Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 06 DE Maio 2015

coca cola.png

 

A DÉCIMA terceira edição do torneio de futebol interescolar, na categoria de sub-17, vulgo Copa Coca-Cola, é lançada esta tarde (16:30horas), em Maputo.

 

O evento que marca o início de mais uma temporada e será corporizado, dentre várias actividades, pela partida entre os jogadores da Academia Mário Esteves Coluna (oriundos da Copa Coca-Cola) e lendas do futebol nacional.

 

A competição irá juntar 2750 atletas/alunos de 110 escolas secundárias e técno-profissionais do país, decorrendo em três fases. A primeira é a provincial, a segunda regional e a terceira e última é nacional, que culmina com o apuramento do vencedor.

 

A prova é organizada Prosport (empresa especializada em organizar eventos desportivos), em parceira com a Coca-Cola, ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, ministério da Juventude e Desporto e Federação Moçambicana de Futebol.

 

 Os melhores jogadores da prova são integrados em academias e clubes com vista a darem continuidade a carreira futebolista.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:40
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 16 DE Abril 2014

GOLEADAS à moda antiga marcaram a primeira jornada da edição 2014 (12.ª) da Copa Coca-Cola em futebol, um pouco por todo o país, sendo que o maior destaque é o resultado conseguido pela Escola 16 de Junho de Pemba diante da 15 de Outubro de Montepuez, em Cabo Delgado que venceu, por 8-1.

 

Ainda em Cabo Delgado, o Instituto Industrial de Pemba goleou o Colégio Andalucia, por 4-1. Na província de Maputo, a Escola Secundária Zona Verde bateu copiosamente a sua congénere da Matola, por 5-1.

 

Em Gaza, a Patrice Lumumba foi goleada pela Julius Nyerere, por 3-0, e em Inhambane a Emília Daússe derrotou a 12 de Agosto, por 4-0. Em Sofala, o destaque é para a goleada da Ponta Gêa a 25 de Setembro, por 4-0; e no Niassa, a EPC Nzinje perdeu com o Instituto Agrário Lichinga, por 5-1.

 

Na capital do país, o único jogo realizado conferiu a vitória da Quisse Mavota diante da Polana, por 3-1, partida que marcou o lançamento oficial da edição 2014 do certame.

 

Resultados da primeira jornada:

 

MAPUTO PROVÍNCIA

 

Zona Verde vs Matola (5-1)

GAZA

 

Patrice Lumumba vs Julius Nyerere (0-3)

Tavene vs Chipenhe (1-2)

Ndambine 2000 vs Joaquim Chissano (1-1)

Chicumbane vs 1 de Maio (2-0)

 

INHAMBANE

 

29 de Setembro vs 1de Maio de Chicuque (1-1)

Tomás Ndunda vs IIC Ed. Mondlane de Inhambane (3-1)

Muelé vs SOS (3-1)

12 de Agosto vs Emília Daússe (0-4)

3 de Fevereiro vs Chambone (0-2)

 

SOFALA

 

 Estrela da Manhã vs Samora Machel (0-1)

 Marocanhe vs Santos Inocentes (1-4)

 Nossa Sra. Fátima vs Sagrada Família (3-1)

 25 de Setembro vs Ponta Gêa (0-4)

Sansão Muthemba vs Matadouro (1-1)

 

TETE

 

Miniarte  vs II Mártires Wirriam (1-1)

Matundo vs EPC Mateus S. Muthemba (1-3)

Francisco Manyanga vs Heróis Moçambicanos (1-3)

Canongola vs Chingoze (3-1)

Tete vs SOS (3-1)

 

NIASSA

 

Aeroporto vs Ed. Mondlane (0-1)

Amizade vs EPC a Luta Continua (4-1)

Muchenga vs Paulo S. Khankomba (0-1)

IIC Ngungunanhe vs EPC Namacula (0-2)

EPC Nzinje vs Ins. Agrário Lichinga (1-5)

 

CABO DELGADO

 

IICP vs Colégio Andalucia (4-1)

15 de Outubro Montepuez vs 16 de Junho de Pemba (1-8)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 08 DE Junho 2011
capeao copa coca cola 2011

A CIDADE do Chimoio parou no último sábado para prestar tributo aos vencedores da Copa Coca-Cola, evento desportivo em que a turma da Escola Secundária Samora Machel venceu, tendo trazido para Chimoio, numerosos prémios e medalhas.

 

Entre os prémios, a equipa da Escola Secundária Samora Machel amealhou 10 mil dólares norte-americanos, medalha de equipa e escola melhor organizada e disciplinada e o troféu de vencedor do certame.

 

 

Com efeito, pais, estudantes e encarregados de educação de várias escolas primárias e secundárias da capital provincial de Manica, lotaram sábado as artérias da capital provincial de Manica para receber e saudar os vencedores.

 

A governadora de Manica, Ana Comoane, que não perdeu a oportunidade de receber os heróis da Coca-Cola, encorajou a escola e os estudantes a continuarem a lutar por mais sucessos no âmbito desportivo, uma das formas para dignificar a província, a escola e daí brotar os futebolistas do amanhã.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 06 DE Junho 2011
copa coca cola

A ESCOLA Secundária Samora Machel, de Manica, vencedora da nona edição da Copa Coca-Cola em futebol, encerrou a prova com chave de ouro, ao voltar a vincar que não conquistou o título por mero acaso. Quinta-feira, no campo do 1º de Maio, os campeões levaram de vencida a Selecção da Copa por 3-1, regressando assim à sua província orgulhosa de ter ganho a tudo e  todos.

 

A Selecção da Copa, constituída pelos melhores executantes das outras escolas, não foi capaz de superar o bom entrosamento demonstrado pela Samora Machel, com um time mais esclarecido e ambicioso, justificando plenamente o triunfo.

 

Na quarta-feira, 1 de Junho, Dia Internacional da Criança, a Escola Secundária Samora Machel havia conquistado a Copa Coca-Cola, ao derrotar na final a Escola Secundária Heróis Moçambicanos, de Tete, então detentora do título, por 4-2. Pelo feito, a turma de Manica amealhou 10 mil dólares americanos, para além de uma taça e medalhas.

 

Individualmente, Samora Machel ficou com o prémio”fair-play”.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 02 DE Junho 2011
 Capitão da Samora Machel recebe o troféu (C. Bernardo)

ALEGRE e extraordinariamente animada, a rapaziada da Escola Secundária Samora Machel, de Manica, ergueu bem alto o gigantesco troféu, que simbolizou, ontem, Dia Internacional da Criança, a conquista da nona edição da Copa Coca-Cola em futebol.

 
Uma vitória que de forma inquestionável enalteceu o nome e os feitos do seu patrono, Samora Machel, precisamente no ano em que os moçambicanos lhes prestam singularmente o seu tributo. E foi bonito quando aqueles jovens estudantes maniquenses entoaram velhas canções revolucionárias evocando o nome do primeiro presidente de Moçambique independente.

Com o campo do Maxaquene, na Machava, completamente cheio, como nunca víramos no Moçambola, a final da Copa Coca-Cola, que anualmente envolve escolas secundárias de todo o país, foi uma verdadeira festança, tanto dentro das quatro linhas, onde evoluíram Samora Machel e Heróis Moçambicanos, de Tete, como nas bancadas, onde se achavam milhares de estudantes de diversos estabelecimentos de ensino da Matola, para além de dignitários como o Ministro da Educação, Zeferino Martins, o seu vice, Augusto Jone, a Governadora da província do Maputo, Maria Jonas, o edil da Matola, Arão Nhancale, e representantes da empresa patrocinadora da prova, a Coca-Cola.

 

 

 

 

E como foi o jogo? Primeiro, o resultado: vitória por 4-2 da Samora Machel, com os seus golos a serem apontados por Rodrigues Caetano, Fernando Conaio e Arone António (dois), enquanto Osvaldo Alexandre assinou os dois tentos da Escola Secundária Heróis Moçambicanos, que defendeu o título conquistado no ano passado até às últimas consequências.

 

 

 

 

O desafio começou de forma equilibrada, porém, cedo os tetenses tiveram uma contrariedade, ao verem o seu guarda-redes expulso por jogar com as mãos fora da grande área. Astutos, os maniquenses não perderam a oportunidade. Imediatamente partiram para um incessante jogo ofensivo, baralhando o adversário e obrigando-o a cometer erros. E esses erros acabaram sendo fatais, pois num curto espaço de tempo, já a caminho do intervalo, vieram os primeiros dois golos.

 

 

 

 

Só que, a seguir, Samora Machel teve também uma adversidade, com o cartão vermelho exibido ao autor do primeiro tento, Rodrigues Caetano. Mas, apesar de jogar com menos uma unidade, a turma de Manica não tirou o pé do acelerador, tendo chegado aos 3-0. Com o jogo aberto, Heróis Moçambicanos mostrou-se inconformado e disposto a não entregar o título de bandeja. Vai daí, também começou a pressionar o seu oponente e logrou reduzir a desvantagem, só não chegando ao terceiro golo porque o juiz da partida deixou passar uma claríssima grande penalidade.

 

 

 

 

No final da contenda, a festa dos estudantes da Escola Secundária Samora Machel justificava-se plenamente, tendo em conta o seu domínio em grande parte do jogo e a sua grande capacidade de aproveitamento das falhas do adversário. Na premiação, para além da taça, receberam, das mãos do ministro Zeferino Martins, medalhas e um cheque no valor de 10 mil dólares norte-americanos.

A formação segunda classificada, Heróis Moçambicanos, foi premiada pela governadora Maria Jonas, tendo-lhe cabido um troféu, medalhas e cinco mil dólares.

 

 

 

A Escola Secundária Aeroporto-Expansão, da Zambézia, terceira posicionada mercê do triunfo sobre Namicopo, de Nampula, por três bolas sem resposta, também recebeu uma taça, medalhas e três mil dólares das mãos do representante da Coca-Cola.

Individualmente, foram premiados Seven Augusto, da Zambézia, Melhor Jogador; Paulino Manuel Portimão, de Tete, guarda-redes menos batido; e Samora Machel, equipa “fair-play”.

 

 

 

A nona edição da Copa Coca-Cola encerra esta tarde, no campo do 1º de Maio, a partir das 13.30 horas, com a efectivação do embate entre a campeã Samora Machel e uma selecção dos melhores jogadores das outras formações. 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 01 DE Junho 2011
ccc

A ESCOLA Secundária Heróis Moçambicanos de Moatize, em Tete, detentora do título de campeão da Copa Coca-Cola, caminha determinada rumo à renovação, após a qualificação para a final da prova, a ser disputada esta tarde, às 14.00 horas, no campo do Maxaquene, na Machava, tendo como adversária a Escola Secundária Samora Machel, de Manica.

 

O apuramento da rapaziada da “Heróis Moçambicanos” aconteceu na segunda-feira, depois de, nas meias-finais, ter levado de vencida a Escola Secundária de Namicopo, de Nampula, por uma bola sem resposta.

 

Inserida no Grupo A da fase nacional, a turma de Tete começou a competição goleando “Mateus Sansão Muthemba”, de Sofala, por 7-2, para a seguir empatar 2-2 com a “15 de Outubro”, de Cabo Delgado. Por seu turno, os nampulenses de Namicopo, no Grupo D, haviam derrotado folgadamente “Quisse Mavota”, da cidade do Maputo, por 5-0, e Massinga, de Inhambane, pela marca de 5-1.

 

O segundo finalista, Samora Machel, somente foi encontrado ontem, quando, na conclusão dos dois minutos que tinham restado no dia anterior, derrotou Escola Secundária Aeroporto-Expansão, da Zambézia, por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade. Na segunda-feira o jogo terminara empatado a uma bola, tanto no tempo regulamentar como no prolongamento. Só que, devido à falta de luz artificial no campo do Ferroviário da Baixa a partida foi interrompida quando faltavam dois minutos para o final do período suplementar.

 

No seu percurso, no Grupo C, “Samora Machel” venceu, antes, “Graça Machel”, de Gaza, por 2-1, e “Eduardo Mondlane”, da capital do país, por uma bola sem resposta. Já “Aeroporto-Expansão”, no Grupo B, derrotara Eduardo Mondlane, do Niassa, por 2-1, e Machava-Sede, da província do Maputo, pela marca de 2-0.

 

Hoje, Dia Internacional da Criança, escolhido precisamente por esta ocasião para o epílogo da nona edição da Copa Coca-Cola em futebol, para além da final entre as escolas secundárias Heróis Moçambicanos e Samora Machel, das vizinhas províncias de Tete e Manica, respectivamente, o campo do Maxaquene, na Machava, irá também vibrar com muita música, envolvendo alguns dos nomes mais sonantes da praça, casos de MC Roger, Marlene, Duas Caras e Dama do Bling.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 27 DE Maio 2011
Copa coca cola

A ESCOLA Secundária Heróis Moçambicanos, de Tete, detentora do título da Copa Coca-Cola em futebol, iniciou ontem a fase nacional da edição deste ano de forma hercúlea, ao infligir uma pesada derrota à sua similar de Sofala, Mateus Sansão Mutemba, por 7-2, em partida referente ao Grupo A.

 

Com a prova a decorrer no campo do Ferroviário da Baixa e debaixo de muito entusiasmo, pois cada formação dá o seu máximo na perspectiva de seguir em frente, considerando que somente o primeiro classificado do grupo transita para as meias-finais, disputaram-se ontem outros três desafios.

 

Para o Grupo D, a Escola Secundária 12 de Outubro, de Nampula, levou de vencida Quisse Mavota, da cidade do Maputo, por cinco bolas sem resposta; Machava-sede, da província do Maputo, sucumbiu diante da Eduardo Mondlane, do Niassa, por 5-1, para o Grupo B; e Eduardo Mondlane, da capital do país, bateu Graça Machel, de Gaza, por 2-1, para o Grupo C.

 

A fase nacional da Copa Coca-Cola prossegue hoje, com os embates Mateus Sansão Mutemba-15 de Outubro (Cabo Delgado), às 8 horas; Eduardo Mondlane (Niassa)-Aeroporto-Expansão (Zambézia), às 10; Graça Machel-Samora Machel (Manica), às 13; e Massinga (Inhambane)-12 de Outubro. Amanhã, estão previstos os jogos 15 de Outubro-Heróis Moçambicanos, Aeroporto-Expansão-Machava-Sede, Samora Machel-Eduardo Mondlane (cidade do Maputo) e Massinga-Quisse Mavota.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:35
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 19 DE Maio 2011
copa coca cola 2011

A ESCOLA Secundária Eduardo Mondlane encarregou-se de fazer a festa sozinha. Uma festa que contagiou tudo e todos, na manhã de sábado, no campo do Ferroviário da Baixa. E não era caso para menos: as suas duas formações, masculina e feminina, conquistaram a Copa Coca-Cola em futebol, a nível da cidade do Maputo, para desalento da Escola Secundária Quisse Mavota, derrotada em ambas as finais.

 

Ganhando, desse modo, o apuramento para a fase nacional, a decorrer na capital do país entre 26 de Maio e 1 de Junho, Dia Internacional da Criança, a turma da Eduardo Mondlane, em masculinos, derrotou Quisse Mavota por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, depois da igualdade a zero bola no final do tempo regulamentar.

 

Aliás, o 0-0 justificou-se plenamente, tendo em conta que os dois conjuntos se equivaleram e, mesmo na produção dos poucos lances de perigo verificados ao longo dos 80 minutos da contenda se verificaram grandes diferenças. No desempate por penaltes, e depois de ambos terem começado a falhar, a rapaziada da Eduardo Mondlane foi mais feliz nos remates posteriores.

 

Nos quartos-de-final, Eduardo Mondlane havia batido Noroeste II por 9-8, nas grandes penalidades, depois do 0-0 no decurso do jogo, enquanto Quisse Mavota vencera Heróis Moçambicanos por 2-1.  

 

Recorde-se que, nos quartos-de-final, Eduardo Mondlane bateu Francisco Manyanga por 8-1, Quisse Mavota levou de vencida Mahlazine pela marca de 6-3 e Noroeste II derrotou Joaquim Chissano por 2-1. A Escola Secundária da Polana, apesar de ter batido Heróis Moçambicanos por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após igualdade a quatro bolas, acabou sendo desqualificada em virtude de ter utilizado um jogador não inscrito.

 

Em relação à final de femininos, a Escola Secundária Eduardo Mondlane levou de vencida Quisse Mavota por três bolas sem resposta.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 13 DE Maio 2011

 

copa coca cola

APÓS o afastamento de prestigiados estabelecimentos de ensino como Francisco Manyanga e Polana, que não passaram dos quartos-de-final, ninguém vaticinava que a final da Copa Coca-Cola na Cidade do Maputo fosse disputada por dois conjuntos que “a priori” não constavam do grupo dos favoritos.

 

 
Mas a verdade manda dizer que, com a eliminação, ontem, da tradicional Noroeste II, o título será agora disputado pelas Escolas Secundárias Eduardo Mondlane e Quisse Mavota, as maiores surpresas da prova.

A realizar-se amanhã de manhã, no campo do Ferroviário da Baixa, a partir das 10.00 horas, a final, mesmo sem a nomenclatura habitual, não deixa de ser convidativa, pois tanto Quisse Mavota como Eduardo Mondlane esmeraram-se e acabaram, meritoriamente, por ganhar o direito de efectuar o derradeiro desafio da prova, na capital do país.

 

Ontem, para as meias-finais, Eduardo Mondlane afastou Noroeste II, numa partida em que, tendo terminado a zero bola, mesmo o desempate através de pontapés da marca de grande penalidade foi bastante renhido. Foi necessário o recurso à segunda série dos castigos máximos para se achar o vencedor, com a rapaziada da Eduardo Mondlane a vencer por 9-8. Muito complicado mesmo…

 

Noutra partida, igualmente muito equilibrada, Quisse Mavota sobrepôs-se à Escola Secundária Heróis Moçambicanos por 2-1, para gáudio dos seus adeptos, que certamente amanhã estarão em peso para puxar pela equipa na final.

 

Recorde-se que, nos quartos-de-final, disputados na quarta-feira, Eduardo Mondlane bateu Francisco Manyanga por 8-1, Quisse Mavota levou de vencida Mahlazine pela marca de 6-3 e Noroeste II derrotou Joaquim Chissano por 2-1. A Escola Secundária da Polana, apesar de ter batido Heróis Moçambicanos por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após igualdade a quatro bolas, acabou sendo desqualificado em virtude de ter utilizado um jogador não inscrito.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 12 DE Maio 2011

 

copa coca cola

 

 

 

ANFITRIÃ da competição na capital do país, a Escola Secundária da Polana, apesar de ter ganho, viu-se desqualificada da Copa Coca-Cola em futebol, deitando assim abaixo o seu sonho de chegar mais longe este ano.

 

 

É que, imprudentemente, a equipa utilizou um jogador não inscrito, situação que, após ter sido denunciada e comprovada pela organização, esta não teve meias medidas.

 

A turma da Polana até tinha vencido, ontem, nos quartos-de-final. Derrotara a Escola Secundária Heróis Moçambicanos por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após igualdade a quatro bolas, portanto, muitos golos.

 

Aliás, no seu arranque na cidade do Maputo, a Copa Coca-Cola conheceu uma intensa “chuva” de golos. A Escola Secundária Eduardo Mondlane goleou a prestigiada Francisco Manyanga por 8-1, enquanto Quisse Mavota bateu Mahlazine pela marca de 6-3. Por seu turno, no resultado mais nivelado, Noroeste II levou de vencida Joaquim Chissano por 2-1.

 

Numa prova em que nomes sonantes como Francisco Manyanga e Polana caíram, as meias-finais acontecem esta tarde. Às 13.00 horas, estarão em campo Noroeste II e Eduardo Mondlane, para, a seguir, a partir das 15.00, defrontarem-se Quisse Mavota e Heróis Moçambicanos.

Em femininos, a prova arranca esta manhã, com os jogos Quisse Mavota-Noroeste I (oito horas) e Eduardo Mondlane-Noroeste II (10.00).

As finais estão marcadas para sábado de manhã, no campo do Ferroviário da Baixa.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 14:10
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO