Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 03 DE Junho 2015

O CONSELHO de Disciplina da Associação Provincial de Futebol de Nampula (CDAPFN) decidiu penalizar com derrota a equipa do Angoche Clube de Desportos no jogo que efectuou e venceu o Benfica de Monapo, e mandou repetir o jogo entre o Benfica de Monapo e o Clube de Desportos de Onhipitti, devido aos distúrbios registados que forçaram a interrupção das duas partidas que contavam, respectivamente, para a sexta e oitava jornadas da primeira volta do “Nampulense”.

 

O Angoche Clube de Desportos, para além de averbar uma derrota no jogo que não chegou ao fim com a equipa do Benfica do Monapo, deverá pagar uma multa de 15.000,00 meticais, tendo o respectivo delegado sido punido com 45 dias de suspensão. O capitão dos angocheanos foi suspenso por quatro jogos. A equipa de Angoche vai realizar dois jogos à porta fechada.

 

No que diz respeito ao Clube de Desportos de Onhipitti, o Conselho de Disciplina da APFN, para além de mandar repetir o jogo com o Benfica de Monapo que vencia aos 45 minutos da primeira parte por uma bola a zero, fica responsabilizado ainda pelas despesas do jogo anterior relativas à sua organização.

 

Ainda no acórdão número dois, o Conselho de Disciplina daquele organismo que tutela o futebol nampulense decidiu aplicar a pena de suspensão a três jogadores da equipa da Ilha de Moçambique que variam de dois a um jogo.

 

Em relação ao árbitro desta partida, o Conselho de Disciplina recomenda à Comissão Provincial de Árbitros de Futebol (COPAF) local para punir exemplarmente o juiz em causa, valendo-se do artigo 13, número dois, do Regulamento de Disciplina da FMF, pelos prejuízos causados.

 

Estas medidas beneficiam de algum modo o Benfica do Monapo que passou a liderar a prova com 15 pontos em cinco jogos realizados, contra 12 da Liga Desportiva da mesma vila autárquica, mas que efectuou sete partidas.

 

O Angoche Clube de Desportos é terceiro com 10 pontos, seguido pelo Benfica de Nampula com nove, Sporting também da capital provincial que vive uma intensa crise directiva, com seis, os mesmos pontos das equipas de Onhipitti e da Associação Desportiva de Nacala. Nos dois últimos lugares estão as turmas da Transalte de Nacala-à-Velha e Casa Issufo FC, ambas com quatro pontos.

 

A prova prossegue próximo sábado, dia 6 de Junho, depois de cumprida uma semana de interregno, com os jogos Sporting de Nampula-Angoche Clube de Desportos, Associação Desportiva de Nacala-Transalte de Nacala-à-Velha e Benfica de Monapo-Sporting de Monapo, todos a contar para a décima jornada do campeonato.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:37
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 19 DE Fevereiro 2015

 

AS equipas da Ilha de Moçambique, em Nampula, voltam a disputar o campeonato provincial de futebol, vulgo “nampulense”, depois de um ano de suspensão, decidida pela Associação Provincial de Futebol Nampula (APFN), devido principalmente aos actos de violência e vandalismo perpetrados pelos seus jogadores e adeptos nos recintos desportivos.

 

O regresso da Ilha de Moçambique ao “nampulense” acontece depois de ter cumprido o que o organismo que superintende o futebol em Nampula havia decidido em relação à sua punição.

 

Aliás, os dirigentes do Futebol Clube de Muhipitti (Ilha de Moçambique), clube que vai participar no “nampulense” do presente ano, já prometeram que tudo farão para que cenas de vandalismo não voltem a acontecer nos recintos desportivos daquela cidade durante a disputa dos jogos do “provincial”.

 

A promessa foi feita no sábado passado, durante a realização do sorteio do Campeonato Provincial de Futebol, que neste ano será disputado por um total de nove equipas, já filiadas na associação provincial da modalidade, nomeadamente Sporting de Nampula, Casa Issufo, Futebol Clube de Moma, Sporting de Monapo, Angoche Clube de Desportos, Futebol Clube de Muhipitti, FC Transalte de Ncala-a-Velha e Malema FC.

 

O Campeonato Provincial de Futebol de Nampula é aquele que mais casos de violência e vandalismo regista no país, embora algo tenha sido feito para desencorajar tais práticas nos recintos desportivos.

 

Por conseguinte, os distritos de Malema e Nacala-a-Velha entram pela primeira vez na história futebolística de Nampula, no Campeonato Provincial de Futebol, cujo arranque está previsto para o dia 14 do próximo mês de Março, mercê dos esforços feitos pelos responsáveis autárquicos (no caso de Malema) e do Governo de Nacala-a-Velha.

 

Essencialmente a intenção da nova direcção da Associação Provincial de Futebol de Nampula, encabeçada por João Silva, de aumentar as equipas no campeonato provincial, é de inverter o actual cenário competitivo, tendo para o efeito sido desenvolvidos esforços para que a integração pela primeira vez no “nampulense 2015”, as equipas dos distritos interior de Malema e costeiro de Nacala-a-Velha.

 

A directora provincial da Juventude e Desportos de Nampula, Ângela Reane, já disse que espera que o novo elenco cumpra com as suas promessas, apostando também nos escalões de formação, como forma de garantir a criação de premissas para uma alta competição sustentável da modalidade de futebol na província de Nampula.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 27 DE Junho 2012

O FERROVIÁRIO de Nacala continua líder destacado do Campeonato Provincial de futebol de Nampula, vulgo “Nampulense”, edição 2012, somando actualmente 20 pontos, depois de ter derrotado, por 2-0, a turma da Liga Desportiva Muçulmana da Ilha de Moçambique, em partida a contar para a décima jornada da primeira volta do certame que é disputado por treze formações.

 

No segundo posto encontra-se o Desportivo de Nacala, campeão em título com 16 pontos, depois de ter permitido um empate a um golo no seu reduto, diante da Casa Issufo FC, resultado idêntico registado no “derby” nampulense entre o Sporting e Benfica, ambos da capital provincial.

 

 

Quem está com ar de graças nesta prova é o Benfica de Moma que depois de se ter qualificado para a fase regional da Taça de Moçambique, a segunda prova mais importante do calendário futebolístico nacional recebeu e goleou o Sporting de Angoche, por 4-2. O encontro entre o Moçambique FC da Ilha e Sporting de Monapo não se efectivou por falta de policiamento no recinto do jogo.

 

Com este quadro de resultados, o Ferroviário de Nacala lidera a prova com 20 pontos, seguido do Desportivo da mesma cidade com 16 e na terceira posição está o Hospital Central de Nampula FC que está ronda ficou de fora devido ao número ímpar das equipas participantes na prova.

 

Na posição imediata segue-se a dupla Sporting do Monapo e Benfica de Moma, ambos com 14 pontos, o Benfica de Monapo tem 25, enquanto o de Nampula tem onze mais um que o seu arqui-rival, o Sporting também de Nampula. A décima posição é partilhada pelas formações do Benfica de Angoche e Casa Issufo FC, ambas com sete pontos cada, sendo que as duas últimas posições são ocupadas pelo Sporting de Angoche e Liga Muçulmana com seis e três pontos respectivamente.

 

 

A próxima jornada, a décima primeira da primeira volta contempla os seguintes jogos: Hospital Central FC-Sporting de Nampula, Benfica de Nampula Moçambique FC da Ilha, Sporting do Monapo-Desportivo de Nacala, Casa Issufo FC-Benfica de Moma e Liga Muçulmana Sporting de Angoche, fica de fora o líder, Ferroviário de Nacala.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 02 DE Maio 2012

O SPORTING Clube Recreativo de Monapo continua líder isolado do Campeonato Provincial de Futebol de Nampula, “Nampulense 2012”, com sete pontos, mesmo depois de ter cedido um empate a zero golo diante do Benfica de Nampula, na partida a contar para a terceira jornada da primeira volta que teve lugar no seu terreno.

 

Nesta ronda, o Desportivo de Nacala, actual campeão provincial, cedeu um ponto jogando igualmente no seu terreno diante do Benfica de Monapo, com um empate a um golo, somando na tabela classificativa cinco pontos, os mesmos do Sporting Recreativo de Angoche que no derby local venceu por 2-1 o seu arqui-rival o Benfica da mesma cidade.

 

 

A terceira posição do certame é partilhada por cinco equipas, todas com quatro pontos, nomeadamente o Moçambique Futebol Clube da Ilha que esteve de fora, o Sporting de Nampula que empatou com a Liga Muçulmana da Ilha de Moçambique a um golo, Hospital Central FC, que venceu por 2-1 a Casa Issufo, Ferroviário de Nacala que derrotou pelo mesmo resultado fora de portas o Benfica de Moma que também ocupa a mesma posição.

 

Na posição imediata está isolada a Casa Issufo com três pontos, seguindo-se a dupla benfiquista de Nampula e de Monapo, ambos com dois, enquanto o Benfica de Angoche e a Liga Desportiva Muçulmana da Ilha estão nos dois últimos lugares da tabela com apenas um ponto.

 

 

Entretanto, este fim-de-semana, o  “Nampulense 2012” será interrompido para dar lugar à disputa da primeira eliminatória da Taça de Moçambique-fase provincial com a realização dos encontros Hospital Central FC-Casa Issufo, Sporting de Nampula-Ferroviário de Nacala, Sporting de Angoche-Desportivo de Nacala, Sporting de Monapo-Benfica de Angoche e Benfica de Moma-Benfica de Monapo.

 

O jogo entre as turmas do Ferroviário de Nampula e Benfica de Nampula foi adiado para a próxima quarta-feira, dia 9 de Maio, por a primeira equipa estar a disputar no final de semana o Moçambola.

 

 

Nesta prova, a segunda mais importante do calendário futebolístico nacional, as equipas da Ilha de Moçambique, nomeadamente Futebol Clube e Liga Muçulmana, não participam por se terem mostrado indisponíveis para o efeito, por isso, não participaram no sorteio realizado para o efeito.

 

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 27 DE Abril 2012

Os governos do distrito e do município costeiro de Angoche na província de Nampula, acordaram em prestar apoios em transporte e combustíveis, às duas equipas que actualmente participam no Campeonato Provincial de Futebol sénior o "Nampulense 2012", como forma de evitar a sua desistência desta importante prova daquele ponto do país, como tem acontecido em ocasiões anteriores, por falta de liquidez destas duas colectividades.

 

Com um historial notável no panorama futebolístico nampulense, o Benfica e o Sporting ambos da cidade costeira de Angoche, por questões meramente financeiras, já ficaram quase que uma década fora da alta competição, tendo regressado no mandato de Brás dos Santos que dentre outras condições isentou aquelas duas equipas ao pagamento obrigatória da filiação.

 

No primeiro mandato do actual presidente da Associação Provincial da modalidade, Tomás Narciso, concretamente a época passada e, porque houve mão dura dos gestores do futebol nampulense, estas duas equipas ficaram de fora da prova, retornando na presente com o apoio do Governo do distrito, dirigido por Rodrigues Ussene e da edilidade sob a presidência de Américo Adamugy.

 

Os presidentes do Benfica e Sporting, Ossufo Raja e Abel Ibraimo, demonstraram a sua satisfação pelo apoio que os dirigentes governamentais do distrito e da cidade estão a prestar para prestigiar a participação no "Nampulense" com alguma dignidade e que as duas colectividades cheguem ao fim da prova, sem constrangimentos em termos logísticos.

 

No entanto, as duas colectividades queixam-se mutuamente do comportamento dos espectadores de Angoche que, apenas querem assistir os jogos oficiais do campeonato sem pagar o respectivo bilhete de ingresso ao preço mínimo fixado pela associação que é de 30 meticais, obrigando a reduzir para somente cinco meticais, valor insuportável para custear a organização de uma partida da alta competição.

 

 

"Os nossos espectadores, não os consideramos de sócios porque nem quotas pagam, não têm a cultura de pagar o ingresso nos jogos de futebol, querem tudo a borla e quando nós tentamos subir o valor de cinco para pelo menos 20 meticais, preferem ficar fora, ou tentam "furar" o nosso sistema de segurança", lamentaram os dirigentes dos dois clubes de Angoche.

 

 

Importa referir que na década de setenta e meados de oitenta, a cidade de Angoche, tornou um enorme viveiro de jogadores de futebol que foram cobiçados para alguns emblemas de renome provincial e de outras paragens do país, onde se destaca os falecidos Sataca e Adelino que envergaram as camisolas da Selecção Nacional.

 

 

Apesar de estarem a enfrentar alguma turbulência financeira, os actuais dirigentes destas duas colectividades acreditam que em médio prazo, Angoche voltará a fornecer jogadores de qualidade para o futebol nacional, mas antes querem reconquistar o prestígio que estas duas equipas granjearam em tempos, chegando a ponto de conquistar campeonatos provinciais e participar em nacionais a nível zonal.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:16
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 13 DE Março 2012
Sporting Clube de Nampula

REAGINDO a estas acusações, o presidente do Sporting de Nampula, António Uacueia, considera de meras inquietações de um associado desesperado por não ter conseguido pôr em marcha as suas intenções maléficas, porque para além dele ter sido um dos dirigentes que desertou de forma cobarde da anterior direcção, teria pensado que com a nova teria espaço para fazer o que bem entender no clube.

 

Entendo as inquietações do senhor Todo por tudo aquilo que queria que fosse no clube. Primeiro reafirmar aqui que ele não foi eleito, mas sim indicado para dirigir o departamento de património, actividade que ele nunca realizou, mas sim queria abocanhar as funções do departamento do futebol que tinha um responsável competente, explicou Uacueia.

 

O presidente dos “leões” nampulense enumerou várias irregularidades cometidas pelo então chefe do património do clube, como por exemplo, o facto de ter feito reservas de hospedagem e alimentação numa unidade hoteleira pertença do seu pai, sem o consentimento da direcção para a equipa estagiar, enquanto o clube possuí um centro de estágio e restaurantes que estão sob gestão privada.

 

É uma pessoa que não respeita os sócios do clube, nalguns momentos tentou inscrever jogadores sem conhecimento da direcção, do departamento e nem da equipa técnica e a certa altura criou alguma instabilidade que chegou a influenciar negativamente nos resultados desportivos da equipa principal, explicou a dado passo António Uacueia.

 

Num outro desenvolvimento, o dirigente máximo dos sportinguistas nampunses, explicou que uma das grandes tarefas e apostas da direcção do clube na área de património era de iniciar a reabilitação do campo de futebol pertença a colectividade e que se situa no bairro de Namutequeliua, abandonado há duas décadas e que virou um mijadouro e latrina dos residentes ao seu redor.

Esta era a grande responsabilidade que tínhamos investido o nosso chefe do património e que nem uma palha sequer mexeu, mas entretanto, envolvia-se em outras áreas que não lhe diziam respeito. Com a saída dele já iniciamos a reabilitação do campo de Namutequeliua e este ano vamos acolher jogos oficiais naquele recinto que tinha virado uma latrina pública com fecalismo a céu aberto a imperar,

publicado por Vaxko Zakarias às 13:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Carlos Coelho

DESINTELIGÊNCIAS, usurpação de direitos e zanga de compadres marcam o início turbulento do segundo ano de mandato da actual direcção do Sporting Clube de Nampula, ora liderada por António Uacueia que a estas alturas de 2011, montaram um “complô” que determinou a destituição algo polémica da equipa liderada por Carlos Coelho, num ambiente que forçou a intervenção da direcção provincial da Juventude e Desportos para dirimir o imbróglio.

 
A situação actual, foi motivada pelas declarações do chefe do departamento do património do clube, João Todo que veio a público, denunciar aquilo que ele considera estar a acontecer de forma fraudulenta e ilegal, sem o conhecimento da massa associativa, nomeadamente a venda do espaço reservado à prática de minigolfe, de cerca de um hectare, um negócio cujo procedimento considera ter ocorrido fora dos estatutos da agremiação.

Esta direcção que entrou o ano passado de que eu fiz questão de apoiar para “golpear” a anterior veio para o Sporting com posições bem definidas, senão vejamos. Antes de completarmos meio ano de mandato que tinha como objectivo trazer a hegemonia que o clube já teve, que passava por conseguirmos bons resultados competitivos, venderam apressadamente dois valiosos jogadores (Belito e Ilude) nossos à Liga Muçulmana para estar num campeonato que nunca chegaram a ser utilizados, disse João Todo para quem esta atitude quebrou a espinha dorsal da equipa principal que até estava bem posicionada no “nampulense 2011”.

 

Acrescenta que este negócio teve momentos turbulentos chegando a ponto dos referidos jogadores ficarem em cativeiro com dirigentes de outros clubes que queriam igualmente transferi-los para as suas colectividades.

 

No entanto, o ponto que mais intriga o já demissionário chefe do departamento do património do Sporting de Nampula e que motivou a lançar achas aos seus correligionários da direcção é o facto de, segundo suas palavras, terem negociado o campo de minigolfe sem que a decisão tenha sido tomada numa assembleia geral, ou ao menos, num colectivo de direcção que se poderiam explicar os contornos da negociata.

 

Apenas ouvimos que venderam o campo de minigolfe por cinco milhões de Meticais e depositaram numa primeira fase os valores a prazo, mas agora estamos a ouvir que o dinheiro já foi movimentado ficando somente 600 mil Meticais do negócio, não se sabendo o que foi feito com o restante montante, acusou João Todo.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:36
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 22 DE Setembro 2010
ABDUL Hanane, presidente do Benfica de Nampula, foi suspenso por quatro meses na sequência do tumulto ocorrido na partida frente ao Sporting de Nampula a contar para 19ª jornada do “Nampulense”.



Nesse “derby” de Nampula, realizado a 4 de Setembro, Abdul Hanane protestou de forma impetuosa contra a equipa de arbitragem após a expulsão de Sérgio, jogador da equipa “encarnada”.

O certo é que os protestos do dirigente culminaram com a invasão de campo por parte dos adeptos do Benfica de Nampula.

Para além de ter que cumprir a pena de suspensão, Abdul Hanane terá que pagar uma multa de 15 mil meticais.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:04
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ABDUL Hanane, presidente do Benfica de Nampula, foi suspenso por quatro meses na sequência do tumulto ocorrido na partida frente ao Sporting de Nampula a contar para 19ª jornada do “Nampulense”.



Nesse “derby” de Nampula, realizado a 4 de Setembro, Abdul Hanane protestou de forma impetuosa contra a equipa de arbitragem após a expulsão de Sérgio, jogador da equipa “encarnada”.

O certo é que os protestos do dirigente culminaram com a invasão de campo por parte dos adeptos do Benfica de Nampula.

Para além de ter que cumprir a pena de suspensão, Abdul Hanane terá que pagar uma multa de 15 mil meticais.
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO