Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 01 DE Dezembro 2016

 

O PRESIDENTE da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Alberto Simango Jr., vai trabalhar a partir de amanhã nas províncias.

 

A primeira a ser visitada será a província de Inhambane, onde Simango deverá reunir-se com a Direcção da Associação Provincial de Futebol e os clubes, para além de um encontro de saudação com o governador Daniel Chapo.

 

Simango vai ainda escalar Maxixe para visitar o local onde a Federação Moçambicana de Futebol erguerá um estádio. 

  

No sábado, o presidente da FMF estará em Gaza, onde igualmente reunirá com a associação e os clubes, para além de se deslocar a Manjacaze para se inteirar da “saúde” da Associação Desportiva de Macuácua, colectividade que ascendeu ao Moçambola-2017.

 

Em todas as províncias, Simango Jr. vai aproveitar a ocasião para agradecer a confiança que foi depositada em si para dirigir os destinos do futebol a nível nacional.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 17 DE Setembro 2015

 

A FEDERAÇÃO Internacional de Futebol (FIFA) e a Confederação Africana da modalidade (CAF) congratularam a nova direcção da Federação Moçambicana de Futebol. Ao nível das organizações internacionais, destaca-se ainda a felicitação vinda da COSAFA.

 

A mensagem comum destas organizações é de saudação e desejo de bom trabalho ao novo elenco, o mesmo desejo manifestado por parte de outros parceiros e federações internacionais congéneres.

 

 “As mensagens recebidas são congratulação pela nossa eleição, desejo de boa sorte e bom trabalho e que podemos contar com solidariedade de todos nesta nobre missão de dirigir os destinos do futebol moçambicano. Isso só vem acrescentar o que é a nossa vontade de desenvolver a modalidade no país, acrescentar algo naquilo que é o actual estágio do futebol moçambicano. E ter amigos que nos encorajam é sempre bom, isto porque temos com quem contar para as diferentes frentes nos próximos tempos.

 

Referindo-se particularmente à FIFA e CAF, que são os órgãos máximos do futebol mundial e continental e parceiros directos da FMF, Simango disse que as duas instituições transmitiram mensagens de confiança e sinal da disponibilidade da própria FIFA de apoiar à FMF nos próximos tempos.

 

 

Acredito que uma das primeiras acções que teremos é um colóquio aqui em Maputo onde a FIFA vai enviar seu representante para falar com o novo elenco. Será uma espécie de acção de formação do elenco para saber como lidar com este organismo internacional que superintende o futebol mundial. E pensamos que esse “workshop” será muito útil e, daí para a frente, passaremos efectivamente a trocar correspondências de forma a submetermos o nosso projecto para dar continuidade ao trabalho que vinha sendo feito com a anterior direcção”, elucidou.

 

Relativamente à CAF, Alberto Simango disse que nenhum passo foi dado ainda.

 

Estamos à espera desta primeira reunião que teremos com a FIFA nos próximos dias. Mas esperamos igualmente visitar a sede da CAF. Portanto, tudo leva a crer que muito brevemente iremos reatar as excelentes relações que Moçambique tem com a CAF e que efectivamente terá com esta direcção”.   

 

CAPITALIZAR RELAÇÕESCOM FEDERAÇÕES INTERNACIONAIS

 

No plano internacional, várias federações congéneres felicitaram o novo elenco da FMF. Destaque vai para a Tunísia, Zâmbia, África do Sul, Portugal, entre outras.

 

Simango pretende capitalizar as relações que a FMF tem com estas federações.

 

A nossa visão nessa componente é também explorar ao máximo a cooperação existente com as federações congéneres, sobretudo com aquelas que têm experiência em termos de relacionamento com o Continente Africano. Relativamente a Portugal, temos o potencial que é a língua e existe uma relação histórica entre os países. E vamos fazer o mesmo em relação a outras federações com potencial ao nível da região, como são os casos da África do Sul e a Zâmbia”, sublinhou.

 

Continuo dizendo que “o desafio é trabalhar ainda mais. Agrada-nos saber que temos amigos um pouco por todo o lado. É bom iniciar uma missão a saber com quem contar. Tudo faremos em prol do futebol. As federações congéneres encorajaram-nos bastante. O que nós queremos é explorar as capacidades que existem e que possam acrescentar valor no nosso trabalho para que se torne mais fácil e possa trazer resultados em curto espaço de tempo”, vincou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:40
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 03 DE Agosto 2015

SIDAT1.png

 

O PRESIDENTE da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, a escassos dias da sua saída deste organismo, está a “oferecer” dinheiro às associações provinciais para o seu funcionamento.

 

As “ofertas” e a forma como elas têm sido encaminhadas não são bem vistas pelos candidatos, porque, no seu entender, podem perturbar a actual campanha.

 

Alguns candidatos acusam Sidat de estar a tentar manipular o voto, uma vez que nas ocasiões anteriores os valores alocados às associações eram por via de transferências bancárias, mas que hoje (desta vez) os cheques são entregues em mãos, como aconteceu semana passada em Lichinga (Niassa).

 

O nosso Jornal soube de fontes seguras que o actual presidente da Federação Moçambicana de Futebol entregou um cheque no valor de 75 mil meticais à Associação Provincial do Niassa (APFN) na passada terça-feira, no mesmo dia em que o candidato da continuidade trabalhou com a associação e os clubes daquela província na divulgação do seu manifesto.

 

Contactada pela nossa Reportagem a propósito do assunto, a presidente da APFN, Maria Rajabo, confirmou a recepção de um cheque daquela quantia no encontro que Feizal Sidat manteve com os membros daquela associação para o efeito. Segundo ela, o valor faz parte dos fundos que a Federação Moçambicana de Futebol atribui anualmente às associações provinciais para o seu funcionamento.

 

Facto surpreendente para ela é o procedimento pouco comum, nomeadamente a entrega pública do cheque, quando o normal tem sido o depósito na conta da associação. Chamado a comentar sobre o facto, Rajabo limitou-se a dizer que a associação tem recebido da FMF apoio financeiro e nunca num período fixo.

 

Tivemos um encontro de trabalho com o presidente logo à sua chegada ao Niassa, por volta as 11.00 horas da terça-feira. No encontro passou-nos um expediente e um cheque em nome da associação, no âmbito do apoio que recebemos anualmente da FMF e assegurou que a mesma quantia seria distribuída pelas restantes associações”, explicou, acrescentando que não sabia do resto da agenda de Sidat no Niassa.

 

Sobre o facto de o dinheiro ser entregue numa altura em que este está de saída na FMF, Maria Rajabo escusou-se a tecer comentários, limitando-se a dizer que o cheque não foi passado em seu nome.

 

Facto curioso é que Feizal Sidat chegou ao Niassa e numa altura em que Teodoro Waty se encontrava igualmente naquela província à “caça” de voto. Depois do encontro com Feizal Sidat, foi a vez de Waty reunir-se com membros da direcção da associação e clubes daquela província para dar a conhecer o seu manifesto e pedir voto.

 

Entretanto, a presidente da associação do Niassa, na conversa que manteve com a nossa Reportagem, teria deixado transparecer que a consciência do Niassa não vale 75 mil meticais.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:01
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 06 DE Fevereiro 2015

 

O MINISTRO da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, visitou na tarde de ontem a Federação Moçambicana de Futebol (FMF), numa incursão que começou na futura sede, na Avenida Agostinho Neto, culminando na actual “casa”, localizada no Prédio Fonte Azul, na “Samora Machel”.

 

Na visita, que durou sensivelmente uma hora e meia, o ministro fez-se acompanhar pela directora nacional dos Desportos, Amélia Cabral, e outros quadros do pelouro e, em cada departamento ou repartição da FMF recebia explicações do presidente do órgão, Feizal Sidat.

 

Nkutumula apercebeu-se do funcionamento da Federação bem como conheceu os seus projectos e dificuldades, para além de interagir com o elenco que dirige o futebol nacional.

 

No final da visita Alberto Nkutumula disse ter ficado com uma boa impressão da FMF, pois conheceu não só a instituição mas também os técnicos nela afectos.

 

Falou da futura sede da FMF, realçando que ficou satisfeito com o nível das obras que estão sendo executadas e espera que dentro de três meses esta instituição passe a ser usada.

 

Esperamos ter a FMF na nova sede dentro de três meses, pois são instalações condignas e maiores, o que confere melhores condições e boa localização de trabalho”, frisou.

 

O ministro foi mais longe salientando que quanto melhor forem as instalações melhor será a disposição das pessoas em trabalharem. Disse, por outro lado, que os parceiros e outras entidades que interagem com a FMF terão mais disposição para se deslocarem à sede da instituição.

 

As condições determinam o desempenho, em princípio. O Estado é um parceiro da Federação e sempre continuaremos a apoiá-la, mas sabemos que os meios nem sempre são suficientes. Mesmo assim garantimos o nosso apoio dentro das nossas possibilidades”, sublinhou.

 

O dirigente afirmou, num outro desenvolvimento, que augura um futuro risonho não só da FMF como do futebol nacional, isto depois de ter constatado o nível de entrega e determinação dos técnicos afectos àquela instituição em prol do desporto nacional.

 

Em relação ao contencioso entre a FMF e o empreiteiro Vumba Construções, acusado de ter abandonado a obra (da futura sede) por parte do órgão reitor do futebol nacional, o ministro disse: “Temos conhecimento desse assunto e nos foi informado que o caso está na Justiça. A Federação tem personalidade jurídica e autonomia administrativa, por isso, nós, Governo, não devemos interferir nos seus assuntos, salvo para ajudar”, explicou.

 

A expectativa é que a FMF resolva o diferendo com o empreiteiro de forma mais pacífica possível”, reforçou.

 

No que respeita à premiação dos desportistas que se destacaram em 2014, algo que está sendo alvo de constantes queixas dos atletas devido à alegada demora, o dirigente foi peremptório: “Os desportistas precisam de ser estimulados e o Governo vai cumprir com a sua promessa, ou seja, os prémios serão pagos, até porque em nenhum momento houve decisão em contrário”, rematou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 18 DE Julho 2012

DECORRE desde há dias, no distrito de Moatize, em Tete, um curso de treinadores de nível básico, promovido pela Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e envolvendo 32 participantes.

 

O curso, que termina hoje, é particularmente direccionado aos treinadores de iniciação envolvidos nos torneios de futebol infanto-juvenil, tais como Bebec e Copa Coca-Cola, bem como professores de Educação Física.

 

O envolvimento de professores de Educação Física tem como objectivo dotá-los de conhecimentos técnicos que, aliados à componente física, que é a sua especialidade, permitir-lhes-ão trabalhar com a formação.

 

De salientar que um curso idêntico teve lugar no distrito do Chókwè, em Gaza, e na cidade portuária de Nacala, em Nampula, sob orientação do técnico alemão Torsten Spitter, e do professor Abdul Abdulá, ambos afectos ao Gabinete Técnico da FMF.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 13 DE Outubro 2011
Gert Engels, novo seleccionador nacional

O ALEMÃO Gert Engels, novo seleccionador nacional, apresentado ontem publicamente pelo presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, já vem com um sonho: levar os “Mambas” ao Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, paralelamente a outros desafios, como sejam a qualificação para o CAN de 2013, na África do Sul, e o CAN-Interno de 2014.

 

São vários os desafios a enfrentar nestes três anos de contrato como treinador de Moçambique. O primeiro é já agora em Novembro, contra as Comores. Espero iniciar com resultados positivos e cumprir com os objectivos traçados. Mas gostaria de deixar claro que o meu sonho, enquanto treinador da equipa moçambicana, é levá-la ao Mundial”, sublinhou.

 

 

Gert Engels acredita que esse sonho pode tornar-se realidade, o que, no seu entender, não seria algo doutro mundo, atendendo que várias selecções, “a priori” sem quaisquer hipóteses de marcar presença na maior competição futebolística do planeta, já cometeram tal proeza.

 

 

Estou aqui para mudar o pensamento no seio da selecção moçambicana. Fazer acreditar que é possível conquistar algo mais. Há selecções menos cotadas no futebol mundial, em particular africano, que estão a aparecer. Ora, por que não pensar que Moçambique também é capaz de surgir em bom plano nos próximos anos”.

