Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 02 DE Setembro 2016

 

AINDA sou treinador do Maxaquene, porque ainda não me desvinculei contratualmente com o Maxaquene, pese embora já tinham colocado o meu substituto. Ainda estou à espera do pré--acordo que ainda não foi feito.

 

São coisas do nosso futebol”, revela Chiquinho Conde, três dias depois de ter sido despedido do cargo de treinador principal do clube “tricolor”. Chiquinho Conde, que tinha contrato com o Maxaquene até 2017, afirma que aguarda pela resolução da sua desvinculação e que vai fazê-lo na maior calma em consideração ao amor pelo clube.

 

Vou tratar o assunto da minha desvinculação com paz e tranquilidade, porque tenho um respeito enorme pela instituição, Maxaquene, que para mim é muito superior às pessoas que estão à frente do clube. Só por isso é que irei tratar com maior lisura”, afirmou.

 

Convidado a falar sobre os salários em atraso, Chiquinho Conde foi peremptório: “Não irei ser eu o fundamentalista ou o belicista. Se quiser saber sobre os problemas do Maxaquene terá que perguntar aos elementos do clube sobre este assunto. O que posso dizer é que durante o tempo que fui treinador tentei defender um grupo de trabalho, reagindo a uma acção de um elemento do pelouro em função das palavras que tinha proferido, mas entenderam por bem proteger esta mesma pessoa e o pelouro em detrimento de um profissional que até tirou dinheiro do seu bolso para ajudar o clube,” afirmou.

 

Questionado sobre se o seu afastamento lhe apanhou de surpresa, visto que estava a dias de disputar duas meias-finais da Taça da Liga BNI e de Moçambique, disse: “É claro que sim. Quem conduziu o Maxaquene às meias-finais dessas provas fui eu e estava a preparar as meias-finais porque queríamos ganhar algo. Já ganhei quatro taças de honra e gostaria de conquistar o campeonato e a taça”, revelou.

 

O técnico conta que acabou perdendo o seu emprego por dizer as verdades. “Há uma expressão do Martin Luther King que diz que para tu conseguires inimigos não é preciso declarar guerra é só dizeres aquilo que pensas”, disse, ajuntando que “tudo que dei pelo clube foi de coração e não me importava nem pouco mais ou menos de tirar aquilo que era da minha família ou do meu próprio ganho em prol do grupo de trabalho de modo a conseguirmos sucesso”.

 

Sobre o seu futuro e a possibilidade de rumar a ENH de Vilankulo, o técnico desmentiu. “Ninguém falou comigo nesse sentido. Especula-se muita coisa, o meu foco nesta altura é libertar-me em termos contratuais do Maxaquene e só depois pensar noutras possibilidades”, assegurou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 31 DE Agosto 2016

 

CHIQUINHO Conde já não é treinador do Maxaquene, uma decisão que foi tomada na noite de segunda-feira pela direcção do clube “tricolor”, alegadamente por ingerência do técnico nos assuntos de carácter administrativo.

 

Segundo a direcção da colectividade, a relação com o técnico ficou incompatível nos últimos tempos, dado que Chiquinho Conde, nas suas intervenções públicas, falava mais de assuntos que não lhe dizem respeito, nomeadamente os administrativos e logísticos, ao invés dos desportivos.

 

A dada altura, o técnico confundia dirigentes com os sócios do clube. Advertimo-lo várias vezes para evitar o envolvimento em assuntos fora da sua alçada, mas insistentemente não nos acatava”, sublinha a direcção.

 

Acrescenta que Chiquinho devia preocupar-se com questões técnicas e tácticos dos jogos, não com assuntos de natureza administrativa. Ajunta que o despedimento nada tem a ver com os resultados desportivos, embora reconheça que são pouco satisfatórios.

 

Chiquinho deixa o Maxaquene na sétima posição no Moçambola, com 32 pontos. Na Taça de

Moçambique e na Taça da Liga BNI, a equipa está nas meias-finais.

 

Pela frente, o técnico, que estava desde Janeiro de 2014 no Maxaquene, tinha mais dois anos e meio de contrato.A direcção “tricolor” promete anunciar brevemente o nome do novo técnico.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 26 DE Julho 2016

 

Depois do afastamento de Dário Monteiro da equipa, alegadamente por maus resultados, a Direcção da Liga Desportiva de Maputo desdobrou-se em esforços para encontrar um treinador nacional para assumir a equipa.

 

Na baila surgiram Nacir Armando, Daúde Razaque e Akil Marcelino, mas acabou por ser Ali Hassan, que foi adjunto de Dário, o eleito.

 

O técnico Ali Mahomed Hassane, que foi adjunto de Dário Monteiro, vai assumir a equipa de futebol da Liga Desportiva de Maputo até ao fim da presente temporada, segundo decidiu a Direcção da colectividade vencedora da Taça de Moçambique do ano transacto, na sequência do rompimento com Dário Monteiro, após a realização do jogo com a União Desportiva do Songo na décima sexta jornada, que se saldou em derrota por 1-0.

 

A partir desse desaire, mais um, a Liga, ainda na corrida pelo título, procurou um técnico nacional que pudesse ir de encontro aos seus objectivos – além do campeonato tem a Taça da Liga BNI no horizonte.

 

Depois de serem ponderadas várias situações e tendo em conta o momento da equipa e da época, a decisão acabou recaindo em Ali Hassan, que conhece melhor a equipa, tendo em conta o contacto que mantém com o grupo desde o início da temporada. Ali será coadjuvado por Nelinho, que até à semana passada desempenhava apenas as funções de treinador de guarda-redes.

 

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:19
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 06 DE Junho 2016

 

Em doze jornadas, cinco técnicos já foram despedidos no Moçambola, sendo que o Chingale vai no quarto (Mussá Osman) este ano. Trata-se de Abdul Omar, Nacir Armando, António Sábado, Uzaras Mahomed e, recentemente, Sérgio Faife.

 

Artur Semedo é contra a posição tomada pelas direcções em alguns casos, mas refere que, grosso modo, os treinadores permitem que lhes firam a dignidade.

 

Sou manifestamente contra as chicotadas porque o critério que está subjacente a elas não é profundamente desportivo em muitos casos. Quando um treinador é despedido à terceira jornada, não pode ser por causa dos resultados desportivos. Normalmente, os treinadores que são destituídos gravitam à volta de um sistema que usa e abusa da sua dignidade. Esse facto acontece, na maioria das vezes, porque eles são subservientes ao tal sistema, referiu, deixando, ao mesmo tempo, alguns questionamentos. Será porque há um défice de competência que os obrigue a gravitar à volta desses interesses instalados? Como é que um futebol como o nosso, com défices organizativos e organizacionais, que agrega clubes financeiramente falidos, estruturalmente mal dimensionados, com infra-estruturas também deficitárias, com uma classe dirigente pouco apetrechada sob ponto de vista desportivo, pode despedir treinadores dessa forma?, interrogou Semedo.

 

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:47
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 28 DE Abril 2016

 

O que a comunicação social vinha propalando ao longo da semana passada ganhou terreno e, mesmo com nota de confiança dada pelos dirigentes nacalenses, o facto é que Nacir Armando, já não é treinador do Ferroviário de Nacala.

 

Os maus resultados da equipa na presente edição do Moçambola pesaram na decisão tomada pela direcçãolocomotica do Corredor de Nacala, nesta quarta-feira. Entretanto, tudo indica que será a pressão exercida pelos sócios e adeptos que terá levado a direcção do Ferroviário de Nacala- na semana terá dado voto de confiança na continuidade do técnico- a demitir o treinador.

 

Nacir deixa o Ferroviário na última posição da tabela classificativa com apenas dois pontos em 6 jogos.

 

Esta é a segunda-o primeiro foi Abdul Omar do Chingale de Tete-chicotada no Moçambola 2016.

 

Lembre-se que Nacir Armando trocou, no início do ano, o Ferroviário de Quelimane, que caiu para a segunda divisão, para o homónimo de Nacala. 

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:01
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 13 DE Abril 2016

 

ABDUL Omar foi afastado do comando técnico do Chingale devido aos maus resultados.
O empate em casa com o Estrela Vermelha de Maputo a duas bolas, depois de ter estado a ganhar por 2-0, precipitou o afastamento do “mister”.

 

No final do jogo, Abdul Omar teve de ser escoltado pela Polícia da República de Moçambique porque os adeptos “pediam a cabeça do treinador” devido às substituições efetuadas durante a partida.

 

Nos três jogos realizados o Chingale empatou dois, perdeu um e soma dois pontos, ocupando a 13.ª posição, situação que não agrada aos adeptos. A Direcção achou, por isso, estarem reunidas as condições para despedir o treinador.

 

Abdul Omar confirmou ter recebido ordens da rescisão de contrato com a equipa, alegadamente por maus resultados, mas lamenta a forma como foi despedido.

 

Penso que ainda é cedo para avançar com este tipo de decisões, afinal o campeonato está ainda na sua fase inicial e, no final do jogo com o Estrela Vermelha, tive de sair escoltado pela Polícia, porque muitos simpatizantes queriam a minha cabeça. É triste, mas a vida de um treinador é assim”, disse Abdul Omar.

 

Está assim consumada a primeira chicotada do Moçambola-2016.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 24 DE Julho 2015

arnaldo.gif

 

ARNALDO Ouana foi quarta-feira despedido do comando técnico do Desportivo de Nacala devido à pressão dos adeptos, que chegaram a impedir-lhe de dirigir sessões de treino, tendo, inclusive, tentado agredir-lhe após o nulo com o Desportivo de Maputo no último fim-de-semana.

 

A decisão do seu afastamento foi aceite com alguma naturalidade pelo treinador, segundo palavras do presidente do Desportivo de Nacala, Mohamed Munir, pois o técnico constatou que já não havia ambiente para trabalhar no clube, havendo algumas pessoas que o ameaçavam antes e depois dos treinos ou jogos realizados no campo da Bela Vista.

 

Arnaldo Ouana foi parco em palavras quando contacto pelo “Notícias”, justificando tal atitude como uma forma de não deixar mais “achas na fogueira”, prometendo que em momento oportuno iria esclarecer com profundidade as motivações da sua saída intempestiva do Desportivo de Nacala.

 

Não me quero pronunciar agora sobre este assunto para não criar instabilidade na equipa e desse modo quero modestamente contribuir para que o clube consiga o seu objectivo que é a manutenção no Moçambola. A direcção foi forçada a tomar esta decisão de rescindir com os meus préstimos e também como forma de salvaguardar a minha integridade física”, explicou Arnaldo Ouana.

 

Numa outra abordagem, manifestou o seu desejo de ver a equipa do Desportivo de Nacala a conseguir resultados positivos que possam permitir a sua manutenção na prova máxima do nosso futebol, advogando que o lugar que ocupa com perseverança será possível alcançar esse desiderato.

 

O Desportivo de Nacala está posicionado, na tabela classificativa, acima de alguns clubes com renome no panorama futebolístico nacional, como HCB, Chibuto e Desportivo de Maputo, que fizeram enorme investimento e contratações de grande vulto em relação à equipa nacalense, por isso com muito trabalho acredito que vai se manter”, observou Ouana.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:26
 O que é? |  O que é? | favorito

amarcelino.png

 

O PRESIDENTE do Desportivo de Nacala, Mohamed Munir, aponta Nacir Armando e Akil Marcelino, técnicos que orientaram a colectividade nas duas últimas temporadas, como sendo as pessoas certas para substituírem Arnaldo Ouana no comando da equipa.

 

 “Agora o que nos resta é iniciarmos contactos com estes dois técnicos que conhecem bem a casa para ver a sua disponibilidade, para além de que esta mudança vai nos obrigar a um esforço financeiro, mas temos que ir ao encontro do pensamento dos associados por se tratar duma equipa do povo”, disse Mohamed Munir, presidente da colectividade.

 

nacir.png

 

De recordar que no ano passado Akil Marcelino chegou a ver a sua viatura, disponibilizada pelo clube, a ser vandalizada e com ameaças de agressão física. Aliás, o mesmo que aconteceu ao seu sucessor que agora abandona o Desportivo de Nacala.

 

Nacir orientou o Desportivo de Nacala em 2013 e foi feliz. Entretanto, incompreensivelmente não aceitou renovar o contrato. Akil esteve em 2014, sendo que apesar de resultados palpáveis que culminaram com a manutenção precoce da equipa no Moçambola, nunca foi bem visto pelos exigentes adeptos.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:05
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 08 DE Julho 2015

nacir.png

 

NACIR Armando já não é treinador do Ferroviário de Quelimane, na sequência dos maus resultados que a equipa vem averbando no Moçambola e a eliminação precoce na Taça da Liga, ao pés do 1.º de Maio.

 

O presidente do Clube Ferroviário de Quelimane, Agostinho Conde, convocou ontem a Imprensa para anunciar a rescisão que considerou amigável do contrato de trabalho que ligava o técnico e os “locomotivas”.

 

O presidente dos “locomotivas” afirmou em breves declarações à Imprensa que Nacir Armando não cumpriu parte significativa dos acordos que constam do seu contrato de trabalho, nomeadamente resultados que levassem a equipa a estar nos melhores cinco classificados da prova.

 

A derrota em casa frente ao 1º de Maio, no último fim-de-semana, referente à Liga BNI complicou ainda mais as coisas.

 

Com efeito, a equipa será orientada internamente por Alamo Suleimane que desempenha as funções de treinador-adjunto.

 

 Na hora da despedida, Nacir Armado disse que não era seu desejo deixar a equipa neste momento, mas, dadas as circunstâncias, teve que se resignar das suas funções. Afirmou que a equipa está bem do ponto de vista físico e psicológico, esperando que se mantenha no Moçambola.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 18 DE Maio 2015

urbano.png

 

O TÉCNICO português, Victor Urbano, já não é treinador do Clube de Chibuto. A decisão foi tomada na tarde de ontem pelo técnico após o desaire frente ao Ferroviário da Nacala, por 1-0, em casa, em partida pontuável para a 10.ª jornada do Moçambola, prova na qual o Chibuto ocupa o 12.º lugar, com nove pontos.

 

Segundo o presidente daquele clube, Simão Cossa, a direcção aceitou prontamente o pedido de demissão do técnico português, até porque o seu desempenho não era dos melhores esta temporada. O fim do “casamento” terá sido forçado, por outro lado, pela pressão dos adeptos, que na tarde de ontem quase agrediam Victor Urbano, após a derrota frente aos nacalenses.

 

Houve desacatos em Chibuto, com os adeptos a amotinarem-se, pendido a cabeça do técnico.

 

Penso que já não há condições para continuar aqui. Foi bom ter trabalhado com esta equipa por um ano e meio. Foi uma boa experiência, mas neste momento não há ambiente, as coisas estão complicadas”, reconheceu Urbano.

 

Simão Cossa reagiu: “confirmo o afastamento dele (Urbano), se pediu para sair e nós aceitamos o pedido de demissão, o que iriamos fazer? É um alívio para nós porque não trazia resultados nenhuns”, atirou.

Entretanto, a direcção do Chibuto indicou interinamente Lopes Cumbana, até então adjunto, como treinador interino dos “guerreiros” até à contratação do novo timoneiro que pode ser moçambicano ou estrangeiro.

 

A careira de Victor Urbano no futebol moçambicano tem sido desastrosa, desde a sua chegada ao país em 2011 pela porta do HCB, onde não teve sucesso, tendo sido corrido no ano seguinte.

 

Em 2013 foi para o Ferroviário de Maputo, clube no qual não tem boas recordações, tendo somado uma série de derrotas que precipitaram o seu precoce afastamento. Desde ano passado treina o Chibuto e após ano e meio de altos e baixos, acabou se rendendo. Aliás, há muito que já não reunia a confiança da direcção.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
Posts mais comentados
blogs SAPO