Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 14 DE Janeiro 2016

 

SÉRGIO Faife e Chiquinho Conde, treinadores do Costa do Sol e do Maxaquene, respectivamente, pespectivam uma temporada 2016 de sucesso.

 

Os dois grandes do futebol nacional andam afastados dos títulos há algum tempo e para quebrarem esse “jejum”  Faife e Chiquinho, colegas nos “Mambas” na década 90, alinham pelo mesmo diapasão. É preciso montar uma equipa sólida, competitiva, profissional, capaz de lutar pelos títulos. “Canarinhos” e “tricolores” abriram as “oficinas” esta semana e já têm em vista as competições que se avizinham e, como em todos os anos, partem como candidatos à conquista do ceptro.  

 

SÉRGIO FAIFE: QUEREMOS TODOS OS TROFÉUS

 

SEM rodeios, Sérgio Faife, treinador do Costa do Sol, assumiu que quer conquistar todos os troféus em disputa esta época (Moçambola, Taça de Moçambique e Liga BNI).

 

Quem treina uma equipa grande como o Costa do Sol arrisca-se a ser campeão e a conquistar todas outras competições em que está inserido. O meu discurso não poderia ser outro. Assumo que vamos entrar em cada prova com único objectivo de vencer”, disse.

 

Faife defende que é preciso devolver aos “canarinhos” as alegrias do passado. “O Costa do Sol está sedento de títulos. Já não ganha há alguns anos e queremos ver esta massa associativa feliz outra vez. O ano passado acabou sendo muito triste. O clube esteve para conquistar dois troféus (Moçambola e Liga BNI) e acabou perdendo tudo. O presidente deixou um espaço em aberto na vitrina que deve ser preenchido por pelo menos uma taça, mas se conquistarmos duas ou mais não sei se terão lugar para arrumá-las”, rematou.

 

O treinador, que enquanto jogar atingiu o pico da sua carreira no Costa do Sol, promete muito trabalho. “Não vale a pena pensarmos em conquistas se não trabalharmos. Por isso o primeiro objectivo, antes de prometer seja o que for, é o trabalho, a dedicação nos treinos. Não temos uma varinha mágica que permita ganhar jogos sem nos esforçarmos. Todo o grupo, desde o roupeiro à hierarquia máxima, tem de trabalhar em sintonia e dentro de um grande espírito de profissionalismo”, comentou, ajuntando que confia no potencial dos seus jogadores.

 

Faife apelou ao apoio dos adeptos, sobretudo nos momentos menos bons. “Peço paciência aos adeptos caso ocorra algo de errado nos jogos. Esta equipa é nova. Muitos jogadores entraram e é preciso dar tempo para que formemos uma equipa forte”, frisou, tendo concluído com uma mensagem para a Direcção no sentido de rubricar contratos de mais de uma época com os seus atletas para que no final não ande com as calças na mão. “Na minha opinião a política da Direcção no que diz respeito aos contratos com os jogadores deve ser alterada. Muitos jogadores iniciaram a época com apenas um ano para cumprir e quando se espera para negociar a renovação no final do ano fica difícil”, explicou.

 

O Costa do Sol viu sair esta época jogadores de grande gabarito, casos de Soarito e César Machava (ambos guarda-redes), Dário Khan (defesa), Ussama (médio) e Lineker (avançado).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:55
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O TÉCNICO do Maxaquene, Chiquinho Conde, olha para a época que se avizinha com algum optimismo e sublinha que o Maxaquene já é, pela sua natureza, candidato ao título. Porém, advertiu que o Maxaquene só poderá lograr sucesso se tiver mais opções no seu banco, recordando a história amarga da época passada, em que os “tricolores” ficaram com quase metade da sua equipa acometida por lesões e doenças, situação que influenciou no percurso vitorioso que registou na primeira volta e durante grande parte da segunda, ocupando a primeira posição.

 

Estamos a apostar em dois jogadores para cada posição em cada sector de modo a não sofrermos os mesmos problemas do ano passado, em que ficámos sem soluções no banco. A nossa política foi sempre manter o máximo de jogadores do nosso plantel e contratar aqueles com características especiais para conferir maior qualidade à equipa, portanto atletas mais rápidos para facilitar as nossas transições”, explicou.

 

Chiquinho acredita nos esforços que o clube está a envidar para ter um plantel à altura do Moçambola-2016, que se aventa venha a ser mais renhido.

 

Temos alguns jogadores em vias de contratação. Queremos resgatar o estatuto do clube, por isso precisamos de jogadores que nos permitam ter um jogo diferente e que possam se enquadrar facilmente no nosso modelo de jogo”, anotou.

 

Sobre as aquisições feitas e aquilo que seriam as suas preferências em termos de opções para atacar o título, Chiquinho Conde disse que a indicação de jogadores não depende apenas de si, mas sim de toda a equipa técnica e da estrutura do clube.

 

Quanto ao estágio de 12 dias em Joanesburgo, a partir da próxima semana, o técnico afirmou que vai permitir criar sinergias, um modelo e estrutura uniformizados que vão ditar o estilo de jogo do Maxaquene. E assegurou que regressará da África do Sul já com o plantel definido.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:49
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O CLUBE do Chibuto inicia esta manhã, no seu reduto, a preparação da época futebolística-2016 com o objectivo de melhorar o oitavo lugar do último Moçambola.

 

Os gazenses, que mantiveram quase 90 por cento do seu plantel do ano passado, estão confiantes de que poderão fazer um melhor campeonato comparativamente ao do ano passado.

 

Para o efeito, conseguiram igualmente renovar o contrato de trabalho com o técnico Lucas Bararijo, que assegurou a manutenção do clube no Moçambola, tendo tido ainda um percurso retumbante na Taça de Moçambique, ao chegar às meias-finais.

 

O Chibuto começa a trabalhar hoje depois de dois dias (terça-feira e ontem) reservados à inspecção médica dos jogadores. Como é óbvio, os gazenses vão, numa primeira fase, privilegiar a preparação física, com treinos bidiários que poderão durar sensivelmente um mês, conciliando também os aspectos técnicos e tácticos.

 

Apesar de ter mantido a sua espinha dorsal, à excepção da saída de Dário Chissano, que é tido como certo no Maxaquene, e Maninho, que está em testes em Portugal, o Chibuto precisa de se reforçar nalguns sectores.

 

Necessitamos de um defesa e um médio centrais mais um ponta-de-lança. Estamos igualmente a observar alguns jogadores provenientes dos campeonatos provinciais”, afirmou o presidente do Clube Chibuto, Simão Cossa, ajuntando que a colectividade recorrerá, quando necessário, ao estrangeiro para preencher lacunas nos sectores vitais da equipa.

 

A nossa aposta é melhorar a classificação, ou seja, estar entre os primeiros cinco lugares do campeonato. Por isso é também importante reforçar o nosso banco”, concluiu.  

 

Portanto, da equipa de 2015 permanecem o guarda-redes Zacarias; os defesas Narciso, Chaguala, Obel, Maninho e Nhabanga, este último em recuperação depois de uma época irregular devido à lesão; os médios Johane, Christopher, Cedric, Chicualacuala e Palatão, e os avançados Adebayor e Chawa.

 

O Chibuto quer um plantel de 26 jogadores.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

COM vista à sua participação no Moçambola edição 2016 o Ferroviário da Beira começa hoje a primeira fase da sua preparação na vila municipal de Gondola, província de Manica, contando já com todos os jogadores que não estiveram presentes na apresentação que aconteceu na semana passada.

 

Entre os atletas que não estiveram presentes nessa cerimónia destaque para o guarda-redes Soarito, que já se encontra na Beira desde o último sábado juntamente com os congoleses Jacob e Fabrice, que desembarcaram naquela urbe na última segunda-feira.

 

O treinador-adjunto do Ferroviário da Beira, Carlos Guente (Rockssna), disse que a equipa poderá estar em Gondola por um período de sete dias para depois rumar para a África do Sul no dia 6 de Fevereiro.

 

Rockssana revelou que durante estes dias o Ferroviário irá efectuar jogos de controlo com algumas equipas da província de Manica e já na África do Sul vai defrontar algumas colectividades que militam na 1.ª Liga local.

 

Todos os jogadores já se encontram na Beira para começarmos com os trabalhos de treinos com vista a atingir os nossos objectivos. Desde a abertura das “oficinas” estávamos a fazer testes médicos. Fizemos alguns exercícios com os jogadores mas seriamente já vamos iniciar em Gondola”, explicou a fonte.

 

O Ferroviário da Beira para este ano vai contar com um plantel de 25 jogadores, estando ainda no mercado para a contratação de três, dois dos quais estrangeiros.

 

Recordar que o Ferroviário da Beira, único representante da província de Sofala no Moçambola, definiu como principal objectivo a conquista desta prova, o que nunca aconteceu na sua história.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 13 DE Janeiro 2016

 

O MAXAQUENE iniciou na manhã de ontem, no Estádio Nacional do Zimpeto, os trabalhos de preparação da época futebolística-2016 sem grandes novidades, numa altura em que os restantes clubes do Moçambola já exibem o músculo com alguns reforços de renome.

 

Os “tricolores” ainda não acertaram os números com alguns dos jogadores mais valiosos, com destaque para o nigeriano Luckman, cujo contrato cessou em Dezembro e subiu a fasquia para a renovação do mesmo. Luckman, com quem o Maxaquene continua a sonhar, está à procura da melhor proposta nalguns dos grandes clubes do Moçambola, tais como Ferroviário, Costa do Sol e Liga Desportiva.

 

Portanto, nenhum nome sonante consta das novas aquisições confirmadas ontem. Trata-se do guarda-redes Abrão (ex-Textáfrica), Dangalira (ex-Ferroviário de Maputo), Mauro (ex-HCB), Machaua (ex-Ferroviário de Nampula) e Eduardo (ex-Incomáti). O guarda-redes Guirrugo que estava emprestado ao ENH regressa às hostes “tricolores”.

 

O Maxaquene está em conversações com mais três jogadores cujos nomes não revelou. Mas, apesar de algumas perdas de vulto – saíram Nelsinho, Michael, Rachide, Mauro e Moniz, enquanto o guarda-redes Sozinho foi dispensado – os “tricolores” mantiveram grosso modo de jogadores que integraram o plantel do ano passado.

 

Trata-se dos guarda-redes malawiano Simplex, de castigo até Junho, e Basílio que ascendeu para a equipa sénior. No sector defensivo: Zabula, também de castigo até Junho, Butana, Mayunda, Nito, Bernardo, Nelson, Madonado e Bruno; no meio campo: Wisky, o nigeriano Ockan, Talapa, Fachi e Danilo; no ataque: Isac e Tobias.

 

Entretanto, o guarda-redes Simplex e o nigeriano Ockan não se apresentaram ontem. O “keeper” malawiano é esperado próxima semana, enquanto Ockan, com mais um ano de contrato, é aguardado hoje.

 

ESTÁGIO EM JOANESBURGO

 

O Maxaquene vai estagiar, a partir da próxima semana, em Joanesburgo, na vizinha África do Sul, depois de uma semana de trabalho de oxigenação para a recuperação física de jogadores. Os “tricolores” cumprirão um estágio de sensivelmente 12 dias para a definição do plantel.

 

Os trabalhos que ontem se iniciaram durarão sensivelmente mais de uma semana, tendo como palco o Estádio Nacional do Zimpeto, seguindo-se o estágio para o fortalecimento do grupo de trabalho.

 

A sessão de ontem foi caracterizada por um trabalho misto, com a exploração da componente física e dos aspectos técnico-táctico, com uma “peladinha”. Esta será a tónica dos trabalhos desta fase inicial, enquanto, durante o estágio, o Maxaquene vai para além de cultivar o espírito do grupo e aperfeiçoar as três componentes (físico-técnico-táctico), vai realizar alguns jogos de rodagem.

 

“CANARINHOS” SÓ PENSAM NO TÍTULO

 

ALGUNS dos reforços do Costa do Sol, entrevistados pelo Notícias, só pensam em títulos esta temporada, que lhes fogem desde 2007. Aliás, os “canarinhos” perderam algumas das suas “pedras” fulcrais, mas em contra partida reforçaram-se com jovens ambiciosos com quem contam para atingir os objectivos que a direcção traçou para este ano, com destaque para o Moçambola e a Taça de Moçambique.

 

É um clube com história– afirma Aguiar -

 

 

AGUIAR saiu da HCB para abraçar um nova experiência no Costa do Sol e espera fazer uma época positiva. “Aceitei vir para o Costa do Sol sem pensar duas vezes. É um clube com ambição de ganhar troféus e vou deixar tudo de mim em campo para que seja campeão,” comentou.

 

Aguiar, defesa central, conta jogar mais vezes na sua posição depois de na época passada ter sido opção no lado direito da defesa. “Vim para o Costa do Sol com o objectivo de relançar a minha carreira a defesa central. Vinha jogando a defesa direito e pretendo este ano recuperar o meu lugar e dar alegrias ao clube com bons jogos”, afirmou.

 

Dei um salto enorme - assegura Jonas

 

 

 

DEI um salto enorme na minha carreira. Do Ferroviário de Nacala, um clube que luta pela manutenção, saio para o Costa do Sol, um dos potenciais candidatos ao título. Estou muito feliz por isso”, afirma Jonas.

 

Jonas, ex-Ferroviário de Nacala, diz estar consciente de que as responsabilidades nos “canarinhos” são acrescidas. “Sei que num clube da dimensão do Costa do Sol, as exigências são bem maiores. Terei que me esforçar mais, até porque a concorrência por um lugar na baliza é mais apertada. Prometo dar tudo para continuar a ter a confiança do “mister” Sérgio Faife, que na época passada foi meu técnico no Ferroviário de Nacala”, frisou.

 

 

Venho para ser campeão - afirma Lalá

 

VENHO para ser campeão. Este foi uma das principais razões que me fizeram aceitar o convite para representar o Costa do Sol”, disse Lala.

 

O avançado do ex-Desportivo de Maputo afirma que a direcção “canarinha” apresentou um projecto ambicioso. “Além de ser um clube que luta para ser campeão, no Costa do Sol encontrei uma casa organizada, comandada por bons profissionais. Existem bases sólidas para que cresça como jogador e dê quem sabe o salto para Selecção Nacional”, arrematou.

 

Lala disse que tudo fará para ajudar os “canarinhos” a conquistarem títulos. “Fui contratado para fazer golos e é nesse aspecto que vou-me centrar. Vou trabalhar dia-a-dia para fazer golos”, sublinhou.

 

MUSTAFA

 

 

Volto para minha posição

 

MUSTAFA sente-se muito motivado pelo facto de estar num clube em que conta voltar a ocupar a posição de médio defensivo “trinco”, depois de ter jogado durante quatro épocas na Liga adaptado à defesa direito. “Estou feliz por ter assinado pelo Costa do Sol, o treinador conta comigo para jogar a trinco, minha posição de raiz. Sinto-me à vontade a actuar nesta zona e por isso conto evoluir e até jogar mais vezes”, avança Mustafa.

 

Mustafa afirma que quer continuar a conquistar títulos. “Na Liga fui feliz e no Costa do Sol estão criadas as condições para continuar na senda dos bons resultados. É um crónico candidato ao título e como tal, o objectivo é vencer todas as competições internas em que participa”, disse.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:55
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 12 DE Janeiro 2016

 

O ZAMBIANO Thomas Nyierenda, que na época passada representou o Zesco United do seu país, é o novo reforço de luxo do Ferroviário da Beira, tendo prometido que tudo faria para representar condignamente as cores dos “locomotivas” da capital provincial de Sofala, por se tratar de um clube de grande dimensão e com objectivos bem traçados.

 

Estou cá em Moçambique para mostrar o meu potencial e dar o máximo para que o Ferroviário se torne campeão este ano. Fui campeão por quatro vezes pelo Zesco e este ano quero ser campeão fora do meu país”, referiu Nyierenda.

 

 

Belito, ex-Liga Desportiva de Maputo, promete fazer valer a camisola marcando muitos golos de forma a trazer glórias ao povo de Sofala.

 

Quero ser campeão a partir da equipa de Sofala, e para isso temos de estar sempre unidos (nós jogadores) e ouvirmos sempre as recomendações dos treinadores. Saí da Liga de cabeça erguida, porque fiz lá o meu máximo: marquei muitos golos”, recordou o novo avançado do Ferroviário da Beira.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:49
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A APOSTA do Desportivo de Maputo para a época que se avizinha passa, primeiro, por construir uma equipa à altura de competir no Moçambola, dar alegria à massa associativa e projectar-se para os lugares cimeiros da principal prova futebolística nacional.

 

Depois de ter arrancado com as actividades a 15 de Dezembro, com um batalhão de mais de 120 “recrutas”, o Desportivo iniciou ontem, no Circuito António Repinga com a fase decisiva, visando fazer a triagem para um plantel de 26 jogadores. 

 

O técnico-adjunto “alvi-negro”, Bernardo Mabui, reiterou que o estatuto e a dimensão do Desportivo já não o permitem falar da manutenção, mas sim de lugares cimeiros. Mabui disse que, apesar da razia que sofreu, ao perder quase metade do seu plantel do ano passado, o Desportivo não vai vacilar.

 

 

Anotou que ainda que parta em desvantagem em relação aos tradicionais concorrentes ao título, sobretudo pelo facto de ainda ter que construir um conjunto da base, o Desportivo vai ser aquela equipa de sempre, salientando que o que aconteceu nos últimos anos foi um desastre.

 

Aliás, acredita no capital humano de que os “alvi-negros” dispõem, grosso modo deles jovens que procuram espaço para singrarem com a camisola da “águia”.

 

Para já, o Desportivo tem um remanescente de 12 jogadores do plantel do ano passado e precisa de 14 reforços para perfazer um grupo de 26. A estes juntar-se-ão quatro juniores que ascendem à equipa principal.

 

Estamos a trabalhar com alguns jogadores do plantel de 2015 e alguns juniores que possivelmente se juntarão a este remanescente, para além de um terceiro grupo que transitou da triagem inicial. Esta semana é decisiva. Espero que teremos o plantel definido até sábado, data que também serão conhecidas as novas aquisições. Já apresentamos as nossas propostas como equipa técnica e acredito que já acertaram os números com o clube”, assegurou Mabui, adiantando que foram mais de 20 jogadores que passaram da primeira triagem dos quais serão seleccionados seis a oito.

 

Temos também alguns com alguma qualidade e que poderão assinar pelo clube, mas que serão emprestados a outros clubes e acompanharemos de lá a sua evolução para posterior integração na equipa”, acrescentou.

 

De acordo com o técnico-adjunto “alvi-negro”, o Desportivo sofreu razia em quase todos sectores, daí que esteja praticamente engajado na formação de uma nova equipa. Para além do guarda-redes Wilson, os “alvi-negros” perderam, no sector defensivo, Sataca Júnior, Hermínio, Hagi, Jorge e Clemente; Carlitos e Mastayle, no meio-campo; Lalá e Lanito, no ataque.

 

Do plantel do ano passado, os “alvi-negros” contam com Elvêncio, Elton e Pedó; Sidique, Tchaka, Henriques, Ifren, Lucky, Albertino, Cristóvão, Dércio, Pedrito, Ernesto e Malate, este último que ascendeu de juniores para seniores no ano passado.

 

Enquanto isso, seis juniores lutam pelas três vagas remanescentes, sendo que, de modo geral, o Desportivo terá 30 jogadores.

 

Salientar que o Desportivo prossegue esta manhã com os trabalhos no Circuito António Repinga visando a oxigenação do conjunto. A partir de amanhã, inicia o trabalho de campo, no pelado da Académica, orientado para actividades específicas combinando às componentes física, técnica e táctica. Este trabalho prolongar-se-á até sábado, culminando com um jogo-treino com uma equipa ainda por definir.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:46
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O COSTA do Sol apresentou ontem o seu plantel para a época 2016, onde se destacam dez caras novas a saber: Lala (ex-Desportivo de Maputo), Aguiar (HCB), Mustafa (ex-Liga Desportiva de Maputo), Nelson, Onélio, Massano, Rodrigues e Agenor (todos do ex-1º de Maio de Quelimane), Jonas e Pai (ambos do ex-Ferroviário de Nacala).

 

Na mesma ocasião foi apresentado o novo treinador Sérgio Faife e o seu adjunto Luís de Barros (Suleimane) e o técnico de guarda-redes Bento Mate.

 

Nos próximos dias podem surgir mais reforços para o plantel “canarinho”, visto que conforme avançou o presidente da colectividade, Amosse Chicualacuala, que também marcou presença no encontro, a direcção em coordenação com a equipa técnica está no mercado à procura de, pelo menos, mais três reforços, um médio ofensivo e dois avançados.

 

De referir que a apresentação do plantel dos vice-campeões ficou marcada pela ausência de alguns reforços que ao final do dia de ontem eram esperados na capital do país, são eles: Onélio, Nelson, Massano, Rodrigues e Agenor, todos eles provenientes do 1º de Maio de Quelimane. Estiveram igualmente, ausentes, alguns que transitaram da época passada nomeadamente Cosme, Gerson e Chimango, trio que está, tudo indica, ainda em gozo de férias.

 

Numa época em que os “canarinhos” perderam jogadores preponderantes, casos de Soarito, Lineker, Ussama e Dário Khan, foi confirmada a continuidade de atletas que já são ícones do clube. Ruben, Manuelito, João.Mazive, Dito e Parkim, por sinal os mais utilizados da última época, que constam da lista de 22 futebolistas para a época 2016, sendo que é desejo da equipa técnica fecharem o plantel com 25.

 

Entretanto, a partir de hoje os jogadores serão submetidos a exames médicos, um processo normal de início de época que pode durar até sexta-feira, pelo que só no fim-de-semana ou mesmo na segunda-feira é que os “canarinhos” começarão a treinar.

 

DÁRIO KHAN NÃO FICA

 

 Dário Khan, que tinha sido avançado como parte integrante da equipa técnica, não fica no clube, uma vez que as negociações com os “canarinhos” para que assumisse novas funções não surtiram efeito.

 

Ao que se sabe, os valores pedidos por Dário Khan estão muito acima daquilo que a direcção está em condições de pagar, sendo que houve primeiro uma tentativa de o internacional prosseguir a carreira como jogador no Costa do Sol por mais uma época.

 

Sabe-se de fonte segura que Dário Khan poderá assinar pelo Desportivo de Maputo e prosseguir a sua carreira como jogador.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:40
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO