Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 13 DE Outubro 2017

 

A UNIÃO Desportiva do Songo desloca-se este domingo a Chibuto para mais um duelo com a turma gazense, a contar para a 29.ª jornada (penúltima), e numa altura em que a formação de Tete se prepara para a consagração do título conquistado já há duas jornadas.

 

A turma treinada por Chiquinho Conde quer manter o ciclo vitorioso e elevar cada vez mais os níveis de confiança e competitividade nos seus jogadores, tendo em vista os próximos desafios. Aliás, o Chibuto ainda sonha com o terceiro posto e para o feito precisa de vencer este e o próximo encontro.

 

As expectativas à volta deste jogo acrescem-se com o facto de colocar frente-a-frente dois treinadores cuja rivalidade subiu de tom nesta derradeira fase do campeonato, com o técnico dos “guerreiros”, Artur Semedo, a tecer comentários visando desacreditar o trabalho de Chiquinho Conde ao referir-se a um hipotético projecto desenhado pela direcção da UD Songo para levar a equipa ao título quando ainda treinava os “hidroeléctricos”.

 

 

Chiquinho quer vencer para reiterar que o título é de mérito próprio, enquanto Semedo pretende fazer jus às suas palavras com uma vitória convincente. Este cenário cria muita expectativa à volta deste encontro, cujo desfecho é imprevisível.

 

Enquanto isso, o Maxaquene vai à Matola defrontar a Liga Desportiva a pensar num lugar condigno depois de vencer a batalha pela manutenção. Os “tricolores” ocupam agora a 12.ª posição, enquanto a Liga está em sétimo, também com as mesmas pretensões de melhorar a sua classificação.

 

Já o vice-campeão, Costa do Sol, vai à Nacala medir forças com o Ferroviário local, este que detém o precioso terceiro lugar. Os “locomotivas” têm quatro pontos de avanço em relação ao trio constituído por Desportivo de Nacala, Ferroviário de Maputo e Chibuto e lutam para terminar no prestigioso lugar. Os “canarinhos” querem, igualmente, elevar o ritmo competitivo e os índices produtivos pensando já nas Afrotaças, já que independentemente do resultado na final da Taça com a UD Songo serão os representantes de Moçambique na Taça CAF, uma vez que a equipa de Chiquinho Conde vai disputar a Liga dos Campeões Africanos.

 

O Ferroviário de Maputo, por sua vez, recebe o Desportivo de Nacala, ambos com os olhos também no terceiro posto. Os “locomotivas” da capital estão motivados com a recente vitória diante do seu homónimo da Beira, este que busca conforto na recepção ao Textáfrica.    

 

Também à busca do conforto está a ENH, que joga em Quelimane com o 1.º de Maio local. O Ferroviário de Nampula é anfitrião do jogo com a despromovida UP Niassa. Por último, o Chingale e a Associação Desportiva de Macuácua protagonizam o duelo de despromovidos. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 12 DE Outubro 2017

 

O Ferroviário de Maputo derrotou (1-0) esta tarde,  o Ferroviário da Beira,  em do jogo de atraso referente à 27ª jornada do Moçambola. Mário, àpassagem do minuto 65, marcou o único golo da partida. 

 

Carlos Manuel, treinador do Ferroviário de Maputo, pretende terminar o campeonato da melhor forma possível, apesar de ter falhado os principais objectivos da temporada, onde o primeiro era ser campeão nacional e o segundo vencer a Taça de Moçambique.O técnico dos locomotivas locais afirma que fazer as jornadas em falta e alcançar um lugar digno daquilo que é a grandeza do Ferroviário de Maputo significa jogar para ganhar, apesar de reconhecer que o adversário tem também as mesmas pretensões e tem legitimidade para tal.

