Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 10 DE Abril 2018

QUARTADERROTA.jpg

 

Mais um jogo, mais do mesmo! Quarto jogo, quarta derrota. A selecção nacional de basquetebol sénior feminina perdeu, esta terça-feira, com a sua similar da Nova Zelândia (79-63) em jogo das qualificativas dos Jogos da Commonwealth, prova que decorre em Gold Coast, na Austrália.

 

A Nova Zelândia liderou o primeiro quarto, etapa do jogo na qual saiu a vencer pelo parcial de 18-7.

 

Já no segundo quarto, a selecção nacional melhorou a sua pontuação no jogo ao marcar 18 pontos (mais onze que no primeiro quarto) contra 23 da Nova Zelândia.

 

O terceiro quarto voltou a ser controlado pela 42ª classificada no ranking da FIBA, tendo liderado esta etapa com um parcial de 19-15.

 

No quarto período, a selecção nacional chegou mesmo a fazer um parcial de 10 zero, reduzindo desvantagem para onze pontos: 61-50. Mas a Nova Zelândia soube aproveitar os erros das Samurais e venceu o jogo por 79-63.

 

Odélia “Mafa” Mafanela, com 15 pontos aos quais acrescentou quatro ressaltos, em 25:37 minutos na quadra, foi a melhor cestinha das Samurais.

 

Duas atletas estiveram muito próximas de arrancar um duplo-duplo: Eleutéria “Formiga” Lhavanguane, que contabilizou 14 pontos e arrancou sete ressaltos (um ofensivo e seis defensivos).

 

E… Ingvild “Inga” Mucauro, extremo que terminou o jogo com 12 pontos e sete ressaltos (dois ofensivos e cinco defensivos) durante os 35:59 minutos na quadra.

 

A capitã do Ferroviário de Maputo foi a jogadora mais utilizada por Deolinda Cármen Ngulela e Leonel Manhique, o interventivo Mabê.

 

A “boxe score” aponta para 41% de aproveitamento nos lançamentos de campo: 23 lançamentos certeiros em 56 tentados.

 

Há, por outro lado, uma percentagem de 30 % ao nível do tiro exterior com sete lançamentos concretizados em 23 tentados. Ao nível da linha de lances livres, as estatísticas indicam que as Samurais tiveram um bom aproveitamento: 83 %, com dez lançamentos convertidos em doze tentativas.

 

Ao nível das tabelas, a selecção nacional contabilizou 37 ressaltos (oito ofensivos e 28 defensivos), para além de 14 assistências, 24 perdas de bola e dez roubos.

 

A Nova Zelândia, essa, terminou o jogo com 35% de aproveitamento de lançamentos de campo (26/74) e 33 % ao nível do tiro exterior (15/45).

 

O adversário de Moçambique acresceu ainda uma boa percentagem de lances livres: 86%: 12 lançamentos concretizados em 14 tentativas.

 

Outros dados: 45 ressaltos (18 ofensivos e 27 defensivos), 16 assistências, 17 perdas de bola e 14 roubos de bola.

 

 

Fonte:Opais

publicado por Vaxko Zakarias às 13:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 06 DE Abril 2018

Samurais na Australia.jpg

 

A selecção nacional de basquetebol sénior feminina defronta, amanhã, a Austrália, em jogo da primeira jornada do grupo “A” dos Jogos da Commonwealth. Com uma equipa formada por dez jogadoras do Ferroviário de Maputo e duas do Costa do Sol, a selecção nacional procura honrar a bandeira nacional no certame.

 

Não era, de todo, suposto que assim fosse. Havia, diga-se, o plano “A” que previa a participação nos Jogos da Commonwealth, ao nível do basquetebol sénior feminino, de um naipe de atletas que evolui nos EUA e Europa.


Foram inscritas, sem o devido cálculo de “timming”, e depois caiu-se na real: por estas alturas do ano estão indisponíveis devido a compromissos académicos e desportivos. Accionado o “plano B”, a solução foi “dez + dois”. Ou seja, dez atletas do Ferroviário de Maputo e mais duas do Costa do Sol.

 

É, para todos efeitos, este grupo que hoje tem a missão hercúlea de travar a Austrália, quarta classificada no ranking da FIBA com 467 pontos.

 

Em Gold Coast, e numa clara demostração da sua força, as australianas irão apresentar-se com quatro  atletas que jogam na WNBA: Stephanie Blicavs (Phoenix Mercury), Liz Cambage (Dallas Wings), Kelsey Griffin e Cayla George (Connecticut Sun).

 

A estas, juntam-se Jenna O´Hea e Eziyoda Magbegor (Melbourne Bommers); Tessa Lavey  e Stephanie Blicavs (Dandenong Rangers), Katie Ebzery e Belinda Snell  (Sydney Uni Flames), Alice Kunek (Perth Lynx),
Potência do basquetebol feminino, a Austrália é um “cliente assíduo” do pódio nos Jogos Olímpicos. Os números não mentem. Pelo contrário, surpreendem: de 2000 a que se tem colocado entre as três melhores selecções na maior prova desportiva do planeta.


Mais: em quinze participações no Mundial de basquetebol, a Austrália conquistou a medalha de ouro em uma ocasião: 2006.

 

Já foi campeã da Oceânia quinze vezes.

 

Em 2006, em Melbourne, a Austrália derrotou Moçambique por expressivos 106-24, num jogo realizado a 19 de Março. Do lado de Moçambique, faziam parte dessa selecção Nádia Rodrigues (atiradora), Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Iracema Ndauane, Carla da Silva,  Aleia Rachide, Eduarda “Duda” Chongo, Amélia “Melita” Massingue, entre outras.

 

O basquetebol regressa aos  Jogos da Commonwealth, depois de ter tido a primeira aparição em 2006.
Moçambique terá, na segunda jornada, como adversário a Inglaterra, conjunto que em 2006 ficou com  a medalha de bronze no certame.

 

Em crescendo, as australianas, que nunca haviam alcançado o pódio no basquetebol feminino até os Jogos de Atlanta, açambarcaram a medalha de bronze em 1996.

 

Qual meteorito, a Austrália conseguiu de 2000 (em Sydney) a 2008 (em Pequim) a galgar um degrau no pódio e terminou como vice-campeã nas três edições. Quatro anos depois, ou seja, em 2012, em Londres, as australianas cruzaram caminho dos EUA nas meias-finais, tendo sido afastadas. Restava, e apenas mesmo, lutar pelo terceiro lugar. E cumpriu com a conquista da medalha de bronze.

 

 

Fonte:Opais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 23 DE Março 2018

 

Depois da notável prestação no Afrobasket 2017, prova na qual ocupou o quarto lugar após perder com o Mali por 75-52, em jogo de atribuição do terceiro lugar, a selecção nacional tem as suas baterias apontadas para os Jogos da Commonwealth.

 

E a estreia será no dia 6 de Abril diante de uma das potências do basquetebol mundial: Austrália. As australianas, que durante muito tiveram como principal estrela Lauren Jackson, estela da WNBA, ocupam o quarto lugar no ranking da FIBA com 467 pontos.

 

A 19 de Março de 2006, nos Jogos da Commonwealth, a selecção nacional perdeu com a Austrália por 104-26, em jogo realizado no Bendigo Tadim. Estes foram os parciais: 7-21, 3-20, 12-33, 4-30.

 

Dois dias depois, ou seja, a 8 de Abril, Moçambique mede forças com a Inglaterra que se encontra da 21ª posição na tabela da FIBA com 59 pontos, de acordo com a actualização feita em Março corrente. As duas selecções defrontaram-se, igualmente, nos Jogos da Commonwealth realizados em 2006, com a vitoria a sorrir para a selecção europeia pela marca de 84-46 (parciais de 16–22, 6–22, 11-20, 13-20).

 

Já a 9 de Abril, a quarta classificada do “Afrobasket” 2017, no Mali, defronta o Canadá, ora na quinta posição no ranking da FIBA.

 

O combinado nacional será orientado, nesta competição, por Deolinda Ngulela- que foi adjunta de Nasir Salé no “Afrobasket” 2017- e Leonel “Mabê” Manhique, treinador do Ferroviário das Mahotas.

 

 

Fonte:Opais

publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 14 DE Março 2018

 

VINTE e oito atletas vão integrar a delegação moçambicana que de 4 a 15 de Abril próximo participa nos Jogos da Commonwealth, na cidade australiana de Gold Coast. Moçambique competirá nas modalidades de boxe, natação, atletismo, ciclismo, basquetebol e voleibol.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:36
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

Diferentes modalidades do país vão participar de quatro a 15 de Abril, nos vigésimos primeiros jogos da Commonwealth, a ter lugar na Austrália.

 

A delegação moçambicana será composta por 44 pessoas, entre atletas, treinadores e membros do staff.

 

Segundo avançou o Comité Olímpico, os atletas estarão em número 25, distribuídos pelas modalidades de atletismo, natação, voleibol de praia, boxe, basquetebol feminino e ciclismo.

 

A delegação moçambicana tem como objectivo nestes jogos superar as duas medalhas conseguidas na edição anterior.

 

A partida para Austrália está agendada para 25 de Março e o regresso marcado para 16 de Abril. Durante a estadia, os moçambicanos vão participar na Assembleia-geral. 

 

 

Fonte:Opais

publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 08 DE Agosto 2014

 

 

O GOVERNO veio ontem a público reconhecer e dar mérito aos atletas participantes nos diversos eventos internacionais, decorridos entre finais de Julho último e princípios do mês em curso, pelos feitos, que se resumem em 61 medalhas conquistadas nas competições, sendo 16 de ouro, 18 de prata e 27 de bronze.

 

Falando na recepção a mais de 100 atletas que participaram nos IX Jogos da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), em Lunada, Angola, e da Commonwealth, em Glasgow, na Escócia; Mundiais de Tang So Do, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América, e de Karate Kimura-Shukokai, em Sun City, na vizinha África do Sul, bem como diante de dirigentes da Federação Moçambicana de Futebol e corpo técnico da Selecção Nacional, os “Mambas”, Fernando Sumbana Jr. realçou que os feitos vêm engradecer o desporto e os desportistas moçambicanos, porque se trata de marcas que suscitam maior reconhecimento além-fronteiras.

 

O titular da pasta da Juventude e Desportos descreveu o facto de transcendental e que ganha maior significado por acontecer na mesma altura em que a Selecção Nacional de futebol também conseguiu um registo que ficará nos anais da história, com a vitória sobre a Tanzania, por 2-1, e que catapultou os “Mambas” para a fase de grupos de qualificação ao CAN-2015, que terá lugar em Marrocos.

 

 

 

 

 

Esses feitos engrandecem o nosso desporto e nossos desportistas e contribuem para a elevação da nossa moçambicanidade. Isto resulta de muito trabalho, esforço e dedicação. Portanto, vocês são os verdadeiros embaixadores do que os moçambicanos são e estas conquistas além-fronteiras são lições de patriotismo que devem ser transmitidos aos outros”, enalteceu Sumbana Jr.

 

Sumbana reiterou que as vitórias são sempre motivo de orgulho e que conquistar 61 medalhas em menos de um mês constitui maior contributo para o desporto moçambicano, sobretudo quando esses feitos são produto de modalidades que nunca antes gravitaram grandes atenções. 

 

Estamos a falar do atletismo adaptado, Tang-So-Do, Karaté, Judo e Vólei, portanto modalidades que hoje constituem maior orgulho dos moçambicanos”, anotou, destacando ainda o facto de terem sido ultrapassados preconceitos que dominavam o passado desportivo, com a medalha de bronze conquistado pelo boxe femininos nos Jogos da Commonwealth.

 

 

Com estas conquistas, vocês são a moda para atrair mais atletas para a prática do desporto”, elucidou. Falando em representação de atletas, a judoca Natália Tajú deu, por seu turno, por missão cumprida, reafirmando o apreço pela confiança depositada de representar o país.

 

 

Agradecemos ao Governo, Comité Olímpico de Moçambique e federações nacionais pelo apoio prestado e com sentimento de termos conseguido êxito”, frisou.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:19
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 07 DE Agosto 2014

AS delegações desportivas que participaram recentemente em diversas competições internacionais, nomeadamente Jogos da CPLP, da Commonwealth, Campeonatos “Mundias” de karate-kimura shukokai e de Tang So Doo, mais a Selecção Nacional de futebol, os “Mambas”, que no último domingo assegurou a presença na fase de grupos de qualificação ao Campeonato Africano de Nações, ao vencer a Tanzania, por 2-1, serão recebidas esta tarde pelo ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana.

 

 

A cerimónia de recepção tem como finalidade homenagear as selecções nacionais pela boa prestação conseguida além-fronteiras nas diversas modalidades e contará com a presença de atletas, técnicos, dirigentes e demais integrantes das delegações.

 

 

Salientar que o grande feito foi conseguido pela selecção nacional de Tang So Doo, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América, onde conquistou 28 medalhas, sendo 10 de ouro, sete de prata e 11 de bronze.

 

Já nos IX Jogos da CPLP, decorridos em Luanda, Angola, Moçambique conquistou 21 medalhas, sendo seis de ouro, cinco de prata e 10 de bronze; enquanto nos XX da Commonwealth, realizados em Glasgow, na Escócia, obteve uma medalha de prata, pela atleta Maria Muchavo, na modalidade de atletismo adaptado, e outra de bronze, por Maria Muchonga, no boxe feminino.

 

 

No Mundial de karate-kimura shukokai, realizado em Sun City, na vizinha África do Sul, Moçambique conseguiu 10 medalhas, sendo uma de ouro, quatro de prata e cinco de bronze.

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 02 DE Julho 2014

QUATRO corredores nacionais que irão representar o país nos jogos da Commonwealth que decorrerão em finais deste mês em Glasgow, capital da Escócia, encontram-se desde fim-de-semana na Noruega onde se preparam para aquele evento desportivo.Trata-se de Flávio Siholhe, Alberto Mamba, Creve Machava e Sílvia Panguana, atletas de diferentes especialidades. A ida à Noruega surge no âmbito de um intercâmbio entre Moçambique e aquele país nórdico.

 

 

Na Noruega, os atletas nacionais vão permanecer durante 15 dias, devendo participar em alguns “meetings” locais, como aconteceu na segunda-feira quando o corredor Alberto Mamba venceu a prova dos 800 metros masculinos, com o tempo de 1.48.13, melhor marca pessoal.

 

Mamba superou o seu recorde pessoal que durava há dois anos, batido no “Africano” de juniores que teve lugar nas Maurícias.Refira-se que ainda no contexto dos Jogos da Commonwealth, dois pugilistas nacionais, nomeadamente Juliano Máquina e Augusto Mathule, encontram-se desde semana passada em Londres em preparação.

 

Ainda no âmbito da preparação para os jogos “Commonwealth”, a pugilista Maria Manuela poderá seguir para Londres, a qualquer momento, sendo que neste momento estão a ser cumpridos os procedimentos burocráticos.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:05
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 05 DE Fevereiro 2014

 

 

O BASTÃO da Raínha Elizabeth II da Inglaterra, em períplo pelos países falantes da língua inglesa, anunciando os 20.ºs Jogos da Commonwealth, a realizarem-se a partir de finais de Julho até o início de Agosto, em Glasgow, foi ontem recebido em apoteose pelos jovens de algumas escolas da cidade de Maputo.

 

O bastão, que passou por algumas das principais artérias da capital do país, saído do Aeroporto Internacional de Maputo, escalou ainda o pátio municipal, onde foi recebido pelo edil David Simango, que teceu algumas considerações sobre a importância da participação moçambicana no evento, entanto que membro da Commonwealth.

 

A passagem do bastão pela capital do país, tendo como objectivo deixar o charme daquilo que é a dimensão do evento, será testemunhada pela população citadina quando seguir a marcha que o levará esta manhã a Matola, donde seguirá posteriormente viagem para o Centro OlympÁfrica de Boane. Neste local, serão premiados os vencedores dum torneio desportivo inter-escolar e haverá marcha da tocha pelo campo do futebol a ser acompanhada por representantes do Alto Comissariado da Inglaterra, do Comité Olímpico de Moçambique, entre outras organizações ou instituições.

 

Salientar que o bastão deixa Maputo amanhã para a Suazilândia. A despedida será antecedida por uma recepção dos atletas moçambicanos que participarão no evento a ser oferecida pelo Alto Comissariado Britânico.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 04 DE Fevereiro 2014

CHEGA esta tarde a Maputo o bastão da Rainha Elizabeth II, da Inglaterra, em périplo pelo mundo anunciando os 20.º Jogos da Commonwealth, que vão decorrer em Glasgow em finais de Julho e início de Agosto do corrente ano.

 

A chegada do bastão, cerca das 15.00 h, no Aeroporto Internacional de Maputo, será seguida de uma conferência de imprensa no local com a equipa que o acompanha e representantes do Comité Olímpico de Moçambique, do Alto Comissariado da Inglaterra, Unicef e British Council.

 

Posto isto, seguirá uma marcha acompanhando o bastão pela Praça dos Heróis, onde estarão mais de 1000 crianças para uma breve ronda pelo recinto. O bastão seguirá pelas artérias da cidade rumo ao Alto Comissariado e depois para o pátio do Conselho Municipal, para uma cerimónia de recepção a ser dirigida pelo edil David Simango.

 

O périplo do bastão inclui a Matola, na manhã da quarta-feira, para uma breve apresentação junto ao Governo Municipal. No mesmo dia, será acompanhado até ao Centro OlympÁfrica, em Boane. Neste local, haverá uma cerimónia de premiação dos vencedores da competição desportiva inter-escolar e marcha da tocha pelo campo de futebol, que será presenciada por representantes do UNICEF, Alto Comissário Britânico, COM e personalidades ligadas ao Ministério da Saúde e do British Council.

 

Feito isso, o bastão será levado, no período da tarde, de regresso a Maputo para uma recepção, pelas 18.00 horas, na residência do Alto Comissário Britânico, espaço reservado para entrevistas aos atletas da Commonwealth e revezadores do bastão e representantes do Governo.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
AT ganho... e Tricampeão ao vencer Acadêmica por 3...
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
blogs SAPO