 

 

 

 

CONTINUIDADE À RENOVAÇÃO

 


O técnico germânico assistiu os “Mambas” na vitória (3-0) sobre as Comores no passado sábado, e diz ter ficado satisfeito com a produção dos jogadores, na sua maioria da selecção de Sub-23, ajuntando ter visto uma equipa solta e a jogar alegremente.

 

 

Já em relação à última partida frente à Líbia, disputada no Cairo e que o “mister” teve acesso ao respectivo vídeo, Gert Engels não gostou do viu, frisando que uma das principais tarefas na selecção passará pela renovação, um processo já iniciado pelos seus adjuntos João Chissano e Mano-Mano.

 

 

Vou dar continuidade ao processo de renovação. É um procedimento que leva o seu tempo e que deve ser feito com calma. Passo a passo vamos formar uma equipa sólida. Vou observar os jogadores das selecções de Sub-19, Sub-20 e especialmente de Sub-23”, disse.

 

 

Gert Engels acrescenta que a componente técnica e táctica será igualmente alvo de uma atenção particular. “Quero incutir na selecção um futebol disciplinado e alegre, o mesmo que vi contra as Comores. Sou uma pessoa que gosta muito de se comunicar e vou procurar conversar sempre com João Chissano e Mano-Mano para juntos estruturarmos uma equipa forte”.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:34
 O que é? |  O que é? | favorito
Mário Samboco

MÁRIO Samboco desvinculou-se da Direcção da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) por razões que podem ter a ver com a forma como foi tratado o processo da sua sucessão do cargo de presidente da Comissão Nacional de Futebol de Cinco, vulgo Futsal, que culminou com a nomeação, há dias, de Amir Gafur para dirigir os destinos da modalidade.

 

Vogal para a Área da Administração e Finanças na FMF desde que se tornou membro da direcção da instituição em 2003, Mário Samboco disse à nossa Reportagem que ficou surpreso com os procedimentos que ditaram a sua sucessão, embora o seu mandato tivesse chegado ao fim e já manifestado a vontade de não continuar à frente dos destinos da modalidade devido a compromissos profissionais, com destaque para o novo cargo que assume na empresa onde está afecto (EMOSE).

 

 

Disse que nunca tinha sido convocado para um encontro para tratar do assunto na qualidade de presidente.

 

 

Não recebi nenhum convite formal para participar no acto de empossamento da nova direcção e para passar as pastas ao novo elenco e, por outro lado, despedir-me daqueles que comigo trabalharam em prol da modalidade. O que fizeram foi mandar-me um e-mail, o que não achei ético. Eu tenho os meus princípios e não sei, por que razão… mas Feizal e Gafur entenderam fazer o que fizeram”, lamentou.

 

 

Samboco elucidou que parte sem mágoas e deixa um legado a partir do qual os que ficam vão fazer o uso dele para o bem da modalidade.

Tendo o mandato da Comissão chegado ao fim, o certo é que recorrer-se-ia à renovação ou nomeação de uma nova direcção. Mas o procedimento usado para a passagem deste mandato para o outro não foi ético.

 

Há sempre uma informação que provavelmente possa interessar a nova direcção. Por isso, o que podia interessar nesse momento seria a passagem do testemunho de forma tranquila e troca de experiências que tivemos ao longo do mandato”, esclareceu, ressalvando que “esta é minha convicção de que devia ter sido assim. Não condeno a atitude deles, já que há sempre dinâmica no trabalho, e é por isso que, provavelmente, não estive lá. Porque se tivesse sido um processo devidamente coordenado eu teria estado lá para me despedir publicamente de todos”, frisou.

 

Na carta que tivemos acesso, que informa sobre a sua desvinculação com efeitos imediatos ao presidente da FMF, Feizal Sidat, Samboco desejou ainda sucessos ao elenco deste.  

 

 

DO FUTSAL À CONOAGEM

 


A paixão pela canoagem terá atraído Samboco. O ex-presidente da Comissão de Futsal confirmou a sua vinculação a esta modalidade, que foi projectada com a realização dos X Jogos Africanos Maputo-2011. Samboco é novo membro de Direcção da Federação Moçambicana de Vela e Canoagem com cargo de presidente do Conselho de Disciplina.

 

 

Assim sendo, fica descartada a hipótese deste vir a assumir este cargo junto da FMF, como vinha vaticinando Feizal Sidat, alegadamente porque Samboco não dispõe de tempo, como nos referimos.

 

 

O ex-presidente da Comissão de Futsal salientou que continua a aguardar por um momento oportuno para entregar as pastas, para dissipar equívocos que possam surgir em relação à gestão daquele órgão durante o seu mandato. 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 12 DE Outubro 2011

É DADO adquirido. O alemão Gert Engels vai mesmo treinar os “Mambas” em substituição do holandês Mart Nooij. O novo timoneiro da Selecção Nacional será apresentado ainda esta manhã em Maputo, numa conferência de Imprensa convocada para o efeito.

 

Gert Engels, que desembarcou na capital do país semana passada, tendo inclusivamente assistido ao embate entre os “

Gert Engels

” e as Comores da última jornada da fase de grupos de acesso ao CAN-2012, chegou ontem a entendimento com a Federação Moçambicana de Futebol para dirigir a Selecção Nacional.

 

 

Como já era previsível, Gert acabou por concordar com as condições oferecidas pela FMF para desenvolver um plano ambicioso de três anos que passa por renovar a selecção e qualificá-la para os CAN’s de 2013 e de 2014 (interno), bem como para o Mundial de 2014.

 

 

 Contactada a Federação Moçambicana de Futebol pela nossa Reportagem para se pronunciar sobre o conteúdo do contrato, mostrou-se reservada, deixando tudo para a conferência de Imprensa de hoje, na qual promete anunciar o novo técnico nacional.

 

 

Entretanto, Gert Engels é um treinador qualificado e com muita experiência de trabalho de campo, segundo a FMF. Começou a sua carreira na Alemanha, e há 20 anos que trabalha no Japão como técnico a tempo inteiro nas equipas do primeiro plano daquele país.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 30 DE Setembro 2011

 

João Chissano e Mano-Mano assinaram um contrato válido até 31 de Outubro de 2014.

 

Oito dias depois de haver rescindido os seus contratos.

 

Oito dias depois de haver rescindido os seus contratos como seleccionadores nacionais adjuntos, a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) reconduziu, com efeitos a partir de 1 de Outubro  próximo,  João Chissano e Mano-Mano às mesmas funções. Com efeito, João Chissano e Mano-Mano assinaram um contrato válido até 31 de Outubro de 2014.

 

 

Os técnicos vão orientar os Mambas no embate do próximo dia 8 de Outubro de 2011 diante das Ilhas Comores, em desafio referente à sexta e última jornada do grupo C das eliminatórias para o CAN-2012, prova a ser organizada conjuntamente pelo Gabão e Guiné Equatorial.

 

Segundo apurou o “O País” de fonte da Federação Moçambicana de Futebol, que não quis revelar os valores, esta agremiação reduziu os salários dos técnicos-adjunto que antes auferiam 7 500 dólares norte-americanos.

 

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 12:03
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 22 DE Setembro 2011
logo fmf

A COMISSÃO Nacional de Futebol de Cinco (Futsal) tem um novo dirigente. Trata-se de Amir Gafur, que ocupa o cargo de vice-presidente para alta-competição no actual mandado da direcção da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

 

A direcção da FMF, reunida recentemente em sessão ordinária, analisou a proposta da constituição da nova Comissão de Futsal, tendo na ocasião deliberado por unanimidade nomear a respectiva direcção, que toma posse esta noite.

 

A Comissão já vinha funcionando com alguma regularidade desde 2008, sob liderança de Mário Samboco, cujo mandato cessou no ano passado.

 

 

COMPOSIÇÃO DA DIRECÇÃO 


Presidente – Amir Abdul Gafur

Vice-presidente – Pedro Rocha

Secretário – Marco Cera

Vogal – Kleber Borges

Vogal – Ismail Patel

Vogal – Marcus de Araújo

Vogal – Abdul Jassat

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
Posts mais comentados
blogs SAPO