 

Caló salienta que conta com o factor casa e a motivação para subir os degraus que pretende na tabela classificativa. Apesar de ter alguns jogadores lesionados, tem cerca de 90 por cento dos jogadores em condições para alcançar os seus objectivos.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 11 DE Outubro 2017

 

Chiquinho Conde e a sua União Desportiva do Songo são virtuais campeões nacionais de 2017, quando o Moçambola está a escassas duas jornadas para o seu términus. Com trabalho, o técnico respondeu àquelas vozes que davam pouco crédito às suas capacidades, referindo-se, inclusive, que era o crónico campeão das primeiras voltas.

 

Alguns dias depois da vitória sobre o Costa do Sol, única equipa que na recta final do Moçambola se batia pelo título com a União Desportiva do Songo, os Hidroeléctricos concederam uma conferência de Imprensa, da qual extraímos os depoimentos do timoneiro da equipa, Chiquinho Conde, que fez um balanço da época.

 

AGRADEÇO A OPORTUNIDADE QUE A DIRECÇÃO ME CONCEDEU

 

– Mister. É o Campeão Nacional de Moçambique. Que tem a dizer a propósito?

 

Primeiro, agradecer a oportunidade que me deram para estar nesta colectividade. Não ganhei sozinho. Esta vitória não é minha só. É fundamentalmente dos jogadores e, obviamente, de toda a estrutura do Clube. Para mim foram os melhores, fantásticos. Em nome do senhor presidente, da Direcção, que tudo fizeram para de facto para que nós pudéssemos ter uma época tranquila, com todos os itens que tínhamos já planeados.

 

– Será que tudo correu às mil maravilhas no decurso da época?

 

– Obviamente que há sempre algumas coisas que corriam menos bem, mas de qualquer forma o mais importante é chegar no fim com o objectivo cumprido. Nós cumprimos na íntegra. Estão de parabéns, não me canso de dizer isto aos meus jogadores, que foram claramente os melhores. Não é fácil. Como disse o presidente, não me recordo dum campeonato em que uma equipa começa desde o início e termina no topo, salvo mesmo esta semana, em que o Costa do Sol passou para frente da liderança da tabela, num jogo a meio da semana.

 

José Cucheza

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 02 DE Outubro 2017

 

 

 

O guarda-redes uruguaio, Ramiro, actualmente a defender as cores do Textáfrica do Chimoio poderá representar na próxima temporada o Costa do Sol, vice-campeão da temporada de Moçambola-2017.

 

Neste momento, o Costa do Sol conta com José Guirrugo, internacionalmente moçambicano, que vai integrar o grupo dos Mambas que vai efectuar dois jogos particulares fora de portas, sendo, igualmente, um dos guarda-redes menos batidos do Moçambola, além de Wilson, que não tem tido espaço para ser a principal opção da equipa de Nélson Santos.

 

O certo é que o actual guarda-redes dos primeiros campeões nacionais já demonstrou que tem qualidade para merecer melhores ofertas e não estampa que o Costa do Sol tenha apresentado uma proposta para a sua contratação.

 

Joca Estevão

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 28 DE Setembro 2017

 

O Costa do Sol foi a Beira vencer o Ferroviário por duas bolas sem resposta. No jogo de atraso referente à vigésima jornada do Moçambola, Lineker (28’) e Nelson (80’) fizeram os golos do canário.

 

Com este resultado, o Costa do Sol reforça o segundo lugar do Moçambola e passa a somar 55 pontos. O Ferroviário da Beira, por seu turno, continua com os 36 pontos na oitava posição.

 

Por Gilberto Guibunda

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:34
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 27 DE Setembro 2017

 

O FERROVIÁRIO da Beira recebe esta tarde, pelas 15.00 horas, no “caldeirão” do Chiveve, o Costa do Sol, em jogo de acerto de calendário referente à 20.ª jornada do.

 

Os “locomotivas” beirenses, já destronados do título pela União Desportiva do Songo, retomam as competições internas depois do seu recente afastamento da Liga dos Campeões Africanos, no último sábado, com o empate sem golos em Argel diante da campeã argelina USMA, depois da igualdade a um golo no jogo da primeira “mão”, disputada na Beira.

 

Falhado o sonho de atingir as meias-finais nas Afrotaças, os “locomotivas” da capital provincial de Sofala procuram agora melhorar a sua classificação, enquanto os “canarinhos”, que viram mais uma vez adiado o seu sonho de chegar ao título, querem vincar o estatuto de vice-campeões, do qual já gozam em virtude da vantagem insuperável que detêm em relação aos seus mais directos perseguidores a duas jornadas do encerramento da prova.

 

O Costa do Sol, travado com empate na última ronda pelo Chibuto, soma 52 pontos - está a 10 do campeão -, mais sete que o Desportivo de Nacala, este que assaltou o terceiro posto com a vitória, em Nampula, frente ao Ferroviário local.

 

Já o Ferroviário da Beira ocupa a oitava posição, com 36 pontos (menos três jogos), e continua a sonhar com o pódio, visto que pode fazer 51 pontos em caso de vitória nos jogos que ainda tem pela frente (cinco).

 

Ainda para o acerto de calendário, os “locomotivas” beirenses vão defrontar o Ferroviário de Maputo e Chingale, respectivamente nos dias 11 e 18 de Outubro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:41
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 19 DE Setembro 2017

 

A UNIÃO Desportiva do Songo deu um passo importantíssimo para a conquista do Campeonato Nacional de Futebol, o Moçambola-2017, depois de vencer, na tarde de ontem, no seu reduto, o Costa do Sol por 2-1, naquele que era o jogo mais importante da 27ª jornada.

 

Com este triunfo, os “hidroeléctricos” passam a somar 59 pontos, portanto mais oito que os “canarinhos” que desta forma terão deitado tudo abaixo no que concerne à luta pelo título.

 

Quem continua aflito nesta prova é o Maxaquene. Com a derrota ontem em Nacala, diante do Ferroviário local, ainda pode descer de divisão. O Textáfrica, por sua vez, tenta sair do sufoco. Na tarde de ontem recebeu e venceu o outro aflito, o Chingale, por 2-1.

 

A Associação Desportiva de Macuácua, mesmo já despromovido, foi a Nampula derrotar o Ferroviário local, por 1-0, o mesmo resultado com que o 1º de Maio bateu a Universidade Pedagógica do Niassa.

 

O Desportivo de Nacala viajou para Maputo, onde venceu a Liga Desportiva, por 1-0.

 

Entretanto, esta ronda teve um encontro adiado entre os Ferroviários de Maputo e da Beira, em virtude dos representantes de Sofala se encontrarem a disputar a Liga dos Campeões Africanos.

 

Na próxima ronda já pode haver campeão. Se a União Desportiva do Songo vencer o Textáfrica e o Costa do Sol perder diante do Chibuto, o primeiro festeja o título.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 31 DE Agosto 2017

 

Os jogadores do 1o de Maio de Quelimane paralisaram os treinos desde ontem, em reivindicação de atraso salarial de cinco meses, facto que é reconhecido pelos dirigentes do clube, que dizem estar a trabalhar para resolver o problema.

 

 – É uma revindicação normal, é direito deles, vamos resolver a situação. Esse é um problema da província e não só dos dirigentes. Temos alguns meses de atraso, afirmou Kutumbia, vice-presidente do clube.

 

Alguns adeptos do combinado lamentam o sucedido e apelam os responsáveis para apoiarem os jogadores que lutam para manter a equipa no Moçambola.

 

 – A direcção tem que olhar por isto. Se os jogadores reclamam do salário, que dê aquilo que é deles, afirmou Mourinho, adepto do 1o de Maio.

 

 Recorde-se que o clube 1º de Maio de Quelimane está na 12ª posição da tabela classificativa do Moçambola, com 28 pontos, e abandonou a linha de despromoção.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 25 DE Agosto 2017

 

O COSTA do Sol recebe domingo a ENH de Vilankulo sob risco de perder completamente de vista a União Desportiva do Songo na corrida ao título do Moçambola-2017, que roda este fim-de-semana a 25ª jornada. Os jogos desta ronda realizam-se todos no domingo.

 

A sete pontos da equipa do Songo (52), líder destacado da prova, os “canarinhos” (45) estão proibidos de perder se quiserem continuar a sonhar com o título, sobretudo porque a UD Songo continua implacável.

 

O Songo parte também para uma missão complicada na recepção ao Maxaquene, este que já espreita a zona de despromoção, portanto muito preocupado com a má fase que atravessa nesta recta final da prova e que já lhe coloca numa situação de grande aflição.

 

Muito motivados e determinados, há bom tempo que os “hidrocarbonetos” não perdem tanto dentro como fora de casa, facto que coloca os “tricolores” numa situação tremenda, depois da recente derrota com Costa do Sol.  

 

Outro jogo que chama atenção aos amantes do Moçambola, mas que não decide praticamente nada já que fica cada vez mais evidente que a luta pelo título é reservada à UD Songo e Costa do Sol, coloca frente-a-frente a Liga Desportiva de Maputo e o Ferroviário da Beira, no reduto da primeira formação. As duas equipas partilham a sexta posição, ambas com 34 pontos.

 

Em terceiro lugar, o Chibuto (39) recebe a aflita UP Niassa, sob risco de descer de divisão, actualmente na penúltima posição. Com os olhos postos no segundo lugar, os “guerreiros” estão em condições de redimir-se da recente derrota frente ao Desportivo de Nacala, este que defronta o conterrâneo Ferroviário. É caso para dizer que terremos o duelo nacalense e que, pela história, promete muita rixa no terreno e grandes emoções nas bancadas. Esperamos que não seja um jogo para mais casos de violência em virtude da rivalidade extrema entre as duas equipas.

 

O Ferroviário de Maputo tem igualmente uma missão espinhosa na sua deslocação ao reduto do Textáfrica, este que procura os lugares mais confortáveis e que lhe garantam a manutenção. Os “locomotivas” também não gozam de boa saúde e lutam para preservar o seu estatuto, que passa por melhorar a sua classificação, estando neste momento a meio da tabela.

 

À busca do conforto está igualmente o Ferroviário de Nampula, que recebe o Chingale, já sobre a linha de água. Por último, o jogo de aflitos entre o 1º de Maio de Quelimane e a Associação Desportiva de Macuácua.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:31
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 22 DE Agosto 2017

 

A Universidade Pedagógica de Lichinga consentiu mais uma derrota em casa, por 2-1, na recepção à líder União Desportiva do Songo, em jogo da 24.ª jornada do Moçambola-2017, que teve como palco o Estádio Municipal 1.º de Maio, em Lichinga.

 

Os universitários continuam em penúltimo na tabela classificativa e têm a manutenção cada vez ameaçada.

 

Galvanizados pelo empate conseguido em Maputo, diante do Costa do Sol, na jornada anterior, os amantes de futebol do Niassa foram ao Estádio Municipal 1.º de Maio confiantes na obtenção de uma vitória que renascesse as esperanças de manutenção no principal escalão do futebol nacional.

 

Mas quem assim pensou acabou saindo com as expectativas defraudadas, porque foi a equipa visitante que entrou melhor no jogo. Fechou todos os caminhos ao adversário, circulou melhor a bola e acabou sendo compensada quando ao cair do pano da primeira parte marcou os dois golos que acabaram fazendo a diferença na história do jogo.

 

Os heróis da equipa de Chiquinho Conde foram Gildo e o inevitável Luís Miquissone, aos 42 e 45+1 minutos.

 

Abrão Ismael

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 13:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO