 

Como era tarde de inspiração para os beirenses, numa jogada bem elaborada, Brean Bean fez o “hat-trick” aos 70 minutos para cinco minutos mais tarde Luís fixar o resultado em 5-1 numa partida em que, como dissemos, ficaram ainda muitos golos por marcar por parte dos “fabris” perante um adversário que não teve uma reacção à altura dos donos de casa.

O juiz Arão Júnior e seus pares tiveram bom desempenho.

 

 

FICHA TÉCNICA:


ÁRBITROS: Arão Júnior, auxiliado por Adão Chitache e Baltazar Hilário. Salvador Cumbe foi o quarto.

 

TÊXTIL: Puma, Chime, Nando, Maninho, Belito, Betinho (Bruno), Nuro, Luís (César), Best, Brean Dean e Quimbo.

 

VILA PITA: Sitoe, Inusso (Mussa), Pica, Vabure, Michael, Sergito, Tete, Lelo (Madé), Onélio, Bebé e Jerry.

  • Daniel Robinsone
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:00
 O que é? |  O que é? | favorito

ZONA SUL

 


Djuba FC–Estrela (0-1)

Chibuto–AD Maxixe (1-0)

 


                                        J      V     E     D     B     P

CHIBUTO                     5      3      2      0      3-0   11

Estrela                           5      3      1      1      7-1   10

AD Maxixe                    5      1      2      2      3-4   5

Djuba FC                      5      0      1      4      1-9   1

Próxima Jornada: Estrela-AD Maxixe e Chibuto-Djuba FC

 



ZONA CENTRO

 


Textáfrica-Desportivo de Tete (0-1)

Têxtil do Púnguè-Vila Pita (5-1)

 


                                        J      V     E     D     B        P

TÊXTIL                         4      3      0      1      10-2   9

Desp. Tete                      5      2      1      2      1-6    7

Textáfrica                      5      2      0      3      3-4    6

Vila Pita                        4      1      1      2      3-7    4

Próxima Jornada: Desp. de Tete-Vila Pita e Têxtil-Textáfrica


ZONA NORTE

Águias-Fer. de Pemba (2-1)

Desp. de Nacala-Fer. de Nacala (1-1)

 

 


                                        J      V     E     D     B     P

ÁGUIAS                        5      2      1      2      6-6   7

Fer. Nacala                   5      2      1      2      5-5   7

Fer. Pemba                   5      2      1      2      3-3   7

Desp. de Nacala           5      1      3      1      2-3   6

Próxima Jornada: Fer. de Pemba-Fer. de Nacala e Desp. de Nacala-Águias

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Têxtil do Púnguè

O TÊXTIL, que sábado goleou Vila Pita de Quelimane, por 5-1, pode festejar a transição ao Moçambola-2012 esta tarde, no Chimoio, na recepção a este mesmo adversário, para a conclusão da partida referente à primeira volta interrompida a 10 minutos do fim devido aos desacatos ocorridos no campo do Ferroviário de Quelimane, palco do embate.

 

O jogo estava empatado a um golo quando o árbitro da partida ordenou a interrupção face aos ânimos dos adeptos que foram transportados para o rectângulo do jogo. Se se mantiver o empate, os “fabris” ficarão com 10 pontos, mais três que o Desportivo de Tete, o qual golearam na ronda inaugural, por 4-0. Isto significa que mesmo saindo derrotados na jornada de encerramento diante do Textáfrica, já fora da corrida, e o Desportivo de Tete vença Vila Pita, os “fabris” da Manga manter-se-ão impunes porque tirarão vantagem no confronto directo.

 

Os “fabris” da Manga perderam com os tetenses nesta segunda volta, por 1-0, resultado que não lhes pode retirar a vantagem fortalecida também pelo melhor “goal-average”.

 

 

A quinta e penúltima jornada tiveram desfechos favoráveis para uns e prejudiciais para outros, sobretudo os que desde o início se apresentavam como fortes concorrentes à transição.

 

 

Próximo da transição está igualmente o Chibuto, que deu mais um passo significativo ao vencer, em casa, a Associação Desportiva da Maxixe, por 1-0. E pode fazer a festa no fim-de-semana, em casa, na recepção ao Djuba FC.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 18 DE Outubro 2011
Associação Desportiva da Maxixe

O CHIBUTO deu um golpe de mestre ao Estrela Vermelha na sua viagem ao Maputo, domingo, para o embate entre estes que se apresentam como principais candidatos à transição ao Moçambola-2012 a nível da zona sul.

 

Chibuto derrotou os “alaranjados” por uma bola sem resposta e por via deste triunfo afastou-lhes do comando, agora nas suas “mãos”, quando faltam duas jornadas para o término da fase de apuramento para o Moçambola-2012.

 

 

A Associação Desportiva da Maxixe, que era tida como uma das fortes concorrentes para a prova máxima do futebol moçambicano, perdeu a oportunidade de dar um salto qualitativo ao admitir, no seu reduto, um empate a um golo diante do Djuba FC.

 

 

Bem aberta está a disputa pela transição na zona centro depois do desfecho infeliz consentido pelos principais candidatos, nomeadamente o Têxtil e o Textáfrica. Os “fabris” da Manga foram a Tete perder com o Desportivo por uma bola sem resposta, o mesmo resultado que os “fabris” do planalto consentiram na sua viagem a Quelimane ao encontro do Vila Pita.

 

 

A próxima jornada ditará em que contas ficam o Têxtil e Textáfrica, atendendo que as possibilidades são neste momento partilhadas com os restantes concorrentes. Por enquanto, o Têxtil lidera com a vantagem de um ponto sobre o Textáfrica.

 

 

Cenário semelhante vive-se na zona norte. Apesar de o Desportivo de Nacala ter cedido o comando ao Ferroviário de Pemba, ao perder no reduto deste por um golo, ficando a um ponto do alcance dos “locomotivas”, as possibilidades de transição não encerram nestas duas formações. Pois, as contas são ainda favoráveis ao Ferroviário de Nacala (terceiro) e Águias do Planalto. 

 

         

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÕES ACTUAIS

 


Zona Sul

 

 

Estrela-Chibuto (0-1)

AD Maxixe – Djuba FC (1-1)

 

 

                                        J      V     E     D     B     P

 


CHIBUTO                     4      2      2      0      2-0   8

Estrela                             4      2      1      1      6-1   7

AD Maxixe                     4      1      2      1      3-3   5

Djuba FC                         4      0      1      3      1-8   1

Próxima Jornada: Djuba FC-Estrela e Chibuto-AD Maxixe

 

 

Zona Centro

 

 

Desp. de Tete-Têxtil (1-0)

Vila Pita – Textáfrica (1-0)

 

 

                                         J      V     E     D     B     P

 


TÊXTIL                          4      2      1      1      6-2   7

Textáfrica                        4      2      0      2      3-3   6

Vila Pita                           4      1      2      1      3-3   5

Desp. Tete                       4      1      1      2      1-5   4

Próxima Jornada: Textáfrica-Desp. de Tete e Têxtil-Vila Pita

 

 

Zona Norte

 

 

Fer. de Pemba-Desp. de Nacala (1-0)

Fer. Nacala-Águias do Planalto (3-1)

 

 

                                         J      V     E     D     B     P

 


FER. PEMBA                4      2      1      1      2-1   7

Fer. Nacala                      4      2      0      2      4-4   6

Desp. de Nacala              4      1      2      1      1-2   5

Águias do Planalto          4      1      1      2      4-5   4

Próxima Jornada: Águias-Fer. de Pemba e Desp. de Nacala-Fer. de Nacala.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito
logo do Estrela vermelha do Maputo
 

O acordo prevê a disponibilização ao Estrela de perto de 300 mil dólares em duas fases, sendo a primeira fase nos próximos 20 dias e a segunda em Maio de 2012.

 

 

Enquanto isso, o Têxtil do Púnguè recebeu mais um cheque no valor de 100 mil meticais para minimizar as despesas de participação na “poule” da zona centro. O apoio foi cedido há dias pelo Conselho Municipal da Beira (CMB), através do respectivo edil, Daviz Simango.

 

 

Aquele dirigente disse na ocasião que o desejo dos beirenses é que a equipa retorne ao Moçambola e prometeu premiar a todos os jogadores. Encorajou-os a trabalharem com mais responsabilidade para justificar a grandeza daquela equipa que já foi campeã nacional. Trata-se do segundo cheque com o mesmo valor entregue em menos de um mês.

 

 

Para Daviz Simango, a equipa ganhe ou não será premiada, sendo que o importante é representar condignamente o povo beirense.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 13 DE Outubro 2011
Abdul Omar

O ANTIGO treinador principal do Vilankulo FC, Abdul Omar, demitido das suas funções em finais de Agosto passado por maus resultados, assinou ontem um contrato de trabalho com Associação Desportiva da Maxixe (ADM), que disputa as eliminatórias de acesso ao Moçambola-2012.

 

Abdul Omar, que vai trabalhar com seu antigo adjunto, Castigo Mazuze, sucede a Jossias Mazuze, afastado do comando técnico daquela equipa azul e branca da Maxixe por resultados menos conseguidos. A DM perdeu semana passada frente ao Estrela Vermelha do Maputo, em casa, por zero bola a duas, depois de um nulo no mesmo reduto contra o Clube do Chibuto.

 

 

Com estes resultados, a equipa da Maxixe, que era tida como uma das principais favoritas a vencer a “poule” de apuramento da zona sul, é obrigada a vencer todos os jogos da segunda volta que se inicia domingo, defrontando Djuba de Beluluane.

 

Depois deste embate a ADM vai enfrentar o Clube do Chibuto e Estrela Vermelha fora de portas, um calendário considerado muito difícil para as aspirações da Maxixe.

 

É a pensar na incómoda situação que se encontra a equipa da Maxixe que a direcção decidiu na noite de ontem mudar a equipa técnica, trazendo de volta ao futebol Abdul Omar, que desde a sua saída do Vilankulo FC sempre esteve atento à situação da equipa da Maxixe.

 

 

Abdul Omar, conhecido como sendo bom mobilizador dos atletas, reconhece que a missão é muito difícil, e a aceitou porque gosta de desafios.

 

 

Depois da minha demissão do Vilankulo recebi convites até de equipas do Moçambola, só que não aceitei porque queria ainda me refazer de tudo quanto aconteceu com a minha carreira como treinador e agora aceitei esta confiança da Maxixe para, uma vez mais, dar o meu contributo ao futebol moçambicano”, disse Abdul Omar, para quem nada é difícil, como também nada é impossível.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 11 DE Outubro 2011
moambola

A POULE de apuramento ao Moçambola-2012 ganha novo ímpeto a partir da próxima jornada, com os destacados mais estimulados na luta pela transição, concluída a primeira volta do certame no último fim-de-semana.

 

O Estrela Vermelha, Têxtil e Desportivo de Nacala são as formações que partem mais galvanizadas para a ronda seguinte, pois lideram isolados as provas zonais sul, centro e norte.

 

 

O Estrela tem o privilégio de jogar em casa. Mas o adversário, o Clube do Chibuto, com quem empatou sem abertura de contagem na ronda inaugural, está no seu encalço, facto que torna o prognóstico deste embate imprevisível.

 

Apesar de jogar fora de portas, o Têxtil goza de uma certa tranquilidade, visto que o adversário é o Desportivo de Tete, sua maior vítima até agora. Os “fabris” golearam os tetenses, por 4-0.

 

 

Ansioso está igualmente o Desportivo de Nacala, que vai à Pemba ao encontro do seu mais directo perseguidor, o Ferroviário local. Os “locomotivas” arrancaram um empate também sem golos no reduto dos nacalenses, na primeira ronda.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:34
 O que é? |  O que é? | favorito
 logo do Grupo Desportivo da Companhia Têxtil do Punguè

ERA um jogo de cartel na ‘’poule’’ da zona centro daí que tenha mobilizado gente amante do desporto-rei da região, pois Chimoio ficou capital de futebol com pessoas idas de todas as partes, sobretudo da Beira para presenciar a partida.

 

Os portões do campo da Soalpo abriram cerca das 12.00 horas e a essa hora já havia filas para a compra de bilhetes bem como para a entrada. Foi fantástico e no final da partida apenas valeu a objectividade demonstrada pelos beirenses que garantiram assim o s três pontos e liderança da ‘’poule’’ após a primeira volta.

 

 

Saiu o Textáfrica mas não conseguiu assenhorear-se do meio-campo como se esperava, ante um adversário que a pouco e pouco ia tomando de assalto a intermediária criando perigo.

 

 

Aos 13 minutos aconteceu o primeiro aviso dos ‘’fabris’’ da Manga quando Brean Dean cabeceou forte para o poste naquilo que seria o primeiro golo. Um minuto depois os visitantes chegaram ao golo numa jogada de contra-ataque tendo Quimbo desferido um portentoso remate deixando o guardião dos homens do planalto sem hipóteses.

 

 

Depois desse golo, esperava-se que os donos de casa reagissem de forma categórica, mas tal foi lento e sem entrosamento ante um adversário que controlava a intermediária criando muitos perigos sem perspicácia ofensiva.

 

 

Só aos 43 minutos surgiu o Textáfrica com grande perigo quando Noé rematou forte para uma defesa de classe do guardião dos beirenses para canto que, no entanto, não resultou até ao intervalo.

 

 

No reatamento, os treinados de António Sábado não conseguiram impor-se no seu reduto jogando sem fulgor nem objectividade, embora tenham ganho alguma frescura na intermediária com a entrada de Baya.

Nos últimos 15 minutos o Têxtil entregou o jogo ao adversário, actuando em contra-ataques e poderia até ter marcado o segundo golo não fosse a falta de frieza por parte dos seus atacantes.

 

 

Mateus Infante e seus pares realizaram um trabalho bastante positivo.

 

 

FICHA TÉCNICA:


Arbitros: Mateus Infante; auxiliado por Célio Mugabe e Adão Chitache. António Amilton foi o quarto.

 

Textáfrica: Dawude; Loló, Betinho, Chigande, Ernest (Casimiro), Elsio (Baya), Cesarito, Ângelo, Mangate, Gregório e Chapepa (Noe).

 

Têxtil: Puma; Nando, Chime, Maninho, Belito, Best (Avu), Luís, Nuno (Nelson), Betinho, Brean Dean (Sérgio) e Quimbo.

 

Amarelo para Avu por jogo perigoso

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 21 DE Setembro 2011
logo moçambola

COMEÇA no fim-de-semana a “poule” de apuramento para o Moçambola-2012 nas três zonas do país, depois do sorteio realizado, sexta-feira passada, na Federação Moçambicana de Futebol.

 

Concorrem, na zona sul, para uma das três vagas reservadas para os vencedores regionais, o Estrela Vermelha, Djuba FC, Clube de Chibuto e Associação Desportiva da Maxixe, respectivamente campeões de Maputo cidade, Maputo província, Gaza e Inhanbane.

A jornada inaugural tem como destaque, no sul, o embate entre o Estrela Vermelha e o Clube de Chibuto, a ser disputado no reduto da segunda formação, no domingo. Enquanto isto, o Djuba FC recebe a AD Maxixe, sábado, no campo da Texlom.

 

 

No centro, as atenções estarão viradas para o frente-a-frente entre o Têxtil, campeão provincial de Sofala, e o Desportivo de Tete, domingo, no campo do Ferroviário da Manga. O outro encontro, reservado para o campo da Soalpo, em Manica, envolve o Textáfrica, campeão provincial, e Vila Pita de Quelimane, representante da Zambézia, também no domingo.   

 

  

De salientar que a “poule” será disputado num sistema de todos contra todos, em duas voltas.

 

 

Na zona norte, Desportivo e Ferroviário, ambos da cidade de Nacala e campeão e vice campeão do “provincial” de Nampula, Ferroviário de Pemba vencedor em Cabo Delgado e Águias Especiais de Lichinga, representante do Niassa, são as equipas que vão disputar o certame.

 

 

Assim, no domingo na cidade portuária de Nacala, o Desportivo de Nacala recebe o Ferroviário de Pemba, enquanto no planalto de Lichinga, as Águias Especiais têm pela frente os “locomotivas” de Nacala.

 

 

Todas as partidas são de importância vital para todos antagonistas, considerando que o objectivo é comum, a subida ao primeiro escalão do nosso futebol indígena. Se por um lado as equipas de Nampula querem lutar para conseguir mais um lugar no Moçambola da próxima edição, por outro, as de Pemba e Lichinga querem ver esta prova na rota daquela cidade, depois das despromoções do Ferroviário e Futebol Clube, respectivamente.

 

 

Eis o calendário completo da primeira volta desta prova: 1ª jornada: Desportivo de Nacala-Ferroviário de Pemba, Águias Especiais de Lichinga-Ferroviário de Nacala; 2ª jornada: Ferroviário de Pemba-Águias Especiais e Ferroviário de Nacala-Desportivo; 3ª jornada: Desportivo-Águias Especiais e Ferroviário de Nacala-Ferroviário de Pemba

 

 

LEVAR O MOÇAMBOLA À NACALA...

 


Ozias Fumo, treinador que substituiu, Aleixo Fumo do comando técnico dos “locomotivas” de Nacala, disse que os objectivos da sua equipa são de lutar para que Moçambola chegue à Nacala. “Vamos trabalhar com muito sacrifício para conseguir regressar ao Moçambola e trazer de volta esta prova a este povo eufórico de Nacala que tanto merece”.

 

 

Por seu turno, o treinador adjunto do Desportivo de Nacala, campeão provincial em título, Zélio, afirmou que reina uma grande expectativa junto da direcção, dos sócios, simpatizantes da colectividade que querem desta vez pôr este clube na rota dos grandes do futebol nacional.

 

 

Estamos a trabalhar para levar a equipa pela primeira vez na sua história ao Moçambola. Todas as condições estão criadas para o efeito, somente basta termos o mesmo desempenho competitivo que tivemos na fase final do “Nampulense” em que nos sagramos campeões sem conhecer o sabor amargo da derrota”, disse Zélio, acrescentando ter já visto a jogar o seu primeiro e próximo adversário, o Ferroviário de Pemba.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:23
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO