Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 30 DE Agosto 2016

 

O FERROVIÁRIO, em masculino, e o Desportivo, em femininos, ambos de Maputo, renovaram, na tarde de sábado, os títulos de campeões nacionais de atletismo de pista, evento que teve lugar no Parque dos Continuadores.

 

Para os “locomotivas”, este foi o terceiro título consecutivo, uma vitória que começou a ser desenhada logo na primeira jornada, que teve lugar na sexta-feira, onde saíram com 11 pontos de vantagem (43-32) sobre o Matchedje, que viria a ficar em segundo lugar, com um total de 73, menos dois que o campeão.

 

O Ferroviário da Beira ficou em terceiro lugar, com 43 pontos, graças ao bom desempenho de Kudzanai Alberto. A UP Maputo, comandada por Alberto Mamba, ficou em quarto, com 42 pontos. Mahotas ocupou a quinta posição, com nove pontos, sendo que o “lanterna vermelha” foi o Niassa, que obteve apenas três.

 

Em femininos, o Desportivo foi esmagador, com o quarteto constituído por Sílvia Panguana, Ofélia Milambo, Ilda e Júlia Cossa, a ganhar nas estafetas e nas provas de velocidade, somando 66 pontos na geral. Sílvia ganhou tudo, terminando o evento com o segundo título consecutivo. O Ferroviário de Maputo, o grande rival, ficou uma vez mais no segundo posto, com 42 pontos, e o Matchedje completou o pódio com 23.

 

Entretanto, os “Nacionais” foram marcados por algumas melhorias das marcas nas provas técnicas, com Filipe Chaimita a destacar-se, ao conseguir 66,16 metros no lançamento de dardo bem distante dos cerca de 52 metros que Domingos Doliz vinha fazendo nos últimos anos. No peso, Chaimita conseguiu igualmente uma marca que merece realce: 12,32 metros. Aliás, este jovem foi quem mais contribuiu para o Matchedje ser segundo, pois ainda ganhou 200 metros (22.08) à frente do seu colega Dinis Mavie, que por seu turno, venceu nos 100 (11.01).

 

Outro destaque de masculinos vai para Creve Machava, que esteve melhor nos 400 planos (47.51) e barreiras (53.82) e Mamba vencedor dos 1500 (3.53.91) e 800 (1.51.05).

 

Em femininos, individualmente destaca-se Salomé Mugabe pelo recorde no lançamento de disco, em que fixou o novo máximo em 15.55 metros, melhor que os 14.98 que fez há dois anos. Para além disso, venceu no disco (39.68 metros), mas quem venceu maior número de provas foi Sílvia, designadamente 100 (10.75), 200 (25.55), 110 (12.75) e 400 barreiras (64.29).

 

Filipe Chaimita e Salomé Mugabe foram considerados os melhores atletas do evento.Refira-se que os “Nacionais” não eram organizados no renovado Parque dos Continuadores desde 2010.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:24
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
20
21
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO